Início Notícias No Mundo da Bola, da TV Brasil, é um dos três programas...

No Mundo da Bola, da TV Brasil, é um dos três programas esportivos mais admirados da TV aberta

Mesa redonda dominical concorre ao Prêmio Os +Admirados da Imprensa Esportiva

217
0
Credito: Fernando Chaves TV Brasil

O programa esportivo No Mundo da Bola, atração semanal da TV Brasil, é um dos três finalistas da categoria televisão aberta no Prêmio Os +Admirados da Imprensa Esportiva. O anúncio foi feito pelo Jornalistas&Cia e Portal dos Jornalistas, que organizam a iniciativa, nesta sexta-feira, dia 24 de setembro.

O jornalista Sergio du Bocage apresenta a mesa redonda transmitida aos domingos, ao vivo, às 21h, com a participação dos comentaristas titulares Marcio Guedes e Luiz Ademar. A produção recebe atletas, ex-jogadores, técnicos e jornalistas. Enquetes semanais estimulam a interação com o público.

O resultado final com o campeão de cada uma das 21 categorias será conhecido a partir de 18 de outubro nas redes sociais da organização. O No Mundo da Bola disputa o prêmio na categoria “Programa – TV Aberta” com o Cartão Verde (TV Cultura) e o Esporte Espetacular (Globo).

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) recebeu três indicações ao Prêmio Os +Admirados da Imprensa Esportiva. Além do programa No Mundo da Bola, dois jornalistas foram classificados para o segundo turno do concurso. Os profissionais Igor Santos e Marcelo Brandão concorreram na categoria “Jornalista – Regional Centro-Oeste”, respectivamente pela Rádio Nacional e pela TV Brasil.

Emoção pelo reconhecimento

Para o apresentador Sergio du Bocage, essa conquista do No Mundo da Bola é gratificante. “Fiquei muito feliz. Estar entre os finalistas já me enche de orgulho e gratidão. Os concorrentes eram (e são) todos excelentes, e chegar a esse estágio é uma vitória pra gente. Muito, muito obrigado. A cada um que faz o programa, incluindo o público que nos assiste e contribui para tudo dar certo no ar”, comemora.

Bocage está há 34 anos na emissora pública desde a época da TV Educativa do Rio de Janeiro. Ele recorda quando foi convocado para conduzir o debate esportivo de domingo do canal após o amigo Januário de Oliveira, apresentador titular na época, sofrer um infarto. “Fui chamado às pressas, no dia 20 de setembro de 1987 e apresentei pela primeira vez a mesa redonda da TVE, o Esporte Visão”, lembra.

Dono de bordões inesquecíveis que marcaram época, Januário de Oliveira é uma das personalidades da crônica esportiva que integrou a bancada do programa que já teve várias nomenclaturas e jornalistas. Um dos profissionais lembrados sempre pela equipe é o saudoso Alberto Léo, que faleceu em junho de 2016 e foi homenageado ao dar nome à redação de esportes da EBC. Além da TV Brasil, ele construiu uma carreira marcante pela Bandeirantes e Manchete.

O experiente comentarista titular Marcio Guedes destaca a perspectiva que diferencia o No Mundo da Bola. “Aqui na TV Brasil o esporte sempre foi considerado uma questão de educação e cultura”, afirma o veterano com cinco décadas de jornalismo esportivo e passagens históricas por Manchete e ESPN.

Ele analisa as transformações desse modelo de produção. “A mesa redonda, nome antigo e consagrado dos programas esportivos dominicais mesmo que hoje já não tenham mesas, muito menos redondas, já é uma tradição na emissora. Com muitos nomes e participantes diferentes chegamos até o formato atual com a apresentação do meu amigo e brilhante profissional Sergio du Bocage”, opina.

“Conseguir um destaque em meio a dezenas de programas é de certa forma uma recompensa pelo trabalho que nos dá tanta satisfação na comunicação esportiva. Ficamos honrados e com a promessa de que faremos sempre o melhor possível”, completa Marcio Guedes.

Comentarista fixo da atração há poucas semanas, o jornalista Luiz Ademar participa do papo direto de São Paulo. “Cheguei agora, mas já tinha participado como convidado. É um reconhecimento ao trabalho coletivo da equipe de esportes da TV Brasil. Fico honrado em fazer parte desse time”, celebra.

Luiz Ademar agradece a acolhida e ressalta a qualidade do trabalho. “Tem muita união e empenho para trazer bons entrevistados e personagens. Sempre tem troca de opiniões, ideias e discussões sobre a enquete. Acompanhamos o que acontece no universo esportivo durante a semana pela programação da Rádio Nacional e pelo programa Stadium, também da TV Brasil”.

Editor-chefe do No Mundo da Bola, Marcos Alcântara corrobora essa visão ampla e profunda que é feita no canal. O profissional comenta a proposta do debate semanal. “A meta principal é informar o que acontece no esporte com bola. Aliás, esse é o título do programa”, explica.

Ele completa o raciocínio. “Mostramos as opiniões de jornalistas de todas as partes do país falando de todos os assuntos. Sem priorizar informações por importância de audiência. Na verdade, a ideia é difundir democraticamente a força do futebol aqui e no mundo ouvindo comentaristas de todas as gerações”, conclui Marcos Alcântara.

Sobre o Prêmio Os +Admirados da Imprensa Esportiva

O Prêmio Os +Admirados da Imprensa Esportiva aponta os profissionais, programas e veículos mais lembrados da área. O concurso é promovido pelo Jornalistas&Cia e Portal dos Jornalistas com parceria de 2Toques Assessoria em Comunicação Esportiva, do canal LiveSports e do I’Max, além do apoio institucional da Associação de Cronistas Esportivos do Brasil (Aceb).

Entre os profissionais, 25 foram eleitos entre os 230 que se classificaram para o segundo turno em 15 categorias. Já no âmbito dos programas e veículos, 18 venceram entre os 72 que concorreram a seis categorias distintas. Em agosto, o prêmio apontou os profissionais e produções finalistas que foram considerados os principais da cobertura esportiva do país.

Ao todo, foram indicados mais de 400 profissionais e aproximadamente uma centena de veículos e programas que passaram por votação em dois turnos até esse resultado. Os organizadores divulgaram os três +Admirados em cada uma das 21 categorias: Locutor (Rádio e TV), Comentarista (Rádio e TV), Repórter (Rádio, TV, Impresso e Digital), Repórter de Imagem (Fotógrafo e Cinegrafista), Jornalistas Regionais (Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste e Norte), Programas (Rádio, TV Aberta e TV por Assinatura), Veículos (Impresso e Digital) e Podcast, e os TOP 25 na categoria jornalista nacional.

Histórico do No Mundo da Bola

Sempre ao vivo, aos domingos, às 21h, com uma hora de duração, o No Mundo da Bola recebe convidados para uma conversa descontraída sobre os principais resultados esportivos da semana, com destaque para o futebol.

Apresentado por Sergio du Bocage com os comentaristas titulares Marcio Guedes, no estúdio no Rio, e Luiz Ademar, direto de São Paulo, a tradicional mesa redonda traz uma enquete que conta com a participação de analistas convidados, telespectadores e comentaristas a cada semana.

Em mais de 30 anos, o programa passou por diversas mudanças. A produção surgiu como “Esporte Visão” ainda na TV Educativa do Rio de Janeiro. Depois, entre o fim da década de 1990 e o início dos anos 2000 passou a se chamar “Debate Esportivo”. Em curto período, teve o título de “Ataque” até que em 2002 volta ao nome original com redação diferente: “EsporTVisão”.

Pela bancada já passaram grandes nomes da crônica esportiva brasileira como os saudosos Achilles Chirol; Alberto Léo; Luiz Mendes, o “comentarista da palavra fácil”; e Januário de Oliveira, ex-narrador que criou vários bordões que estão na memória afetiva dos torcedores de futebol.

Desde 16 de junho de 2013, entra no ar como “No Mundo da Bola”. A expressão remete aos melhores tempos do radiojornalismo esportivo, pois é um dos programas mais tradicionais da Rádio Nacional do Rio de Janeiro. Ele foi criado em 1930 sob o comando do locutor esportivo Antônio Cordeiro.

Inclusiva, a atração oferece recursos de acessibilidade com a interpretação dos conteúdos na Língua Brasileira de Sinais (Libras) desde setembro de 2021. Nos últimos anos, passou por transformações e chegou a ter uma segunda edição semanal, nas noites de segunda, durante um período, em 2019.

A mesa redonda também inovou com a estreia de séries e o lançamento de quadros temáticos a partir do mesmo ano. Destaque para as entrevistas exclusivas com ex-jogadores, técnicos, jornalistas e profissionais do esporte nos especiais “Os Setentões” e “No Álbum da Bola”. Artistas e personalidades de outras áreas do saber participaram do “Bate-Bola”.

Outra ação relevante ocorreu quando o No Mundo da Bola aderiu a diversas campanhas mensais de conscientização. O programa incluiu uma fita em sua identidade visual ou mesmo alterou a cor da marca na telinha para a respectiva tonalidade como durante o Novembro Azul.

A tradicional mesa redonda é transmitida pela TV Brasil e emissoras afiliadas que integram a Rede Nacional de Comunicação Pública (RNCP). A produção esportiva ainda pode ser acompanhada pelas redes sociais do canal público.

Ao valorizar a interação com o público, o No Mundo da Bola garante esse contato através do Facebook, por onde também é transmitido no perfil em http://www.facebook.com/tvbrasil. O público ainda pode mandar mensagens de texto pelo WhatsApp para o número (21) 97148-9270. Os conteúdos são lidos e até comentados no ar, ao vivo, durante a atração.

Produções esportivas do canal público

A TV Brasil tem tradição em realizar atrações esportivas. Além do semanal No Mundo da Bola, a emissora exibe o Stadium de segunda a sexta, ao vivo, às 19h40. Apresentado pelos jornalistas Paulo Garritano e Marília Arrigoni, o programa se diferencia pela abordagem analítica e por trazer pautas mais apuradas.

A produção investe em reportagens especiais e destaca conteúdos que são pouco abordados na cobertura da mídia comercial. Assim, a proposta do Stadium é valorizar o esporte amador, além de abrir espaço para modalidades olímpicas e paralímpicas.

O noticiário especializado que sucede o telejornal Repórter Brasil na programação diária do canal também busca fomentar a inclusão. Desde 2016, o Stadium promove mais acessibilidade na telinha ao levar ao ar a interpretação dos conteúdos na Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Considerado um dos programas esportivos mais longevos da televisão brasileira, está no ar há mais de 40 anos, desde 1977, primeiro na TV Educativa do Rio de Janeiro e, desde 2008, na TV Brasil, emissora pública que a sucedeu.

A revista eletrônica já foi transmitida diariamente, chegou a ser semanal e, em novembro de 2016, voltou a ser diária. A atração faz parte da história do esporte nacional ao acompanhar a trajetória de novos talentos desde as categorias de base e apresentar a cobertura sobre nomes consagrados.

O Stadium busca mostrar, sob a perspectiva do interesse público, as atividades que movimentam o mundo do esporte. Confere visibilidade para atletas que ainda não têm reconhecimento, mas que representam grandes promessas de conquistas para o país.

O programa também conta com um time de repórteres, atletas, técnicos e comentaristas. A produção aborda esportes de todas as modalidades, dos radicais aos de aventura, passando pelos olímpicos e paralímpicos, com um olhar atento para a formação das novas gerações.

Ao vivo e on demand

Acompanhe a programação da TV Brasil pelo canal aberto, TV por assinatura e parabólica. Sintonize: tvbrasil.ebc.com.br/comosintonizar.

Seus programas favoritos estão no TV Brasil Play, pelo site play.ebc.com.br ou por aplicativo no smartphone. O app pode ser baixado gratuitamente e está disponível para Android e iOS. Assista também pela WebTV: tvbrasil.ebc.com.br/webtv.

Artigo anteriorTriumph no filme do agente 007
Próximo artigoTIM renova patrocínio ao time de basquete do Flamengo
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui