Início Notícias Terra lança nova vertical para aprofundar discussões sobre diversidade

Terra lança nova vertical para aprofundar discussões sobre diversidade

“Terra Nós” reúne jornalistas diversos e colunistas com grande alcance nas redes sociais para produzir conteúdo em diferentes formatos

336
0


Para ampliar os debates sobre diversidade com a sociedade, o Terra pega carona no Dia Internacional da Mulher para lançar “Terra Nós” uma nova vertical de conteúdo 100% voltada para despertar reflexões e combater discriminações. O novo hub de conteúdo dará visibilidade às pautas de pessoas que sofrem com a exclusão social pelo simples fato de serem o que são, em iniciativa que busca priorizar um jornalismo plural, inclusivo e acessível.

Dia a dia a nova vertical vai promover discussões sobre os desafios inerentes a diferentes grupos — mais intensamente em seis territórios: mulher, pessoas negras, indígenas, pessoas com deficiência, LGBTQIAP+ e 50+. Com o lançamento, o Terra amplia sua atuação atento ao interesse do público brasileiro. No Portal, a audiência de temas ligados a diversidade cresceu mais de 140% desde 2016. “Com Terra Nós, assumimos uma posição mais enfática nesse território, contribuindo para evidenciar uma visão de mundo mais diversa e inclusiva. Nosso objetivo é amplificar o que se fala sobre o tema, com a promoção de debates profundos, que levem a reflexão sobre os preconceitos e que contribuam para que as pessoas falem disso com propriedade em qualquer conversa, seja em família ou amigos”, explica Claudia Caliente, diretora do Terra.

Um dos diferenciais da nova vertical é garantir a produção de conteúdo proprietário por uma redação com Lugar de Fala. “Terra Nós” também conta com um grupo representativo de colunistas ligados à diversidade, com forte presença nas redes sociais, trazendo conteúdos especialmente criados, seja em artigos, vídeo-colunas, webséries, stories e podcasts.

Entre os colunistas, está Txai Suruí, fundadora do Movimento da Juventude Indígena de Rondônia e a única brasileira a discursar na abertura oficial da Conferência da Cúpula do Clima (COP26), em 2021. Além dela, as escritoras Cris Guerra e Joice Berth, o influenciador digital Luã Andrade, criador da página Escurecendo Fatos, Márcia Rocha, primeira advogada trans a ter o nome social reconhecido pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), onde é conselheira, e Natália dos Santos, primeira apresentadora de TV com deficiência visual do Brasil.

Outro destaque para atuação ao tema de diversidade está ligado à acessibilidade dos conteúdos do Terra, com o investimento em ferramentas para garantir que todos os conteúdos presentes estejam acessíveis a todos os públicos. Hoje, com seu layout baseado em WCAG (Web Content Accessibility Guideline), o Portal já oferece a possibilidade da leitura em modo noturno e plugin de leitura em áudio. Mas ainda serão implantadas outras mudanças, como o uso de um player de vídeo com legendas automáticas, uso do tradutor em libras para todas as matérias e uso do “Para Cego Ver” nas redes sociais do portal.

“Terra Nós”- conteúdo de diversidade, feito por gente diversa, para amarrar e desatar NÓS.

Artigo anteriorNatura ativa curso no WhatsApp que apoia mulheres a romperem ciclo de violência
Próximo artigoLEW’LARA\TBWA e DCODE lançam estudo inédito sobre a percepção ESG das marcas do ponto de vista do consumidor
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party. Twitter: @ThalesBrandao

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui