Início Notícias Avon marca presença na 1ª edição do Contaí, evento voltado para mulheres...

Avon marca presença na 1ª edição do Contaí, evento voltado para mulheres empreendedoras LGBTQIAP+

Além de patrocinar a iniciativa, a marca também promoveu um painel sobre compra consciente e apoio ao empreendedorismo feminino

402
0
Divulgação


Nesta última quarta-feira (23), foi realizada a primeira edição oficial do Contaí, realizado pela agência Nhaí. O evento aconteceu no MASP (Museu de Arte de São Paulo), com o objetivo de fomentar mesas de debates entre mulheres empreendedoras LGBTQIAP+, destacar perspectivas inovadoras, desafios e oportunidades e ampliar a visibilidade de seus projetos, possibilitando parcerias com empresas que desejam abraçar negócios focados em diversidade e inclusão.

“O Contaí é um evento de encontros, de conversas, o momento onde empreendedoras e empreendedores LGBTQIAP+ se unem para construir, juntos, novas narrativas para seus negócios. É necessário que hajam eventos como o Contaí para que o mercado entenda nossas demandas, que sensibilizemos aliades, fazendo com que os desafios que atingem a todes nós possam ser superados de maneira assertiva” Raquel Vírginia, CEO da Nhaí e idealizadora do Contaí.

Além de ser patrocinadora da iniciativa, a Avon também foi responsável pelo painel “Compre Delas: Consumo Consciente e apoio ao empreendedorismo”. O tema do encontro foi inspirado na mais recente campanha da marca #MulherQueRepresenta e #CompreDelas, lançada com o objetivo de incentivar a compra com propósito. Ou seja, ao adquirir um produto com Representantes da Beleza Avon, é possível contribuir com a independência financeira de milhares de mulheres pelo Brasil. “É sobre mulheres que representam o que acreditamos enquanto autonomia e, quando falamos de autonomia, queremos dizer: ser dona da sua vida e tomar suas próprias decisões. Uma mulher empreendedora tem o poder de mobilizar outras e transformar suas realidades”, explicou Viviane Pepe, diretora de comunicação da Avon Brasil, que esteve presente no evento e participou do painel.

De acordo com a executiva, o movimento #CompreDelas também foi pensando com o intuito de colocar em prática o alto nível de conexão que a Avon tem com a história das mulheres, dando seguimento à sua missão de impulsionar, há 135 anos, o empreendedorismo feminino. “Para nós, colocar as mulheres no centro de tudo é inegociável. Queremos que elas sejam cada vez mais livres para gerar sua própria renda, fazer escolhas e realizar sonhos”.

A pesquisa Ganhos Mensuráveis, realizada pela Avon em parceria com a Ipsos, demonstra em números os benefícios de longa data gerados pelo trabalho como Representante da Beleza. Segundo levantamento, 60% das Representantes brasileiras afirmaram que, graças à atividade com a marca, mudaram para melhor a sua percepção sobre objetivos, sonhos e ambições que podem alcançar, seja na vida pessoal ou profissional, quando se tem acesso a oportunidades de renda, estudo e desenvolvimento de habilidades. Além disso, 53% tem uma autoestima melhor após iniciarem suas atividades como Representantes.
Outra participante especial do painel foi Bruniely Lemos, Representante da Beleza Avon, embaixadora do Instituto Avon e presidente da Associação Transbordamos, que compartilhou suas experiências de vida como uma mulher trans e empreendedora. “Assim que me assumi como uma pessoa trans, fui colocada à margem da sociedade e abandonada por amigos e familiares. Tentei trabalhar, mas sofri muito preconceito. O empreendedorismo e o meu trabalho com a Avon me deram independência financeira e me devolveram a vontade de lutar e viver, de fazer planos e construir meus sonhos. Foi o que me permitiu fugir da situação de violência e marginalidade em que me encontrava para me reinserir na sociedade”.

Segundo uma pesquisa realizada pela Nhaí e a AlmapBBDO, que apoiou o evento ao lado da Pod360 e Think Eva, 54% das mulheres empreendedoras LGBTQIAP+ sofrem com a dificuldade de encontrar um emprego. Para Bruniely, eventos como esse são fundamentais para que integrantes da comunidade LGBTQIAP+ possam ocupar espaços. “Empresas precisam ser agentes transformadoras da sociedade, oferecendo oportunidades para que possamos contar nossas narrativas. Apoiem empreendedoras trans e travestis. Comprem, ajudem a impulsionar. Nós temos um grande poder em nossas mãos e podemos utilizá-lo de forma consciente”.
A cantora Pepita também integrou o debate, destacando a importância de organizações, empresas e da sociedade como um todo de colocar a diversidade e a inclusão como prioridade. “Eu não estou à procura de visibilidade, mas de oportunidade para mostrar quem eu sou, principalmente a profissional que eu sou. Nós não levamos representatividade para as companhias. Elas precisam ser diversas por si só. Inclusive, estou no processo de adoção de uma criança e, em breve, serei mãe. Isso é revolucionário e quero ver minha filha ou filho usando marcas como a Avon”.

Artigo anteriorMercado Pago amplia serviços financeiros à população e impulsiona negócios nas Agências Mercado Livre
Próximo artigoGrupo Dreamers conquista as contas do BTG Pactual e Banco PAN
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party. Twitter: @ThalesBrandao

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui