Início Notícias Digital CNN Rádio lança novo quadro para ampliar o debate sobre a...

CNN Rádio lança novo quadro para ampliar o debate sobre a diversidade

O foco do quadro fixo das manhãs de quinta-feira será voltado exclusivamente para questões do universo LGBTQIAP+

319
0


A editoria de diversidade da CNN Brasil lança um novo produto semanal fixo na CNN Rádio, voltado exclusivamente para temas relevantes do universo LGBTQIAP+. O “CNN No Plural” das manhãs de quinta-feira (8h) estreia nesta semana (19.05) e terá também as entrevistas gravadas em vídeo para publicação em todas as redes sociais da marca. A apresentação é do jornalista Rafael Câmara, que já edita a coluna “CNN No Plural +” sobre o assunto no site da CNN Brasil. A ideia não é reproduzir a coluna em áudio, mas ampliar o conteúdo, agregando outras notícias importantes da semana relacionadas com o tema LGBTQIAP+. “Acho que o maior desafio desse projeto é trazer para a discussão o que realmente importa para a comunidade LGBTQIAP+”, afirma o jornalista.

Rafael destaca a importância de existir um espaço para que as pessoas que fazem parte desse grupo social possam se sentir representadas, contribuindo para normalizar certos temas e diminuir o preconceito. “Tem muita gente que não faz ideia do que nós, da comunidade LGBTQIAP+, passamos todos os dias. O Brasil ainda é o país que mais mata e deixa matar transexuais, segundo a Transgender Europe 2021 report”, alerta o apresentador. Segundo o relatório da TGEU, que monitora dados levantados por instituições LGBTQIAP+ no mundo todo, 70% dos assassinatos de pessoas trans e travestis no ano passado foram registrados na América do Sul e Central. No Brasil, foram 33% dos casos, com 125 mortes, seguido pelo México, com 65 mortes.

 

Com o novo quadro, aumenta para quatro o número de produtos específicos sobre a diversidade e a agenda social no portfólio da CNN Brasil. Além da coluna do site, todas as quartas-feiras pela manhã, na CNN Rádio, Letícia Vidica apresenta o “CNN No Plural”, que tem, no fim da tarde, uma versão ampliada em formato de reportagem no jornal “Prime Time”, da CNN Brasil. Agora, o novo espaço de quinta-feira na Rádio passa a reunir todas as pautas que tratam das questões importantes para a inclusão social e garantia dos direitos da comunidade LGBTQIAP+, passando por temas como saúde, legislação e trabalho.

A CNN Rádio

A CNN Rádio entrou no ar em outubro de 2020, com conteúdo 100% ao vivo e foco em hard news. Um dos diferenciais é a linguagem multiplataforma, com presença no streaming e interação nas redes sociais, que abre espaço para que os ouvintes ajudem a construir a programação. Entre os profissionais estão Sidney Rezende, Thais Herédia e Lia Bock, que também apresentam programas na CNN Brasil. Um dos destaques da programação é o “CNN Manhã”, com Roberto Nonato e Larissa Calderari apresentando as principais notícias do Brasil e do mundo e participação de correspondentes nacionais e internacionais. A CNN Rádio também produz podcasts que ficam disponíveis nas plataformas de streaming.

Glossário:
LGBTQI + – O termo é composto pelas iniciais da orientação sexual e identidade de gênero das pessoas: LGB (lésbicas, gays, bissexuais) e TQIA+ (transexuais, queers, intersexuais, assexuais e o símbolo “+” incluindo todas as demais manifestações).

O quadro LGBTQI + da CNN Rádio será exibido às quintas-feiras (8h), com versão ampliada em vídeo para as redes sociais da CNN Brasil.

Artigo anteriorAos 120 anos, FTD Educação evolui posicionamento e apresenta nova marca
Próximo artigoBrasil é o primeiro país a receber o programa global do Spotify na América Latina
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party. Twitter: @ThalesBrandao

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui