Início Notícias Toyota registra quase 25 mil unidades exportadas nos cinco primeiros meses do...

Toyota registra quase 25 mil unidades exportadas nos cinco primeiros meses do ano

Com todos os modelos produzidos no Brasil sendo exportados para países da região, operação brasileira se consolida como importante base exportadora

203
0
Divulgação

Para a Toyota do Brasil, 2021 sinaliza leve recuperação do setor automotivo, após os mais desafiadores cenários ao longo de 2020, com a chegada da pandemia. As exportações da subsidiária brasileira da marca indicam a tendência, com os países da América Latina e Caribe que adquiriram, nos primeiros cinco meses deste ano, 24.320 unidades dos modelos Etios, Yaris, Corolla e Corolla Cross produzidos no Brasil, que representam um volume 18%  maior que em igual intervalo de 2019, antes, portanto, da pandemia.

Dois motivos principais colaboram para este desempenho no comércio internacional em 2021: o fortalecimento e manutenção das estruturas operacionais de Indaiatuba e Sorocaba (ambas no Estado de SP) alicerçadas no plano de crescimento sustentável de toda região, e o posicionamento e oferta de um portfólio de produtos adequado ao cliente latino-americano.

O compacto Etios, produzido na planta de Sorocaba, mantém-se forte no interesse dos consumidores da região e alcançou quase 10 mil unidades exportadas. O Corolla sedã, fabricado na planta de Indaiatuba, contabilizou mais de 5 mil carros entregues em território estrangeiro, enquanto o Yaris chegou a mais de 4,5 mil. 

O portfólio se tornou ainda mais completo com a chegada do novo Corolla Cross, primeiro SUV fabricado no Brasil e também disponível com conjunto híbrido. Com mais de 4 mil veículos exportados em apenas três meses, o novo utilitário teve papel importante na retomada ao expandir a presença da Toyota do Brasil para 22 países da América Latina e Caribe. Com isso, a subsidiária brasileira passou a ser a maior base exportadora de Corolla Cross no mundo. 

“Temos o desafio e o objetivo de reforçar nossas operações na América Latina e tornar Brasil e Argentina bases sólidas de exportação para toda região, além de alcançar outros mercados. Por isso, é tão importante trabalharmos cada vez mais uma agenda de competitividade no país, termos a previsibilidade necessária para fazermos investimentos de longo prazo e, com isso, gerar mais empregos e renda e contribuir para o setor automotivo no Brasil e na Argentina”, afirma Masahiro Inoue, CEO da Toyota para América Latina e Caribe.

Exportação Certificada

Recentemente, a Toyota conquistou o Certificado de Operador Econômico Autorizado (OEA), emitido pela Receita Federal.  A certificação proporciona maior agilidade e previsibilidade ao fluxo de exportação, graças à adoção de procedimentos em acordo com os critérios exigidos pelo programa como conformidade aduaneira e a segurança na cadeia logística. A conquista representa os esforços de diversas áreas da empresa para alcançarem processos de gestão que minimizem os riscos existentes nas operações de comércio exterior.

Artigo anteriorIndústria cresce em maio em 11 dos 15 locais pesquisados pelo IBGE
Próximo artigoUNESCO: Reabertura segura das escolas é urgente para garantir direitos de crianças e adolescentes
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui