Início Notícias Pinterest investe no combate à desinformação para as eleições no Brasil

Pinterest investe no combate à desinformação para as eleições no Brasil

Como preparação para as eleições em cada um desses países, o Pinterest lançou algumas medidas que incluem:

415
0


Antes das eleições deste ano no Brasil, França, Austrália e nas Filipinas, o Pinterest está apresentando uma nova forma dos usuários encontrarem ideias sobre o engajamento cívico no país. As pessoas usam o Pinterest para aprender algo novo, encontrar produtos para compra e descobrir ideias que tragam satisfação, seja uma nova receita, uma forma de criar um look ou de dar vida à mais nova tendência em beleza. E, embora a maioria das pessoas não acesse o Pinterest com o assunto “política” em mente, a plataforma pode ser um local para a busca de informações sobre as eleições ou sobre como votar.

O Pinterest tem o compromisso de oferecer um local mais acolhedor, saudável emocionalmente e “brand safe” para que as pessoas em geral, os criadores de conteúdo e as marcas possam colocar em prática toda a inspiração que tiverem.

Para cumprir a missão de inspirar as pessoas a criar uma vida que amam, a plataforma tem o compromisso de mostrar ideias inspiradoras, mas também de prevenir, identificar e impedir conteúdo nocivo, inclusive desinformação e discurso de ódio.

Como preparação para as eleições em cada um desses países, o Pinterest lançou algumas medidas que incluem:

Recomendações de pesquisa
Quando as pessoas pesquisarem termos como votar ou eleições, exibiremos uma recomendação de pesquisa com a seguinte mensagem: “Se você estiver procurando informações sobre as eleições de 2022, incluindo como e onde votar, acesse um site oficial.”. (Essa recomendação será exibida para os usuários no Brasil, França, Austrália e nas Filipinas. As fontes oficiais para as quais redirecionaremos os usuários incluem o Ministério do interior da França, a Comissão eleitoral da Austrália, a Comissão eleitoral das Filipinas e o Tribunal eleitoral do Brasil.)

Além do conteúdo eleitoral, a plataforma também exibe avisos de pesquisa por meio da função de pesquisa de especialistas quando os usuários procuram tópicos como “vacinas” ou “informações sobre Covid” que são preenchidos com conteúdo relevante e informativo por organizações terceirizadas.

Limitação de conteúdos relacionados às eleições

Quando o dia da eleição estiver próximo, sabemos que os ânimos ficarão mais exaltados, mas queremos que o Pinterest continue sendo um espaço de inspiração e positividade. É por isso que, quando estivermos nos aproximando das eleições, limitaremos as recomendações de pesquisa de conteúdo relacionado às eleições a alguns locais, como o feed inicial, os Pins relacionados, as notificações ou a área “mais ideias” dentro de uma pasta.

Sem exceções para figuras públicas
Nas Diretrizes da Comunidade, não há exceções para figuras públicas. Todos no Pinterest precisam seguir as mesmas Diretrizes da Comunidade, sem exceções. Se alguém publicar conteúdo que viole as políticas sobre desinformação, discurso de ódio, etc., a plataforma tomará as devidas providências, independentemente de a pessoa ser ou não uma figura pública.

Não monetizamos conteúdos relacionados a eleições
Desde 2018, a plataforma não aceita anúncios de campanhas políticas no Pinterest. Além disso, não monetiza conteúdo relacionado a eleições. Isso significa que não mostra nenhum anúncio quando procurar termos comuns relacionados às eleições, como nomes de candidatos, “locais de votação” e “voto”.

Atualização da política de desinformação cívica
O objetivo da plataforma é sempre deixar claro o tipo de conteúdo e publicidade que é permitido ou não no Pinterest. É por isso que trabalhamos para tornar nossa política de desinformação cívica muito abrangente e deixar claro que assumiremos uma postura firme contra qualquer conteúdo que possa interferir nas eleições ou na capacidade de alguém de votar.

As pessoas precisam de uma fonte de inspiração, e não há nada inspirador na disseminação de desinformação.

Artigo anteriorAudi do Brasil lança audiolivro no Dia Internacional da Mulher
Próximo artigoNo Dia da Mulher, Banco do Brasil lança movimento BB pra Elas
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party. Twitter: @ThalesBrandao

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui