Início Notícias Kellogg cresce dez vezes mais que o ritmo do mercado na categoria...

Kellogg cresce dez vezes mais que o ritmo do mercado na categoria de salgadinhos

Companhia aumentou também sua participação nas categorias cereal matinal, biscoitos e bebidas em pó. Desempenho foi catalisado por Pringles® e Cheez-It®

198
0

Em 2021, a indústria brasileira de alimentos e bebidas deve crescer acima de 3% em vendas reais, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA). No ano passado, o setor registrou crescimento de 12,8% em faturamento em relação a 2019, atingindo R$ 789,2 bilhões.

Acompanhando o bom momento da indústria, a Kellogg Brasil também cresceu, mas acima do mercado em três categorias: cereal matinal, biscoitos e salgadinho. O destaque fica por conta deste último. Enquanto a categoria registrou crescimento próximo dos dois dígitos, a multinacional chegou bem próxima dos três dígitos – aumento quase dez vezes superior ao do mercado nacional. A Kellogg também aumentou sua participação em bebidas em pó, apesar de verificado um decréscimo no mercado total desta categoria.

“A Kellogg tem uma estratégia global bastante clara de buscar crescimento em mercados como o brasileiro. Crescemos em função do investimento fabril e na aposta de trazer grandes marcas já consagradas fora do país”, afirma Alberto Raich, vice-presidente e gerente geral da Kellogg no Brasil. “Pringles® e Cheez-It® são os principais exemplos disso, primeiro porque Pringles teve uma estratégia de produção local desde 2019 e uma distribuição com equipe própria nos mercados mais relevantes da empresa, mas também com parceiros, além do recente lançamento de um dos mais emblemáticos snacks de nosso portfólio global, o Cheez-It.”, conclui o executivo.

Em 2016, a companhia americana comprou a empresa Parati, junto com seu parque fabril, localizado em São Lourenço do Oeste – Santa Catarina. A fábrica recebeu um aporte de cerca de US$ 100 milhões, que possibilitou a produção local de diversas marcas do seu portfólio, incluindo Pringles® e Cheez-It®.

Lançado no Brasil em abril, Cheez-It® é a maior marca de salgadinho de queijo dos EUA. Fabricado em solo brasileiro, o produto é parte de uma estratégia para atrair o público jovem adulto e conta com ingredientes locais, adaptados ao paladar do consumidor local.

Já Pringles®, uma das marcas mais famosas do portfólio da companhia, dobrou sua participação de mercado no Brasil em 2020 e tem como meta continuar crescendo em 2021 para, ao final de 2022, assumir a liderança da categoria de salgadinhos de batata. Desde 2018, Pringles® também passou a ser produzida na fábrica brasileira, um dos trunfos para aumentar a competitividade da Kellogg no Brasil. Outra estratégia da marca foi desenvolver sabores exclusivos para o consumidor brasileiro como, por exemplo, Pringles® Churrasco.

Outro exemplo de inovação foi a entrada de Sucrilhos® na categoria de biscoitos. Em 2020, foi lançado o Biscoito Sucrilhos® e, neste ano, a aposta da marca foi nos Cookies Sucrilhos®. Os formatos foram pensados para ampliar as opções de consumo que vão além do café da manhã, quando o tradicional cereal costuma ser consumido.

Artigo anteriorESPN promove o futebol internacional com a campanha “Rota das Taças”
Próximo artigoAssaí Atacadista ativa ação promocional com sorteios de mais de R$ 7 milhões em prêmios
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui