Início Notícias Adobe apresenta tendências para o marketing nos próximos anos

Adobe apresenta tendências para o marketing nos próximos anos

Levantamento divulgado no Adobe Summit Insights, evento de inovação, mostra também Audi UK, Prada, Real Madrid e Nike entre as marcas que saíram na frente e já estão testando inovações relevantes para os consumidores

405
0
Divulgação Adobe Douglas Montalvão, General Director Enterprise da Adobe para a América Latina, no palco do Summit Insights


Durante o Adobe Summit Insights, evento sobre inovação realizado no último dia 26 de abril, em São Paulo, a Adobe Experience Cloud em parceria com a GoAd apresentou um levantamento sobre as tendências no marketing digital para os próximos anos, reunindo as principais inovações citadas em grandes conferências internacionais como Adobe Summit, SXSW e CES.
Para Douglas Montalvão, General Director Enterprise da Adobe para a América Latina, a personalização da experiência do cliente em escala permeia as conversas entre líderes de todo o mundo. “Preço e produto são commodities, o diferencial competitivo das marcas é a jornada customizada dos consumidores nos múltiplos canais”, esclareceu.
Como exemplo, o evento trouxe cases de empresas dos mais diversos segmentos que estão liderando a hiperpersonalização e cresceram nos últimos dois anos graças ao uso de tecnologias. A Audi UK aumentou a velocidade da equipe em 50% no último ano com o uso da metodologia Garage da IBM iX e ampliou o número de clientes potenciais em 59%, enquanto as vendas de automóveis caíram 29% durante a pandemia, desenvolvendo experiências melhores para seus consumidores com o Adobe Experience Manager.
Já a Prada percebeu que as recomendações de produtos nos canais digitais orientadas por inteligência artificial geraram 50% mais engajamento em comparação com as não personalizadas. Como resultado, em 2021, 30% das vendas foram influenciadas por funcionários equipados com tecnologia digital.
Para o Real Madrid, o desafio era se conectar com os mais de 600 milhões de fãs ao redor do mundo, nos mais diversos canais e momentos. Com a tecnologia da Adobe Experience Cloud, o clube de futebol conseguiu criar experiências personalizadas por meio de conteúdo ágil tanto para os torcedores que estavam no estádio, quanto para os que estavam à distância ou já haviam visitado lojas físicas ou canais digitais.
O City National Bank que opera em um setor extremamente regrado e competitivo, obteve um crescimento de 108% na geração de leads, 224% a mais de experiências únicas entregues e 93% mais negócios fechados. “Para o banco, além da transformação digital, foi necessário apostar em uma revolução na cultura organizacional da companhia para suportar as mudanças contínuas na oferta de jornadas melhores para os clientes”, comenta o Fundador e Head de Insights do GoAd Media, José Saad.

Do físico ao metaverso
Como não podia ser diferente, o metaverso dominou os palcos e discussões mundo afora. Por isso, além de decodificar os principais conceitos sobre o assunto, o Adobe Summit Insights trouxe o case da Nikeland, experiência imersiva que a marca de artigos esportivos criou dentro do jogo eletrônico Roblox, onde os NFTs vendidos dentro do ambiente virtual são entregues fisicamente para os clientes.
“No final do dia, é sobre como experiências virtuais imersivas são capazes de criar conexões reais entre marcas e consumidores, gerando engajamento, consideração de marca e integração entre o mundo físico e online”, explica Saad.

Estratégia de negócios x transformação digital
A Manager of Customer Success Adobe Latam, Veruska Cicio, também subiu ao palco e comentou sobre os desafios complexos que as empresas enfrentam no processo de transformação digital. “A tendência de personalização das experiências dos usuários já é discutida no mercado há alguns anos. Então, por que algumas marcas ainda não conseguem entregá-las?”, questiona.
Para a executiva, as empresas ainda pecam na conexão entre a estratégia de negócios, investimento em tecnologia e mudança de cultura. “Por isso, a Adobe Experience Cloud se propõe a ser uma parceira das marcas, buscando entender a realidade de cada empresa não só para oferecer a tecnologia certa, como também orientar e treinar equipes para aproveitarem todo o potencial dos recursos”, conclui Veruska.

Artigo anteriorGrendene amplia receita de exportação no primeiro trimestre de 2022
Próximo artigoStellantis comemora sete anos de operações do Polo Automotivo de Pernambuco e 350 mil unidades produzidas do Jeep Compass
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party. Twitter: @ThalesBrandao

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui