Início Notícias Fundação Grupo Volkswagen e Artemisia anunciam criação do programa ImpactaMOB: inovação aberta...

Fundação Grupo Volkswagen e Artemisia anunciam criação do programa ImpactaMOB: inovação aberta em mobilidade urbana

oportunidade para empreendedores

274
0


Resultado da parceria inédita da Fundação Grupo Volkswagen e da Artemisia, o programa ImpactaMOB: inovação aberta em mobilidade urbana está com as inscrições abertas para negócios de impacto que atuam com soluções dentro da temática. A iniciativa gratuita – que selecionará até três soluções com alto potencial de escala e impacto – visa apoiar a implementação de projetos-piloto, nos quais os selecionados terão até R$ 75 mil cada para apoiar a execução, além de acesso a uma rede de mentores e especialistas; apoio na validação da solução; e acompanhamento para aprimorar o negócio. As inscrições podem ser feitas até 13 de junho pelo site www.artemisia.org.br/impactamob

A Artemisia anuncia uma parceria com a Fundação Grupo Volkswagen para a criação de uma plataforma de inovação aberta, alinhada ao tema da mobilidade urbana. No cerne da aliança estratégica está a meta de identificar, testar e validar a efetividade de soluções e tecnologias criadas por negócios que possam impactar positivamente o meio ambiente e a vida de milhares de brasileiros. O programa ImpactaMOB: inovação aberta em mobilidade urbana está com as inscrições abertas e irá selecionar até três soluções inovadoras dentro da temática para apoiar o desenvolvimento da solução em campo. Os finalistas receberão até R$ 75 mil para implementar um projeto-piloto e terão apoio das organizações para o crescimento e a potencialização do negócio.
Braço de investimento social e de filantropia do Grupo Volkswagen, a Fundação atua em duas causas prioritárias: mobilidade urbana e comunidade sustentáveis, e mobilidade social e inclusão, além de apoiar tecnicamente ações de responsabilidade social das empresas do grupo no Brasil. A Artemisia, por sua vez, é uma organização brasileira pioneira no fomento e na aceleração de negócios de impacto social. Juntas no ImpactaMOB: inovação aberta em mobilidade urbana, esperam apoiar negócios de impacto, com soluções inovadoras no ecossistema de mobilidade urbana, um dos maiores desafios do país.
Segundo Priscila Martins, diretora de Parcerias da Artemisia, a mobilidade urbana é um tema bastante crítico para toda a sociedade e tem um significado maior do que o dimensionado pelo senso comum. “Além de um conjunto de serviços e meios de deslocamento de pessoas e bens, ela é o resultado da interação das pessoas com a cidade e tem relação direta com o acesso a serviços essenciais, a autonomia, o direito de ir e vir e a qualidade de vida. Esses aspectos impactam a população brasileira como um todo, no entanto, mais gravemente as pessoas em maior vulnerabilidade econômica e social. Acreditamos que o empreendedorismo e a inovação podem ser uma via de contribuição para os principais desafios relacionados à mobilidade no Brasil e, diante desta crença, nos unimos para realizar um programa de inovação aberta para identificar soluções inovadoras e com potencial de impacto. A ideia é testar, validar e conectar soluções que apresentem efetividade com potenciais parceiros, como forma de alavancar seu impacto”, detalha Priscila.
Vitor Hugo Neia, diretor de Administração e Relações Institucionais da Fundação Grupo Volkswagen, destaca que o programa e a parceria, são frutos de uma das causas abraçadas pela organização: mobilidade urbana e as comunidades sustentáveis, além de reforçar a importância de refletir sobre o tema e criar soluções conectadas à realidade dos territórios e comunidades, sem deixarmos de olhar para as tendências do futuro. “Para isso, buscamos apoiar tecnologias sociais inovadoras que contribuam para fazer das cidades espaços mais acolhedores, resilientes e democráticos. Essa parceria inédita com a Artemisia fortalece esse movimento, unindo nosso papel de investidor social privado à experiência de uma organização que é referência em impacto positivo. Juntos, esperamos transformar comunidades de todo o Brasil por meio da inovação aberta para uma mobilidade mais sustentável”, aponta o executivo.
A mobilidade urbana é um desafio complexo e de alto impacto na sociedade. Segundo análise do IPEA, os trabalhadores de menor renda no Brasil fazem viagens, em média, 20% mais longas que os mais ricos, dado que lança luz à desigualdade entre pessoas e territórios. A esse cenário soma-se à fragmentação dos meios de transporte e, segundo a consultoria McKinsey & Co, a integração total entre os meios de transporte disponíveis na cidade permitiria acomodar 30% mais tráfego com redução de 10% no congestionamento. Além disso, o tempo médio de deslocamento diário de cerca de 17 milhões de brasileiros em viagens casa-trabalho-casa é de 114 minutos; é estimado em R$ 111 bilhões o custo de produção sacrificada devido ao deslocamento pendular, segundo estudo da Firjan.
Temas e critérios do programa
Estão credenciados à inscrição empreendedores de impacto que atuam com mobilidade urbana; possuam negócios já estabelecidos, estruturados e em operação, e que suas soluções busquem beneficiar a sociedade, ajudando a tornar a mobilidade urbana mais acessível, segura e sustentável.
Estão credenciadas a participar, negócios focados em:
_Transformar as pessoas nos principais ativos da mobilidade urbana (soluções que buscam superar desafios de mobilidade como foco nas necessidades das pessoas, conferindo autonomia no planejamento, segurança e eficiência de tempo e custo);
_Diminuir as distâncias e desigualdades entre centro e periferia (soluções que propõem a diminuição das distâncias e/ou desigualdades entre regiões centrais, periféricas e/ou rurais);
_Melhorar a logística para facilitar o acesso a serviços básicos (soluções que impulsionam a economia de áreas urbanas ao tornar a mobilidade logística sustentável e de possível acesso a todos, transpondo particularidades geográficas e reduzindo custos);
_Garantir um transporte acessível, seguro e sustentável aos trabalhadores (soluções que possibilitem aos trabalhadores de menor renda um deslocamento mais efetivo e saudável até o trabalho);
_Ampliar e garantir a acessibilidade dos meios de transporte (soluções que ofereçam e ampliem a autonomia para que todas tenham assegurado o direito de se locomover nas cidades);
_Tornar a mobilidade urbana sustentável e integrada ao meio ambiente (soluções que utilizem matrizes energéticas mais sustentáveis, contribuindo com a redução da emissão de gases causadores do efeito estufa na atmosfera de forma acessível;
_Promover a melhoria da qualidade dos transportes coletivos (soluções que otimizam custos e garantem qualidade, conforto e segurança no transporte coletivo para todos, em especial para mulheres, crianças e idosos); e
_ Ampliar o uso de dados da mobilidade urbana nas estratégias e decisões (soluções que permitam a utilização de dados sobre trânsito para planejamento e tomadas de decisões relacionadas à melhora da rede pública de transporte e desenvolvimento urbano, levando em conta a demanda local dos cidadãos.
Critérios
_Alinhamento com a Mobilidade Urbana| Negócios com soluções dentro da temática de mobilidade urbana, que tenham propostas para torná-la mais acessível, segura e/ou sustentável.
_Impacto socioambiental | Negócios capazes de causar e mensurar impacto socioambiental positivo por meio do produto/serviço principal e/ou na sua cadeia de valor.
_Maturidade | Negócios em fase de operação, tração ou escala.
_ Sustentabilidade financeira | Negócios que possuem visão sobre a sua sustentabilidade financeira, com indicadores atualizados, margens e projeções para o futuro.
_Resultados | Negócios que apresentam resultados recorrentes e cases de sucesso da solução aplicada.
_Visão dos sócios e da equipe | Sócios e equipe dispostos a trabalhar na busca por soluções para desafios da mobilidade urbana no Brasil. Além disso, pelo menos um sócio deve estar 100% dedicado ao negócio.
Entre os motivos para participar, os três finalistas receberão até R$ 75 mil para a implementação de projetos-piloto; conexão com uma forte rede de mentores e especialistas; apoio na validação do produto/serviço em parceria com um grande grupo do setor; suporte no engajamento com o setor privado, entendendo os desafios do relacionamento e os potenciais caminhos para a escala; e acompanhamento individualizado da Artemisia para aprimoramento do negócio, apoiando em todas as etapas do design e da execução do piloto.

Artigo anteriorLATAM reforça conexão com a música em vídeo-manifesto sobre o Rock in Rio Brasil 2022
Próximo artigoConcurso cultural da PETRONAS premiará vencedores com moto Royal Enfield customizada pela Shibuya Garage
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party. Twitter: @ThalesBrandao

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui