Início Notícias Exposição de radiolas de Devassa transforma maranhenses em gifs no Dia do...

Exposição de radiolas de Devassa transforma maranhenses em gifs no Dia do Regueiro

Ativação prestigia a relevância cultural desta data para o Estado do Maranhão

160
0
Foto: Ilustração do artista Joel DuMara

Devassa transforma os maranhenses em gifs animados numa exposição de radiolas tropicais na Praça do Reggae, localizada no centro de São Luís, neste domingo (5). Criada pela Atenas Comunicação, a ativação da marca de cerveja do Grupo HEINEKEN comemora a relevância cultural do Dia Municipal do Regueiro para o Estado do Maranhão.

Para participar, o regueiro deve se posicionar individualmente em frente ao equipamento ao ar livre, improvisando um movimento de dança. Após preencher um cadastro, o participante recebe pelo WhatsApp o gif que simula a potência das radiolas. A interação, realizada das 11 às 18 horas, será orientada por promotores previamente testados para a Covid-19, para assegurar o cumprimento dos protocolos pandêmicos.

Uma pintura inédita do artista Joel DuMara, que remete ao estilo reggae roots local, será exposta no paredão de radiolas, para posterior doação ao Museu do Reggae de São Luís. E, claro, para não quebrar a tradição, o público poderá ouvir uma playlist recheada com clássicos e hits atuais do reggae. O repertório será acessado via QR Code fixado em um totem, que direciona para o perfil de Devassa no Spotify.

A exposição está inserida no posicionamento Tropical Transforma de Devassa, que aprecia a criatividade da cultura brasileira. “Celebramos de maneira inovadora o ritmo mais popular entre os maranhenses, que enche de orgulho todo o Estado e reflete a identidade local de ouvir e de dançar”, avalia Vanessa Brandão, diretora de marketing do segmento Mainstream do Grupo Heineken Brasil.

O reggae está enraizado no Maranhão desde a década de 1980. Diferente do mundo, os maranhenses costumam ouvir grandes hits, chamados de “pedras preciosas”, rebatizados de “melôs”, em caixas de som semelhantes aos sound systems jamaicanos. Já o estilo de dançar agarradinho concorre para se tornar Patrimônio Cultural Imaterial do Estado. O Dia do Regueiro foi instituído em São Luís pela Lei 4.102 em 2002.

Artigo anteriorCNN Brasil demite Evaristo Costa
Próximo artigoDia do Brigadeiro: Pizza brotinho da Domino’s preparada com Leite MOÇA® por apenas R$9,90
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui