Início Notícias A Mastercard empodera o consumidor para escolher um futuro sustentável, com cartões...

A Mastercard empodera o consumidor para escolher um futuro sustentável, com cartões ecologicamente amigáveis

Novos programas de certificação e reciclagem para o consumidor fazer uma escolha informada e consciente

353
0

De acordo com um estudo recente da Mastercard, 85% dos consumidores brasileiros estão mais atentos ao seu impacto no meio ambiente – globalmente este índice é de 58%, com em média 75% deles dispostos a tomar medidas pessoais para reduzir suas emissões de carbono este ano.

Por isso, a Mastercard buscou uma maneira de tornar esse compromisso mais fácil de ser cumprido pelos consumidores, com seu novo emblema para identificar cartões feitos de forma mais sustentável – produzidos a partir de plásticos recicláveis, reciclados, de origem biológica, sem cloro, degradáveis ou oceânicos. Fácil de localizar no cartão, o selo é um lembrete dos compromissos assumidos pela companhia no que diz respeito à sustentabilidade. O aumento da preocupação dos consumidores em relação ao meio ambiente faz com que eles consequentemente cobrem as marcas para que se comportem de maneiras mais sustentáveis e ecologicamente corretas. Com este selo, incluindo as certificações e programas de reciclagem, temos uma chance maior de endereçar cada uma dessas questões e levar confiança para a escolha mais sustentável, à medida que avançamos em direção a uma economia mais circular. Estanislau Bassols, Gerente Geral da Mastercard Brasil 

O Diretório de Materiais Sustentáveis da Mastercard, criado ano passado, tem como objetivo ajudar os emissores a fornecerem cartões mais ecológicos aos consumidores. Mais de 100 instituições financeiras – dentre as quais o Banco Santander e o Starling Bank – oferecem programas de cartões sustentáveis Mastercard em mais de 30 países.

Produzir estes cartões com materiais mais sustentáveis é um passo importante no avanço das medidas em prol do meio ambiente, globalmente e a longo prazo. Para ampliar o impacto desses esforços, a Mastercard e a Giesecke+Devrient (G+D) desenvolveram um novo programa que ajuda os consumidores a reciclarem seus cartões de forma rápida, fácil e segura.

Como funciona o programa de certificação e reciclagem
Os cartões que possuem o selo de sustentável serão verificados por um programa de certificação independente – o primeiro desse tipo que avalia as premissas de sustentabilidade. A partir de benchmarks atuais do setor, os cartões serão certificados caso reduzam significativamente o consumo de energia, de materiais, a pegada de carbono e o desperdício. À medida que os níveis gerais de sustentabilidade aumentarem, os benchmarks melhorarão a cada ano, consecutivamente, impulsionando a contribuição de uma gestão ambiental melhorada.

A Mastercard e a G+D fornecerão um conjunto de soluções de reciclagem que podem ser otimizadas para emissores e mercados, baseados na Greener Payments Partnership (GPP) – formada em 2018 com o objetivo de reduzir o volume de plásticos de PVC na fabricação de cartões.

“A visão que temos para a nossa oferta de sustentabilidade vai além da produção de um cartão ecológico”, explica Mikko Kähkönen, responsável pelo portfólio de cartões inteligentes na G+D. “Nosso objetivo é oferecer aos nossos clientes dos bancos todos os serviços de que precisam para implementarem sua própria estratégia de sustentabilidade e para enfrentarem os desafios do setor, como a reciclagem desses cartões. Um número cada vez maior de consumidores ecologicamente corretos está exigindo da G+D, dos bancos e dos líderes do setor – como a Mastercard -, que colaborem com essas soluções para servirem às futuras gerações e protegerem nosso meio ambiente de forma mais inteligente”, finaliza.

Ajudando os consumidores a contribuírem com o futuro do planeta
Com a crescente preocupação dos consumidores pelo meio ambiente, a Mastercard continua a desenvolver produtos e programas que os ajudem a contribuir para o futuro do planeta, apoiando uma economia digital inclusiva e sustentável.

Em 2020, a Mastercard criou a Coalizão Planeta Priceless , que reúne os esforços de comerciantes, bancos, cidades e consumidores para restaurar 100 milhões de árvores e ajudar no combate às mudanças climáticas (incluindo 2 milhões de árvores em uma área na Bacia Amazônica). A empresa também lançou – em colaboração com a fintech sueca Doconomy – a calculadora de carbono Mastercard, que permite aos bancos fornecerem para os consumidores dados e insights sobre o impacto do carbono de seus consumos, incluindo maneiras fáceis e práticas para contribuírem com o reflorestamento por meio da Coalizão Planeta Priceless .

Artigo anteriorCom investimento de 300 milhões, BRF inaugura unidade em Seropédica, região metropolitana do Rio de Janeiro
Próximo artigoFestival de Música Rádio MEC 2021 anuncia finalistas
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui