Início Notícias Nike cria filme que imagina o mundo sem limites capaz de ser...

Nike cria filme que imagina o mundo sem limites capaz de ser criado pelo esporte

O futuro pode ser o que quisermos, diz o Chief Marketing Officer da NIKE, Inc., DJ van Hameren - só temos que dar o primeiro passo em direção a ele

336
0
Crédito: Divulgação/Nike *As fotos e o filme da campanha seguiram todas as medidas de prevenção recomendadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

E se Shelly-Ann Fraser-Pryce correr 100 metros em menos de 10 segundos? E se LeBron James marcar 120 pontos numa única partida? E se Diede de Groot tivesse um game só para ela? E se o esporte fosse declarado um direito humano em todo o mundo? E se uma pessoa em algum lugar do planeta sair para correr pela primeira vez na vida?

Todas essas cenas fazem parte do mais recente filme da Nike, “Best Day Ever” [O Melhor Dia de Todos os Tempos]. A peça é mais um capítulo da campanha Play New [Vai No Novo], que imagina o mundo sem limites capaz de ser criado pelo esporte. O novo filme traz alguns momentos propositalmente estranhos, mas o importante é que as cenas não representam apenas um amanhã distante e utópico. Elas trazem a ideia de que podemos criar um futuro melhor, para todos os atletas, graças ao prazer de praticar esportes e brincadeiras. 

A seguir, DJ van Hameren, Chief Marketing Officer da NIKE, Inc., fala sobre a intenção por trás de “Best Day Ever” e explica porque reduzir a lacuna entre inspiração e ação é o verdadeiro segredo para que cada um viva seu melhor dia no esporte.

O objetivo de imaginar o “Best Day Ever”

A Nike acredita que o esporte tem o poder de inspirar, criar união e ser uma plataforma para mudanças positivas. Queremos que as pessoas sintam as emoções e o potencial do esporte, e também queremos apoiar pessoas interessadas em praticar esporte do seu próprio jeito. 

No novo filme, mostramos atletas atingindo o sucesso. Para nós, porém, um resultado bem-sucedido envolve tudo o que vem antes: o convite para fazer algo que desperta nossa curiosidade, algo que temos vontade de aprender. Sempre enxerguei desse jeito o papel que o esporte desempenha na nossa vida: ele pode ser um incrível impulso para avançar, tanto individualmente quanto em grupo, e na sociedade como um todo.

Quando alguém me pergunta qual foi meu melhor dia no esporte, eu sempre respondo: “vai ser amanhã”. 

A transição de uma aspiração para algo que está a nosso alcance

Queremos dar às pessoas ferramentas que não apenas as inspirem, mas que as levem da inspiração para a ação. Isso pode ocorrer com os produtos que criamos, com as comunidades que ajudamos a construir e que trabalhamos para servir, ou com as experiências que proporcionamos. Fazemos isso com base em nossas crenças, nos valores que defendemos, nas inovações que somos capazes de imaginar. E, em tudo o que fazemos, sempre ouvimos os atletas*. Ouvimos o que eles querem fazer – como gostariam de incorporar o esporte, o movimento e a brincadeira em sua vida – e trabalhamos para oferecer exatamente isso, todos os dias. (*Se você tem um corpo, é um atleta.)

As possibilidades que o esporte oferece (para a vida inteira)

Penso que o esporte é uma forma de educação. A gente aprende a ganhar e perder. A gente também aprende a se conectar, e aprende sobre si mesmo. A gente descobre o que nos inspira, quais são nossos interesses – e fazemos isso ao longo de várias etapas de vida. Talvez a prática não comece assim: “vou crescer como pessoa porque estou praticando tal esporte”. Mas, um dia, a gente vai olhar para trás, ver aquela experiência e perceber como a gente se desenvolveu graças às lições que aprendeu e às pessoas que conheceu ao longo do caminho. Tenho certeza de que isso é verdade para mim. 

O segredo de viver o melhor dia para cada um de nós

Para conquistar alguma coisa, é preciso dar o primeiro passo. Tudo começa com a intenção inicial – o primeiro arremesso, o primeiro movimento, o primeiro alongamento. Não importa se a gente não é bom naquilo: se não começar, nunca vai descobrir se é capaz de se sair bem – ou de simplesmente curtir a atividade.

O que pode acontecer depois do primeiro passo é aquele momento em que a gente percebe que se apaixonou. É um dos melhores momentos, the best. Para mim, isso aconteceu pela primeira vez com a patinação de velocidade. Quando me dei conta de que amava esse esporte, senti uma das sensações mais incríveis da minha vida. Depois, continuei curioso e segui experimentando coisas novas – e então me apaixonei por outro esporte, o ciclismo. Um passatempo divertido se transformou em paixão, e posteriormente se tornou meu primeiro emprego. Durante um tempo, fui profissional do ciclismo de pista. E tudo começou com o primeiro passo: experimentar. 

Por isso, na minha cabeça, o Melhor Dia sempre está por vir. Cabe a nós continuar criando esses “best days”. E assim, sempre que alguém me pergunta qual foi meu melhor dia no esporte, eu respondo: “vai ser amanhã”. 

Artigo anteriorEm São Paulo: SBT marcou a maior audiência em um sábado dos últimos 20 anos na decisão da Copa América
Próximo artigoSkol Pagode: Skol une Péricles e Menos é Mais em projeto para celebrar o ritmo e conectar o público com a cena cultural paulista
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui