Início Notícias Digital Porta dos Fundos satiriza atendimento robotizado em ação da Stone

Porta dos Fundos satiriza atendimento robotizado em ação da Stone

Esquete faz parte da campanha “menos banco, mais negócio”, lançada no começo do mês

298
0
Reprodução

No último dia 5, a Stone, empresa de tecnologia em serviços financeiros, lançou uma grande campanha com o mote “menos banco, mais negócio”, criada pelo Stone Lab em parceria com a Adventures. De lá para cá, além dos filmes publicitários em televisão aberta, diversas ações pipocaram provocando a burocracia desnecessária e um sistema arcaico e engessado. Agora, numa esquete bem humorada produzida pelo canal Porta dos Fundos, a fintech satiriza o modelo de atendimento ao cliente que deixa muito a desejar.

“A Stone nasceu com o objetivo de empoderar o pequeno e médio empreendedor brasileiro, que sempre reclamou do atendimento de um setor muito verticalizado e concentrado, praticamente sem concorrência”, explica Augusto Lins, presidente da companhia. “Por isso, focamos nas necessidades do cliente para oferecer o melhor serviço possível. Desde o início, mantemos uma equipe 100% própria, e sem máquinas, com atendimento humanizado ao cliente, porque entendemos que não podíamos terceirizar essas relações”, compara.

As mensagens retratam a estratégia da companhia de se posicionar como principal parceira do empreendedor brasileiro, com um atendimento diferenciado e uma oferta completa de serviços que facilitam a vida dele. “O tempo é um ativo escasso e nós sabemos que para quem empreende, principalmente, ele significa a saúde do próprio negócio”, diz Lins. Na Stone, as ligações são atendidas em até cinco segundos e mais de 90% dos casos são solucionados na primeira chamada.

A esquete vai ao ar poucos dias depois do lançamento – e do sold out – do kit de Chás de Cadeira, com três sabores inspirados nas maiores esperas e dores dos empreendedores em relação aos serviços bancários, e da volta por cima da Judite, personagem inesquecível do próprio Porta que, em mais uma ação da Stone, ganhou na justiça o direito de resposta nas redes sociais do humorista Fábio Porchat. “Queremos mostrar os inconvenientes de alguns processos e situações, porque nosso objetivo é facilitar o acesso a um serviço simples, rápido e de qualidade. Queremos estabelecer uma relação de confiança com o lojista para contribuir com a democratização dos meios de pagamento e dos serviços financeiros no País”, completa Lins. 

Artigo anteriorMcCann Worldgroup anuncia Alex Lopez como CCO Global
Próximo artigoEinstein lança campanha para celebrar o Dia Mundial do Coração
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui