Início Notícias Andorinha lança programa de aceleração para negócios sociais com foco nos desafios...

Andorinha lança programa de aceleração para negócios sociais com foco nos desafios de acesso à alimentação de qualidade no Nordeste

O objetivo da marca com a ação é promover o acesso à alimentação saudável que provoque mudanças e impactos reais na vida da população Nordestina.

190
0
Divulgação

A Andorinha, marca pertencente ao grupo Sovena, que importa para o Brasil azeites do seu olival próprio em Portugal, anuncia nesta semana o Programa de Aceleração Azeite Andorinha, parte do projeto Revoa: iniciativa que visa encontrar empreendimentos que tragam soluções para os principais desafios de alimentação na região Nordeste do Brasil, a fim de incluí-los em um programa de aceleração financiado pelos lucros de um novo produto, intitulado de “Azeite Andorinha Extra Virgem Projeto Revoa”. 

O objetivo da marca com a ação é promover o acesso à alimentação saudável que provoque mudanças e impactos reais na vida da população Nordestina, especialmente em um cenário em que a desigualdade social e a insegurança alimentar avançam no país, segundo dados levantados pelo IBGE e Rede PENSSAN. A participação no programa de aceleração é gratuita e as inscrições podem ser realizadas por meio do site www.projetorevoa.com.br até o dia 17 de novembro de 2021. 

O Programa de Aceleração Azeite Andorinha selecionará até seis negócios sociais que tenham soluções inovadoras para um dos seguintes desafios:

  1. Prestação de assessoria técnica agrícola para o/a pequeno(a) produtor(a);
  2. Acesso ao microcrédito para o/a pequeno(a) produtor(a); 
  3. Acesso a insumos e tecnologias para o/a pequeno(a) produtor(a);
  4. Soluções inovadoras para melhoria no processo de venda, distribuição e estoque dos produtos da agricultura familiar;
  5. Soluções inteligentes e sustentáveis que diminuam o desperdício de alimento durante o transporte e estocagem;
  6. Difusão de conhecimento sobre educação nutricional e saudável, desde o planejamento de compras ao preparo da comida;
  7. Soluções que diminuam o desperdício de alimentos nas residências e estabelecimentos comerciais;
  8. Difusão do conhecimento sobre alimentação tradicional e regional do Nordeste;
  9. Produção de alimentos in natura e pouco processados da cidade e de aglomerados urbanos.

Artigo anteriorJovem Pan News anuncia contratação de Alexandre Garcia
Próximo artigoTODDY® lança edições limitadas TODDY® TWIX®️ e TODDY® SNICKERS®
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui