Início Notícias Vale anunciou que famílias de vítimas fatais em Brumadinho/MG vão receber apoio...

Vale anunciou que famílias de vítimas fatais em Brumadinho/MG vão receber apoio psicológico e uma doação de 100 mil reais

465
0
Reprodução

Em entrevista coletiva concedida na segunda-feira (28) pelo Diretor Executivo de Finanças e Relações com Investidores, Luciano Siani Pires, a Vale anunciou novas medidas de apoio financeiro e psicológico às famílias das vítimas e de redução dos impactos causados pelo rompimento da Barragem I da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). Essas ações, deliberadas pela Diretoria Executiva, somam-se aos esforços que vêm sendo realizados pela empresa no atendimento aos atingidos pela ruptura da barragem, ocorrida na última sexta-feira.


Diretor Executivo da Vale anuncia medidas de apoio a familiares


Medidas de contenção
A empresa anunciou um projeto para a construção de diques na região da mina em Brumadinho com o objetivo de conter sedimentos provenientes da lama, com a contratação de projetista que atuou no caso da ruptura da barragem da Samarco. Uma inspeção de campo foi conduzida hoje para acertar detalhes do projeto.

Como medida preventiva, a Vale vai instalar, a partir de amanhã, uma membrana para a retenção de sedimentos em local próximo à captação de água da cidade de Pará de Minas, a cerca de 40 km de Brumadinho. “Nosso objetivo é que não haja nenhuma interrupção no abastecimento de água do município”, explicou Luciano Siani Pires

Outra medida realizada foi uma visita de campo ao longo do Rio Paraopeba, junto com a equipe da Samarco, para definir a construção de uma barreira de contenção de sedimentos.

Ajuda financeira para as famílias
A Vale está oferecendo uma doação de R$ 100 mil para cada uma das famílias das vítimas fatais e não localizadas, independentemente de serem ou não empregados da Vale. “Isso nada tem a ver com indenizações, que precisam ser feitas em conjunto com as autoridades”, afirmou Siani Pires.

Apoio psicológico
A Vale vai contratar uma equipe de profissionais do hospital Albert Einstein, sediado em São Paulo, que incluirá especialistas em trauma, luto e catástrofes. Eles se juntarão aos 100 profissionais de saúde da empresa que estão no local, prestando auxílio às famílias dos atingidos.

Compensação financeira ao Município de Brumadinho
Mesmo com a paralisação das atividades da mina Córrego do Feijão, a Vale vai manter o pagamento da Compensação Financeira pela Exploração Mineral (CFEM) ao município de Brumadinho. “A cidade de Brumadinho não vai perder nenhum royalty”, disse Siani Pires, acrescentando que a arrecadação do município no ano passado foi de aproximadamente R$140 milhões.

Artigo anteriorPolícia Civil de Minas Gerais apresenta nova fase de identificação das vítimas em Brumadinho
Próximo artigoLei proíbe os estabelecimentos de ensino de exigir pincéis para quadro, materiais de limpeza e objetos de higiene ou alimentação
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui