Início Notícias Som Livre lança primeiro podcast institucional “O Som do Meu Orgulho”

Som Livre lança primeiro podcast institucional “O Som do Meu Orgulho”

Conteúdo traz a música como uma das principais ferramentas no processo de autoaceitação da comunidade LGBTQIAP+ em roda de conversas com as cantoras Luiza Martins, Kynnie, Jecy e Marô

233
0
A apresentadora Marcela Mc Gowan com as cantoras Jecy, Luiza Martins, Kynnie e Marô/ Divulgação Som Livre


Em celebração ao mês da representatividade LGBTQIAP+, a Som Livre lança mais uma ação da campanha de diversidade da gravadora, convidando artistas e também o público a mergulhar no tema e dividir suas experiências. O primeiro podcast institucional da gravadora, “O Som do Meu Orgulho”, traz a música como uma das principais ferramentas no processo de autoaceitação da comunidade LGBTQIAP+. Com apresentação da influenciadora digital e especialista no tema, Marcela Mc Gowan, o podcast acontece em uma roda de conversas com as cantoras Luiza Martins, Kynnie, Jecy e Marô. O conteúdo do programa se desdobrou em 6 pílulas, foi gravado no estúdio da gravadora no Rio de Janeiro e já se encontra disponível na íntegra no YouTube e no Spotify e também com trechos no Reels, dos perfis oficiais da Som Livre.

Com o intuito de gerar visibilidade para a causa e amplificar essas vozes representadas pelas artistas LGBTQIAP+ da Som Livre, com suas respectivas experiências e mensagens para o mundo, o podcast “O Som do Meu Orgulho” abordou dentro do tema conversas como descoberta sexual, estereótipos, relacionamentos abusivos, vulnerabilidade, autoestima, representatividade e inspirações na música, desafios na indústria musical, posicionamento, papel da influência e suas responsabilidades, entre outros. Descrição completa de cada episódio abaixo.

Convidada especialmente pela Som Livre para ser a apresentadora do podcast “O Som do Meu Orgulho”, Marcela Mc Gowan fala sobre o convite e a importância de gerar debates sobre a causa: “Pra mim foi muito especial participar do podcast, sobretudo pela ação que representa. É muito importante poder ver uma mobilização do mercado em trazer consciência, em se engajar realmente no Mês do Orgulho, não só de maneira superficial, mas promovendo conteúdos e discussões. A Som Livre deu espaço para os artistas LGBTQIAP+ da casa se mostrarem, se expressarem… É uma forma das pessoas conhecerem os artistas além da música, saberem suas experiências e vivências. Foi um prazer escutar as meninas e ter essa conversa aberta, sou muito grata à Som Livre pelo convite”.

Pollyana de Moraes, Gerente de Marketing e Comunicação da Som Livre, fala sobre o lançamento do podcast, que faz parte das iniciativas de diversidade da empresa: “O orgulho da comunidade LGBTQIAP+ é uma conquista em construção e um legado de gerações. A música não poderia ficar de fora desse processo. Ela tem um papel importante como trilha sonora da jornada de autoaceitação e de celebração do ‘Eu Me Amo e Me Orgulho’ de cada indivíduo. A partir da música, queremos promover o diálogo sobre diversidade, tanto dentro da Som Livre, quanto fora. Por isso convidamos mulheres maravilhosas como as artistas LGBTQIAP+ da casa, Kynnie, Jecy, Marô e Luiza Martins, que junto à Marcela Mc Gowan, contaram no nosso podcast mais sobre suas vivências, experiências e opiniões”.

A cantora Kynnie fala sobre sua participação e a experiência com as ações da gravadora: “Pra mim foi muito gratificante ter sido convidada para esta iniciativa da Som Livre, que é uma casa que me acolheu, onde eu pude lançar as minhas músicas e ser muito bem representada. Pude aprender, contribuiu pro meu conhecimento e até mesmo para minhas próximas músicas que serão compostas. É uma iniciativa linda e acredito que isso deveria ser um marco na agenda da Som Livre, que a gente possa alcançar esse trabalho lindo que a gente tá fazendo em outros momentos também, não só nesse mês de junho, mas no ano todo”.

Também parte das ações de celebração da data, a gravadora promoveu, em um evento presencial no início do mês de junho (dia 09), um bate-papo aberto com a presença do Comitê de Diversidade da Som Livre, composto por funcionários da gravadora, e convidados especiais como a cantora Kynnie, o criador de conteúdo e especialista no tema Thiago Peniche, o jornalista, fundador e CEO do Popline Flavio Saturnino e o psicólogo Leonardo Alves. Com o intuito de gerar visibilidade para a causa e inspirar outras pessoas, foram captados durante o evento depoimentos do público presente sobre suas experiências com a música e o processo de autoaceitação, que se desdobrarão em pílulas para o Reels da Som Livre no Instagram. Após o debate de ideias, Kynnie embalou o palco do estúdio da Som Livre, no Rio de Janeiro, com suas músicas repletas de empoderamento e representatividade, como “Simples Assim”, “Linda, Chique, Sexy & Braba” e “Alucinação”.

Podcast institucional Som Livre “O Som do Meu Orgulho”

Plataformas: YouTube, Spotify e Reels

Ep.1: A apresentadora Marcela Mc Gowan e as convidadas Luiza Martins, Kynnie, Jecy e Marô falam sobre influências que tiveram desde suas infâncias até a juventude. Conversam sobre a estereotipagem do LGBTQIAP+ desde muito jovem, e suas descobertas em relação à orientação sexual.

Ep.2 : A música faz parte da história de cada um, e sabendo disso, as convidadas falam sobre as suas referências artísticas e musicais – e também explicam como, através de suas letras e composições, buscam transmitir a mensagem de representatividade e liberdade de expressão para outras pessoas.

Ep.3: Importância da representatividade, militância e discussões acerca da temática LGBTQIAP+. Luiza, Jecy, Kynnie, Marcela e Marô falam sobre a importância e a responsabilidade de estarem em destaque na mídia e, muitas vezes, serem consideradas espelhos para outras pessoas.

Ep.4: Performances de gênero, preconceitos e vulnerabilidade. Esses são os pilares que baseiam a conversa neste quarto episódio – no qual as convidadas dividem experiências próprias e opiniões sobre toda a sensibilidade do tema.

Ep.5: As convidadas exemplificam e contam quais são suas inspirações musicais, discutem composições e o posicionamento nas músicas. O quinto episódio do podcast “O Som do Meu Orgulho” vem cheio de descobertas, influências e referências.

Ep.6: Finalizando toda temática que permeia “O Som do Meu Orgulho”, as convidadas encerram o papo, com muito carisma e bom-humor, resumindo toda a importância da representatividade na prática.

Artigo anteriorAdria investe em campanha 360º focada na linha Grano Duro
Próximo artigoRenault confirma investimento de R$ 2 bilhões no Brasil
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party. Twitter: @ThalesBrandao

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui