Início Notícias Jaguar Land Rover estuda usar tecnologia para que passageiros assistam filmes em...

Jaguar Land Rover estuda usar tecnologia para que passageiros assistam filmes em 3D, com imagens projetadas pelo head-up display

257
0
Reprodução

Imagine ver filmes em 3D projetados no seu carro com máxima resolução? Pois a Jaguar Land Rover, empresa britânica de veículos premium está desenvolvendo sua próxima geração da tecnologia head-up display que, futuramente, vai ampliar muito as funcionalidades do sistema, hoje restrito a projetar informações relevantes ao motorista no para-brisa do veículo. O desenvolvimento faz parte de um futuro compartilhado e autônomo, que é a visão da companhia para as próximas décadas.
Engenheiros estão trabalhando em um poderoso head-up display 3D, que projeta alertas de segurança, como saída de faixa, detecção de perigos, direções de navegação enquanto sentado e redução do efeito em situações de pouca visibilidade, más condições climáticas ou iluminação inadequada. A realidade aumentada adicionaria a percepção de profundidade nas imagens, posicionando as mensagens diretamente na estrada à frente.
Estudos conduzidos na Alemanha mostram que o uso de displays Stereoscopic 3D em configurações automotivas pode melhorar o tempo de reação com instruções “popping-out” e aumentar a concepção de profundidade durante a direção.

No futuro, a tecnologia inovadora pode ser utilizada pelos passageiros para assistir filmes 3D. Uma tecnologia de rastreamento de cabeça e olho deve seguir a posição do usuário para garantir que eles possam visualizar as imagens em 3D sem a necessidade de telas individuais ou óculos, como os utilizados no cinema.
Em um futuro completamente autônomo, o display 3D deve oferecer aos usuários uma experiência personalizada e permitir que diferentes passageiros de um mesmo veículo selecionem individualmente o entretenimento desejado.
A pesquisa – feita em parceria com o Centre for Advanced Photonics and Electronics (CAPE) at University of Cambridge – é focada no desenvolvimento de um display imersivo na altura dos olhos, capaz de se assimilar muito à experiência real e permitir que os motoristas possam reagir mais naturalmente aos perigos e avisos.
Valerian Meijering, Pesquisador de Interfaces e Head-Up Display para Jaguar Land Rover disse: “O desenvolvimento de realidade virtual aumentada está se movendo rapidamente. Essa associação requer as melhores tecnologias disponíveis e nos ajuda a desenvolver aplicações adequadas ao setor automotivo. Isso não apenas oferece uma experiência muito mais rica aos clientes, mas também faz parte do nosso objetivo Destino Zero; nos ajudando a alcançar um futuro mais seguro, intuitivo e inteligente para todos”.

O professor Daping Chu, diretor do Centre for Photonic Devices and Sensors e do Centre for Advanced Photonics and Electronics, disse: “Esse programa está na vanguarda do desenvolvimento no âmbito da realidade virtual – estamos diante de conceitos e componentes que irão definir a cena para os carros conectados, compartilhados e autônomos do futuro. Nossos parceiros são líderes mundiais posicionados estrategicamente na rede da cadeia de valor. O seu compromisso oferece uma oportunidade única de impactar a sociedade e destacar ainda mais valor de mercado de nossas empresas”.
A próxima geração de pesquisa dos displays head-up faz parte da visão de ‘Cabine Inteligente’ da Jaguar Land Rover: aplicando tecnologias combinadas para criar um espaço personalizado dentro do veículo para o motorista e para os passageiros com maior segurança, entretenimento e características de conveniência como parte de um futuro autônomo e compartilhado.

Esses esforços são o caminho para o Destino Zero, ambição da Jaguar Land Rover de criar uma sociedade mais segura e saudável, e um meio-ambiente mais limpo. Entregue através de inovações para adaptar os produtos e serviços a um mundo em rápida e constante mudança, o foco da empresa é alcançar um futuro com zero emissão, zero acidente e zero congestionamento.

Nota do Editor:
* Interface de usuários Stereoscopic 3D que exploram os potenciais e riscos do display 3D em carros; Nora Broy, Suttgart [2016]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui