Início Notícias Consumidor Em novo protocolo, Latin NCAP reprova Duster em “crash test” e recomenda...

Em novo protocolo, Latin NCAP reprova Duster em “crash test” e recomenda recall

Confira o comunicado da Renault a respeito

418
0
Reprodução

Renault Duster recebeu zero estrela em “crash test” após mudança no protocolo da Latin NCAP entidade com sede no Uruguai.

O Programa de Avaliação de Carros Novos para América Latina e o Caribe (Latin NCAP) oferece aos consumidores informação independente e transparente sobre os níveis de segurança que tem os diferentes modelos de veículos no mercado.

Latin NCAP utiliza métodos de ensaio internacionalmente reconhecidos e qualifica entre 0 e 5 estrelas a proteção oferecida pelos veículos para ocupantes adultos e ocupante criança. Latin NCAP começou em 2010 como uma iniciativa e em 2014 foi criada como uma associação, no âmbito de uma entidade jurídica. Latin NCAP avalia a segurança versão mais básica dos modelos disponíveis no mercado.

Durante os testes, foi detectado um vazamento de combustível após a colisão. O Latin NCAP citou que informou a Renault sobre o problema e sugeriu a convocação de um recall.

Confira o teste completo, clique aqui

Confira o comunicado da Renault a respeito:

Em relação ao teste do modelo Renault Duster divulgado pelo Latin NCAP em 27/08, a Renault do Brasil informa:
• O veículo Duster, que teve o seu teste divulgado em agosto de 2021, é exatamente o mesmo em termos de conteúdos de segurança ativa e passiva em relação ao veículo que obteve quatro estrelas na proteção para adultos e três estrelas na proteção para crianças, em teste realizado pela mesma instituição em 2019.
• Em 2020 o Latin NCAP mudou os protocolos de testes e, por conta disso, os resultados são diferentes.
• É importante reforçar que o Renault Duster cumpre rigorosamente as regulamentações nos países em que é comercializado, superando-as em alguns quesitos. O modelo traz diversos equipamentos de segurança como ESP, alerta de ponto cego, câmera Multiview, assistente de partida em rampa, entre outros, que não são obrigatórios por lei.
• A Renault considera que, assim como houve uma grande evolução na segurança veicular nos últimos anos, o tema seguirá evoluindo e a Renault continuará a oferecer produtos com alto nível de segurança.

Artigo anterioriFood apresenta o iFood News
Próximo artigoBanco digital Digio alcança resultado de R$ 36,7 milhões no semestre
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui