Início Notícias BRF conquista cinco novas habilitações para exportar para Singapura

BRF conquista cinco novas habilitações para exportar para Singapura

As unidades de Uberlândia (MG), Concórdia (SC), Lucas do Rio Verde (MT), Lajeado (RS) e Herval D´Oeste (SC) estão autorizadas a vender suínos e miúdos no mercado asiático

291
0
Divulgação

A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, recebeu cinco novas habilitações para exportar seus produtos para Singapura. A partir das unidades de Uberlândia (MG), Concórdia (SC), Lajeado (RS) e Herval D´Oeste (SC), a Companhia irá comercializar miúdos de suínos. Já a unidade de Lucas do Rio Verde (MT) obteve autorização para a venda de suínos e seus miúdos. Este movimento reforça a estratégia de aumentar a participação dos produtos da empresa no mercado asiático, onde a Companhia já exporta para China, Japão, Vietnã, Coreia do Sul, Malásia e Filipinas, entre outros mercados.

“Continuamos trabalhando para ampliar o número de unidades habilitadas para exportação, com o intuito de atender a demanda em Singapura e demais mercados do sudeste da Ásia, que apresentaram crescimento do consumo de proteína animal”, afirma Luiz Tavares, gerente executivo de Relações Institucionais da Companhia.

A unidade de Uberlândia, que conta sete mil colaboradores, recebeu investimentos este ano para um processo de modernização e ampliação da capacidade de produção. Na planta, são produzidos cortes de suínos e aves para diversos países asiáticos, além do Oriente Médio e América Latina.

Em Lucas do Rio Verde, uma das maiores unidades da América Latina, há linhas de produção importantes que atendem tanto o mercado nacional, quanto países na Ásia, África e América Latina.

No sul do país, a partir de Lajeado, são exportados produtos de suínos e frangos para Ásia, América Latina, África do Sul e Oriente Médio. Já a unidade de Concórdia exporta cortes de suínos para Filipinas, Hong Kong e Vietnã, no sudeste da Ásia, e para a África do Sul. Em Herval D`Oeste, a planta tem habilitações para cortes suínos que são destinados para África do Sul, Albânia, Argentina, Hong Kong, Paraguai, Uruguai e Vietnã.

Artigo anteriorGrupo Renault estima uma perda de produção no terceiro trimestre de aproximadamente 170.000 unidades, associada à falta de componentes
Próximo artigoEm nova campanha, Itaipava convida consumidores a assumirem posto de Verão
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui