Início Notícias Huggies® anuncia mãe empreendedora que ganhará aporte de R$ 100 mil para...

Huggies® anuncia mãe empreendedora que ganhará aporte de R$ 100 mil para acelerar seu negócio

O aplicativo Pulpa, da Erica Fran Fonseca, tem como objetivo organizar as finanças das crianças e poupar dinheiro de forma segura e colaborativa;

364
0


Huggies®, marca da Kimberly-Clark com solução completa para cuidados infantis, anunciou na noite da última quinta-feira (9) a mãe empreendedora que teve o projeto com foco em desenvolvimento infantil vencedor do Programa de Aceleração Pulse 10 Pequenos Grandes Passos – iniciativa em parceria com a B2Mamy, primeira empresa de educação e pesquisa que capacita e conecta mães ao ecossistema de inovação e tecnologia. O aplicativo Pulpa, liderado por Erica Fran Fonseca, focado em guardar dinheiro e organizar as finanças para as crianças de forma segura e colaborativa, foi escolhido pela banca de jurados como o projeto que receberá o aporte de R$ 100 mil da marca.

O anúncio foi feito por meio de uma transmissão online e ao vivo pelo YouTube da B2Mamy, com participação da apresentadora e empreendedora Rafa Brites como mestre de cerimônia. Durante o evento, chamado de “Demo Day”, as dez mães finalistas fizeram uma breve apresentação de seus projetos, e uma banca julgadora, composta por Lídia Cabral, Gerente de Customer Experience da Kimberly-Clark e Henrique Melo, Gerente de Marketing de Huggies® no Brasil, selecionou o projeto vencedor, o app Pulpa.

Focado no desenvolvimento infantil, um dos requisitos para a participação no Programa de Aceleração Pulse 10 Pequenos Grandes Passos por estar conectado com a atuação de Huggies, o Pulpa existe desde 2020 e tem como propósito guardar dinheiro para crianças de forma segura e colaborativa.

Para a empreendedora Erica, que está à frente do projeto vencedor, iniciativas como a de Huggies incentivam que mães não desistam de seus projetos e do sonho de empreender. “Ser mãe e empreendedora não é uma tarefa fácil. Por isso, é importante esse apoio e ações concretas como a de Huggies que, de fato, ajudem nessa preparação e capacitação. E saber que tenho ao lado uma marca que, assim como eu, pensa e trabalha para o desenvolvimento infantil, me impulsiona a seguir em frente e inspirar outras mães”.

Entre os dez projetos e ideias finalistas, estavam: Alô Babá, liderada por Renata Simonetti; Amiga Cegonha, da Débora Valetim;  Baby Concierge, da Isis Ourivio; Goodi Colares Mordedores, da Ana Amélia Nobre Fortin; IGLOO, da Annalisa Godoy; Kids2Gether, da Nathália Gomes; MentoraKids, da Daniela Caramore; POPPINS micro-schools, da Marcella Cohen;  Pulpa, da Erica Fran Fonseca; e São Paulo Para Crianças, da Priscila Negrão.

Henrique Melo, gerente de Huggies, reforça que a iniciativa Pequenos Grandes Passos é emblemática por contribuir com o sonho de uma mãe, de ter seu negócio acelerado, além de estar ligada ao propósito da marca, que é ter uma atuação voltada para a jornada das famílias com seus bebês e crianças, incentivando o desenvolvimento infantil.

“Huggies atua há mais de duas décadas no Brasil com o objetivo de facilitar a jornada das famílias com seus bebês, oferecendo um portfólio de produtos inovadores e essenciais para os cuidados com os pequenos. E num momento em que muitas mães perderam o emprego, como mostram pesquisas, ou optaram por empreender para estarem mais perto dos filhos, temos que colaborar com ações relevantes para apoiar e incentivar o empreendedorismo materno e ao mesmo tempo beneficiar bebês e crianças. E, assim como nós, as mães que participam desta jornada do programa também trabalham com foco no desenvolvimento infantil”, destaca o executivo.

“É muito especial que a turma 10 do nosso programa de aceleração tenha tido a chance de receber um investimento de R$100 mil reais da Huggies para desenvolver sua empresa. Acreditar em negócios liderados por mães passa também por possibilitar o acesso ao capital”, diz Dani Junco, fundadora e CEO da B2Mamy.

A iniciativa, desenvolvida pela agência de PR PROS, está conectada à estratégia de lançamento de Huggies Supreme Care Fralda Roupinha com tecnologia Xtra-flex. A fralda,  com canais em formato de X, absorve melhor o xixi por toda a fralda e evita que ela fique cheia entre as perninhas. O resultado é uma fralda com cintura elástica mais macia que se ajusta sozinha ao corpo do bebê, oferecendo ainda mais conforto, liberdade e flexibilidade para o desenvolvimento dos pequenos.

 

JORNADA PEQUENOS GRANDES PASSOS 

Em outubro, logo após o período de inscrições, uma banca de avaliação do Programa de Aceleração Pulse 10 Pequenos Grandes Passos selecionou 50 negócios e ideias, das regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste, que envolveram as áreas de educação, brincadeiras, alimentação, entre outras. As 50 mães receberam mentorias especializadas, incluindo desafios, dicas e tendências, totalizando 20 horas de conhecimento na chamada Trilha I.

A segunda etapa da iniciativa, ou Trilha II, reuniu dez mães finalistas selecionadas, que passaram por um preparo ainda mais intenso e especializado, em que foram abordados temas como precificação, marketing digital, vendas e questões legais. As empreendedoras assistiram ao total de 58 horas de mentoria. Dani Junco (cofundadora e CEO da B2Mamy), Amanda Graciano, head de startups do Google, Jaqueline Lamente, coordenadora de projetos da Natura, Fernanda Travesso, COO da Wishe Capital – hub de inovação, e Fernanda Fórmica, gestora de aceleração da Liga Ventures, foram alguns dos nomes de especialistas que lideraram as mentorias.

“Considerando o momento atual, a iniciativa de aceleração com o apoio de Huggies vem em ótima hora, com um aporte importante para o desenvolvimento do projeto vencedor. Além disso, toda a jornada de cursos e mentorias ajudou a preparar ainda mais as 50 mães que participaram do programa,”, diz Bianca Levy, COO e head de aceleração da B2Mamy.

O Brasil possui cerca de 13 mil startups, e apenas 4,7% delas foram fundadas exclusivamente por mulheres, revela o instituto Distrito Dataminer, em pesquisa deste ano, feita junto à B2Mamy e Endeavor. Além disso, entre as mães com filhos pequenos, 39% perderam o emprego e 52% perderam a renda. As mães foram 16% mais demitidas, e suas famílias perderam 21% mais renda do que a média das mulheres ouvidas pela startup Famivita, que realizou a pesquisa com 7.500 mulheres em seu site, entre 27 e 28 de julho de 2020 – o Estado do Amazonas foi o líder nas perdas de emprego por mulheres, totalizando 61% delas.

Para mais informações, acesse o site www.b2mamyeplace.com.br/huggies-pequenos-grandes-passos.

Artigo anteriorVedacit anuncia novo executivo de marketing
Próximo artigoVW e Governo do Paraná lançam “Hospital Digital” do Erasto Gaertner
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party. Twitter: @ThalesBrandao

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui