Início Notícias Burger King Brasil cria campanha que propõe uma reflexão sobre a diferença...

Burger King Brasil cria campanha que propõe uma reflexão sobre a diferença salarial entre gêneros na mesma função e experiência

Campanha “Delivery de 267 anos” dá luz a realidade desproporcional para mulheres receberem a mesma remuneração que homens, ao mesmo tempo que reforça os compromissos ESG da companhia no Brasil

520
0


Conhecido por levantar temas sociais e culturalmente relevantes na sociedade, o Burger King Brasil anuncia essa semana o lançamento da campanha “Delivery de 267 anos”. A comunicação propõe a reflexão sobre a falta de equidade salarial entre homens e mulheres nas empresas e o papel que todos temos para resolver esse incomodo. Para evidenciar esta tensão social, nos últimos dias, os pedidos recebidos no Delivery próprio do Burger King Brasil (BK Delivery) apresentaram o prazo de espera de 267,6 anos para chegar até a casa dos consumidores, o mesmo intervalo previsto para a equiparação de salários (entre homens e mulheres) ser atingida no mundo – segundo o Global Gender Gap Report de 2021. Todo o filme da campanha é composto pelas reações de pessoas reais, personalidades e consumidores, ao se depararem com o tempo desproporcional retratado na ativação.

 

A Equidade Salarial é um tema presente na sociedade há muito tempo e merece atenção e espaço nos debates atuais. Hoje, segundo pesquisa do IBGE, mulheres ganham até 23% menos que os homens nas mesmas funções, e o Brasil é o 89º país no ranking de oportunidades econômicas para mulheres, segundo World Economic Forum. Embora essa diferença seja um problema global, o Brasil se destaca negativamente como um dos piores países nesse ranking de diferenças salariais, atrás inclusive de países como Jamaica, Paraguai e Nigéria.

A campanha é a primeira após o Burger King Brasil ter divulgado, no final do ano passado, seus compromissos públicos de ESG nos pilares de sustentabilidade “Nossa Comida”, “Nossa Pegada” e “Nossa Gente”. Ao final do filme, o consumidor é convidado a conhecer mais sobre o tema equidade na empresa e os compromissos assumidos publicamente, como por exemplo no que diz respeito a igualdade de mulheres na liderança do corporativo e dos restaurantes. Para mais informações acesse o link: https://burgerking.com.br/nossagente

Atualmente, o Burger King Brasil conta com aproximadamente 17 mil funcionários e tem 48% de sua liderança em seu escritório corporativo composta por mulheres e 51% de liderança feminina nos seus restaurantes. Uma consultoria global contratada, atestou não haver diferença salarial significativas entre os gêneros na companhia. Além disso, a companhia também possui o selo Women on Board, que reconhece às organizações que incentivam a presença de mulheres em conselhos administrativos ou consultivos, apoiado pela ONU Mulheres.

A campanha foi idealizada pela agência DAVID, com direção de criação de Renata Leão e produzida pela Sailor, cujo quadro de colaboradores participantes da iniciativa é 100% composto por mulheres. A campanha também contou com o apoio de Cristina Naumovs, consultora de criatividade e inovação que acompanhou todo o processo.

Para Juliana Cury, Diretora de Marketing & Inovação da BK Brasil, máster franqueada das marcas BURGER KING® e POPEYES® no País, essa é uma grande oportunidade para a marca seguir com o seu propósito de oferecer muito além do que os deliciosos sanduíches e sim, levantar e apoiar assuntos que permeiam a sociedade: “A idealização da campanha é uma forma de abrir caminhos e incentivar a sociedade a debater uma causa de extrema importância. Acreditamos que nosso papel como organização e marca é incentivar a reflexão acerca de um assunto tão essencial como é a equidade salarial de gênero”, conta a executiva.

“Os dados do Global Gender Gap Report 2021 mostram que isso é um grande engano. O fim está bem longe. Mas esforços como esses fazem, ao menos, ficar um pouco menos longe. Cobrar e lembrar constantemente é um dever de todos.” diz Renata Leão, ECD da DAVID.

Artigo anteriorEstúdios Flow afasta Monark após defender partido nazista; Marcas cancelam patrocínio com o programa
Próximo artigoFlow Podcast: Promotoria de Direitos Humanos investiga dano social em fala a favor de partido nazista
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party. Twitter: @ThalesBrandao

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui