Início Notícias Pesquisa de Mercado Vagas para vendedor e caixa devem ser as mais buscadas no setor...

Vagas para vendedor e caixa devem ser as mais buscadas no setor para o final de ano, aponta pesquisa

69% das lojas de Porto Alegre consideram efetivar temporários após o término do contrato

148
0

Levantamento realizado pelo Núcleo de Pesquisa do Sindilojas Porto Alegre verificou que 21%, ou seja, 2 em cada 10 lojas da Capital, pretendem reforçar a equipe para receber os clientes neste final de ano. A contratação deve ser temporária, mas há grandes chances de as oportunidades se tornarem efetivas depois, já que 69% dos lojistas entrevistados consideram a possibilidade de efetivação após o término do contrato. Conforme a mesma sondagem, 6% ainda não sabiam se contratarão temporários e 73% não deverão contratar.

Das lojas que buscarão reforços, a média deve ser de duas pessoas por empresa, especialmente para as vagas de vendedor e de caixa, pelo período médio de dois meses. O foco das contratações deverá ser para ajudar na qualidade do atendimento, seguido da justificativa de porque o movimento aumenta com datas como Black Friday e Natal. A maioria das contratações deverá ocorrer no mês de novembro.

Os pré-requisitos para as vagas no comércio de Porto Alegre, mencionados pelos entrevistados que afirmaram que deverão contratar, são os seguintes:

Disponibilidade de horários (87,5%)
Proatividade (78,1%)
Experiência (75%)
Entender o público (34,4%)
Grau de instrução (18,1%)

Já os varejistas que não devem contratar temporários alegaram os seguintes motivos: o quadro de funcionários já está completo (43,9%), devido à pandemia do coronavírus (32,7%), pois contratam somente efetivos (29,6%) e porque caiu muito o movimento da loja (23,5%). A pesquisa identificou, ainda, que quase a totalidade das lojas, 98%, já não possui mais funcionários em situação de contrato de trabalho suspenso.

Foram entrevistados lojistas de segmentos variados, como vestuário, calçados, cosmético/perfumaria, bazar/decoração, entre outros, 64% localizadas em shoppings, 32,7% em ruas e 3,3% em centros comerciais.

Artigo anteriorBitz lança ação de aniversário e oferece R$ 15 reais de bônus aos novos clientes
Próximo artigoMercado Bitcoin ativa patrocínio no Futsummit 2021
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui