Início Notícias Justiça Federal da Bahia manda Ministério da Educação suspender contingenciamento nas Universidades...

Justiça Federal da Bahia manda Ministério da Educação suspender contingenciamento nas Universidades Públicas

361
0
Divulgação

A juíza Renata Almeida, da 7ª Vara Federal Cível da Bahia, determinou, na noite desta sexta-feira (7/6), a suspensão de cortes do Ministério da Educação (MEC) na verba discricionária das universidades federais de todo o país e do Instituto Federal do Acre. 

“Não há necessidade de maiores digressões para concluir que as justificativas apresentadas não se afiguram legítimas para fins de bloqueio das verbas originariamente destinadas à UnB, UFF (Universidade Federal Fluminense) e UFBA (Universidade Federal da Bahia), três das maiores e melhores universidades do país, notoriamente bem conceituadas, não apenas no ensino de graduação, mas também na extensão e na produção de pesquisas científicas”, fez nota Almeida. 

A magistrada também questionou o fato de o ministro Abraham Weintraub ter citado que as universidades promovem balbúrdia. “As instituições de ensino em questão sempre foram reconhecidas pelo trabalho de excelência acadêmico e científico ali produzido, jamais pela promoção de bagunça em suas dependências”, afirma em outro trecho do despacho.   

Artigo anteriorGoogle faz um mergulho inédito na vida e obra de Cândido Portinari, o Pintor do Povo
Próximo artigoMcDonald’s traz cantor Fábio Jr. para campanha do Dia dos Namorados e relança McFlurry e o McShake Sonho de Valsa
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui