Início Notícias Porto Digital completa 21 anos

Porto Digital completa 21 anos

No fomento a novos negócios, o Open Innovation Lab do Porto Digital - reconhecido como uma das 10 iniciativas de inovação aberta mais inspiradoras do mundo pela IASP em 2018 ,

768
0

O Porto Digital completa 21 anos em dezembro de 2021. Desde sua criação, o parque tem crescido em número de empresas e colaboradores, área instalada e faturamento – atualmente, tecnologia da informação já responde como o 3º maior setor de serviços no Recife.

Na sua fundação, o parque tecnológico era formado por apenas três empresas e 46 pessoas. Atualmente, o Porto Digital abriga quase 350 empresas, organizações de fomento e órgãos de Governo, com 13,3 mil profissionais e empreendedores. Esses empreendimentos geraram um faturamento anual de mais de R$ 2,86 bilhões em 2020.

Instalado na área central do Recife, o Porto Digital tem como área de atuação os eixos de produção de software e serviços de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), Economia Criativa, além do foco no futuro das cidades por meio de prototipação com base em fabricação digital e internet das coisas (IoT).

A maioria das empresas do parque tem como modelo de negócios o business to business (B2B) ou foco em outsourcing – com área de atuação especialmente em tecnologias web, mobile e de inteligência artificial, além de big data, open API e internet das coisas (IOT). Entre as empresas embarcadas, quase um terço atua com desenvolvimento de softwares, além de atuação relevante em serviços relacionados a fintechs ou empresas que unem tecnologia, dados e conhecimentos médicos.

Entre as empresas que fazem parte do parque tecnológico estão multinacionais como a Accenture, Avanade e Fiat Chrysler, além de referências nacionais que foram criadas por empreendedores no próprio Porto Digital, como Neurotech, Tempest, Fusion DMS, Insole, Acqio e Ti.Saúde.

No fomento a novos negócios, o Open Innovation Lab do Porto Digital – reconhecido como uma das 10 iniciativas de inovação aberta mais inspiradoras do mundo pela IASP em 2018 – atendeu a mais de 40 clientes nacionais e internacionais, como o Ministério Público de Pernambuco, Unilever, Sebrae, Compesa e Grupo Heineken. Já foram mais de R$ 15 milhões investidos em projetos, com mais de 500 instituições inovadoras mapeadas em relação aos desafios.

Formação

Para fomentar o crescimento contínuo do parque tecnológico e superar o desafio da demanda por capital humano na área de tecnologia, a Prefeitura do Recife elaborou o programa Embarque Digital. A iniciativa, executada pelo Núcleo de Gestão do Porto Digital, tem como objetivo atrair jovens da rede pública de ensino para a carreira na tecnologia, com 2.000 bolsas de estudo até 2024.

O programa Embarque Digital vai contemplar quatro grandes eixos: mapeamento qualitativo e quantitativo das demandas do setor produtivo da cidade do Recife nas necessidades de mão de obra qualificada em tecnologia; desenho de cursos de tecnologia que atendam as demandas do mercado, controle de qualidade e atualidade dos cursos durante todo o programa; oferta de cursos de graduação tecnológicos com currículo aderente às demandas do mercado; e implantação de residência tecnológica.

Mulheres na tecnologia

O programa Mulheres em Inovação, Negócios e Artes (MINAs) – lançado em 2018 com financiamento do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) por meio de emenda parlamentar da então deputada federal Luciana Santos (PC do B) – continua com ações em 2021, com atividades e iniciativas voltadas para o Agreste de Pernambuco por meio do Armazém da Criatividade. Em 2020, foram feitas parcerias com iniciativas como Futuras Cientistas; realização de meetups – tanto presenciais, antes da pandemia, quanto online; hackathons; e turmas de Mind The MINAs, além de outras ações.

Uma das entregas mais importantes do MINAs para o ecossistema foi a Creche Municipal Porto Digital, inaugurada em um imóvel reabilitado pelo Núcleo de Gestão para atender a população da área central do Recife. A reabilitação contou com financiamento da Finep e dos governos estadual e municipal.

Economia Criativa

Além de ter empresas de Economia Criativa como embarcadas no parque tecnológico, o Porto Digital também conta com o Portomídia – o braço de fomento ao audiovisual. Desde sua inauguração em 2013, já passaram pelo equipamento mais de 450 produções entre curtas e longa-metragens. Mundo Bita, Boi Neon, Ex-Mágico, Aquarius e Bacurau foram alguns dos que passaram pelos laboratórios do espaço.

Mais recentemente, Greta Garbo; Fim de Festa; Quando a Chuva Vem?; Carro Rei; e Noches de Fuego também passaram por etapas de pós-produção no Portomídia. Entre as premiações nas quais as produções que passaram pelo equipamento estão o Oscar; Festival de Cannes; Troféu Redentor; Cine PE; Festival de Cinema de Gramado; e Cinefantasy.

Parte dos esforços no fomento ao setor, em parceria entre o Porto Digital e a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), o Cinema do Porto abre as portas para o público em 2021. A instituição fica responsável pela administração da nova sala, que fica no Cais do Apolo, 222.

Território

O Porto Digital é um parque urbano e aberto instalado no centro histórico do Bairro do Recife, mas já conta com áreas de expansão para os bairros de Santo Antônio, São José e Santo Amaro – o que totaliza uma área total de 171 hectares na capital pernambucana – além de uma unidade avançada em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, com o Armazém da Criatividade.

A região central do Recife vem sendo requalificada em termos urbanísticos, imobiliários e de recuperação do patrimônio histórico edificado. Desde a fundação do parque tecnológico, em 2000, já foram restaurados mais de 138 mil metros quadrados de imóveis históricos. Em sua missão de reabilitar o Bairro do Recife e bairros integrantes do seu território, o Porto Digital fechou uma parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social para desenvolver um modelo piloto para áreas históricas e patrimônios edificados das cidades brasileiras.

Artigo anteriorFundação Telefônica Vivo leva curso inédito de Ciência de Dados para ensino médio de escolas públicas
Próximo artigoCimed anuncia quitação de débitos para farmácias atingidas pelas chuvas na Bahia; Saiba como ajudar os moradores das cidades afetadas
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party. Twitter: @ThalesBrandao

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui