Início Notícias TV Brasil apresenta o final da trama da série infantil “Diário de...

TV Brasil apresenta o final da trama da série infantil “Diário de Luli”

1487
0
Divulgação

Produção independente do Piauí revela dilemas de talentosa estudante na pré-adolescência

Com a exibição dos três últimos episódios em sequência, a TV Brasil mostra o final da trama do seriado infantil “Diário de Luli”, um dos destaques da programação de verão da emissora pública, nesta quarta (29), a partir de 8h50. A produção independente é uma das atrações da faixa dedicada às crianças, a TV Brasil Animada.

A primeira série de ficção totalmente produzida no Piauí acompanha a história de Maria Luisa (Serena Morais), a Luli, uma menina com precoces dotes intelectuais. Com 26 capítulos de 13 minutos, a obra tem janela de segunda a sexta pela manhã, com três capítulos seguidos, e à tarde, às 17h, com a exibição de duas edições na sequência.

As últimas novidades da história revelam os preparativos para o encerramento do ano escolar com uma apresentação do coral formado pelos alunos e a expectativa da protagonista Luli para as comemorações do seu aniversário já no início das férias.

Realizada pela Guabes Produções, do Piauí, a série é um dos conteúdos audiovisuais independentes que foram selecionadas pelo programa Brasil de Todas as Telas, linha do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), através do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Audiovisual (Prodav/TVs Públicas).

Trama envolvente para os jovens

A partir das convenções de gênero da comédia, a série infantil Diário de Luli revela o aprendizado da protagonista, além de seus conflitos, dilemas e, também, as descobertas próprias da pré-adolescência.

A vida da garota muda quando ela consegue uma bolsa de estudos em um conceituado colégio particular da capital. A família de Luli se muda de uma pequena cidade no sul do Piauí para Teresina.

Como tema de fundo, a obra destaca o aprendizado sobre as diferenças, a quebra de preconceitos e a discussão sobre padrões em uma sociedade em rápida transformação.

Com ritmo dinâmico, a série apresenta ao longo da primeira temporada diferentes desenhos familiares através de uma variada gama de personagens secundários – cada um com seus conflitos, desafios e peculiaridades.

Desafios escolares e mudanças na família

Irmão mais velho de Luli, Rodrigo se ressente de ter que deixar os amigos e a vida social que tinha no antigo colégio em sua cidade natal. A súbita transição para Teresina não agrada em nada o rapaz que a responsabiliza pela alteração radical no cotidiano da família.

Luli, que adoraria ser uma criança comum, acaba sendo singularizada por seu potencial em gerar amizades e ter um QI altíssimo, em uma família que no geral é bastante indistinta.

A jovem também enfrenta desafios na formação e vida social. Em seu novo colégio, Luli sofre com o ciúme de colegas que aspiram ter seu nível de atenção e talento, além de vivenciar os dramas comuns à pré-adolescência.

Ao chegar em Teresina, a família de Luli terá que lidar com um novo desenho de funcionamento, uma transformação em seu cotidiano e sua estrutura: o pai, Hélio, acaba não encontrando emprego. Em Teresina, o setor de serviços é predominante. Assim, as oportunidades para ele são escassas.

Diana, mãe de Luli, acaba se tornando arrimo de família graças a seu trabalho como advogada, cuja a carteira de clientes não para de crescer. Hélio assume os afazeres doméstico da residência.

Episódios finais

A trama dos últimos capítulos da série mostra as emoções do término de ano na escola e das comemorações do aniversário de Luli que se aproxima. Após o resultado das provas finais, os alunos escolhem o tema da festa de encerramento que será um a apresentação de coral.

Luli e seus amigos enfrentam desafios de afinação nos ensaios para a performance artística e precisam de ajuda do maestro que incentiva os alunos do colégio. Enquanto isso, a protagonista se entristece porque a maioria dos seus colegas de turma não vai poder participar da festa de seu aniversário.

Ela não gosta de fazer aniversário nas férias justamente porque a maioria dos amigos já está viajando. Apesar disso, uma surpresa mágica vai marcar a comemoração do ano mais incrível da vida de Luli.

Valorização do conteúdo independente nacional

A série infantil “Diário de Luli” foi feita pela Guabes Produções, do Piauí. O conteúdo audiovisual independente integra o programa Brasil de Todas as Telas, linha do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Audiovisual (Prodav/TVs Públicas).

O seriado teve a Produção Executiva de Denise Martins e Frederico Almeida. A produção foi dirigida por Jerusa Franco e Marcelo Negri com elenco, inteiramente formado por artistas piauienses. Essa obra é fruto de uma linha de financiamento específica para produtoras independentes do Nordeste.

A TV Brasil é um dos canais que mais exibe conteúdo independente nacional. Além de ser uma grande apoiadora da produção de conteúdo infantil no mercado independente do país, a TV Brasil estimula novos realizadores e reforça valores como a não violência e a tolerância às diferenças. Referência na TV aberta, o canal é uma das principais janelas para desenhos e animações nacionais.

Estímulo às produções infantis com acessibilidade

Com mais de 50 horas semanais de conteúdo audiovisual para crianças e jovens, a emissora pública apresenta sessão diária com desenhos e séries de segunda a sexta-feira, a TV Brasil Animada. Em abril, quando a emissora estreou nova programação, a faixa dedicada ao público infantil foi reforçada.

No início da manhã, às 7h30, o canal exibe uma sessão especial que até 9h30 reúne produções para a garotada com todos os recursos de acessibilidade, como audiodescrição, legenda oculta, interpretação em LIBRAS e dublagem.

Em seguida, a partir das 10h, a TV Brasil Animada leva ao ar mais de sete horas consecutivas de conteúdo infantil e juvenil educativo até às 17h30, praticamente sem interrupções. À noite, crianças e jovens ainda podem curtir atrações no Verão TV Brasil Animada entre 21h30 e 22h30.

A faixa também tem espaço maior aos fins de semana, nos sábados e domingos de 10h às 12h30. Aos domingos, ainda tem janela entre 14h e 16h. Essa programação para crianças e jovens é organizada por faixa etária e destaca-se pela ausência de publicidade que incentive o consumismo.

Muitas animações de sucesso no país e no exterior estão em cartaz na grade da emissora pública como O Show da Luna!, Carrapatos e Catapultas, Igarapé Mágico e As Micro Aventuras de Tito e Muda. Destaque, ainda, para a série Detetives do Prédio Azul, além dos programas Cozinhadinho e Amigos do Pelotão.

Serviço:

– TV Brasil Animada – segunda a sexta, das 7h30 às 9h30, das 10h às 17h30, das 21h30 às 22h30; sábados e domingos, das 10h às 12h30; domingos, das 14h às 16h.

– “Diário de Luli” – segunda a sexta, às 8h50 e às 17h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui