Início Notícias Com diferentes iniciativas, BRF antecipa a granja do futuro

Com diferentes iniciativas, BRF antecipa a granja do futuro

Climatização e sensorização de aviários com inteligência artificial, energia solar e entrega com drone estão entre as tecnologias que a BRF investe para o desenvolvimento do setor

319
0

Uma das maiores companhias de alimentos do mundo, a BRF antecipa, com diferentes iniciativas na Região Sul, como serão as granjas de seus produtores integrados no futuro. Um futuro, vale ressaltar, nada distante.

Os aviários terão cada vez mais painéis para captação de energia solar – cuja instalação conta com financiamento do Banco do Brasil, graças a um convênio firmado com a BRF. Em Santa Catarina, por exemplo, dois produtores estão com as obras de instalação das placas quase concluídas e outros produtores em fase de avaliação.

A entrega de insumos, como de material genético para aprimoramento do plantel de suínos, será feita por drone, especialmente em regiões de difícil acesso. A tecnologia já foi testada, com sucesso, no Paraná, no município de Toledo, e visa, principalmente, a biossegurança e o aumento da frequência de entregas, evitando estoques nas granjas.

O bem-estar animal também é ampliado com novas tecnologias. Em muitas granjas, os aviários já são climatizados e têm controle digital, para manutenção das melhores condições de vida e desenvolvimento das aves. Nestas instalações, o controle digital do ambiente é feito desde a chegada dos pintinhos até o carregamento para a indústria, com gestão de temperatura, umidade, ventilação e pesagem, por meio da integração de dados do controlador para dentro da nossa plataforma, permitindo que os dados sejam compartilhados entre produtor e BRF.

“A BRF mantém constantemente o desenvolvimento de novas tecnologias a serem aplicadas no campo, para facilitar a vida dos integrados, permitindo maior controle, qualidade e visibilidade do seu lote. Cada vez mais BRF e integrado estarão conectados. Todas as iniciativas fazem parte da iniciativa de Agro 4.0 e estamos focados na busca de melhoria constante através de soluções de IoT, inteligência artificial, agropecuária de precisão, energia sustentável, entre outras iniciativas que estão por vir””, ressalta Fabio Stumpf, Diretor Geral de Agropecuaria da BRF.

Em todo o Brasil, os produtores integrados já acompanham em tempo real, pelo telefone, desde informações como o peso das aves até a sanidade do lote e previsões de remuneração por meio da plataforma Digital Agro (AgroBRF), implantada há um ano. Por meio do APP, o produtor integrado que também produz grãos pode entrar em contato para negociar sua produção diretamente com a companhia.

Visando a segurança dos motoristas, a Companhia também conta com com iniciativas logísticas, como sensor de fadiga, bloqueio do caracol do veículo quando em movimento e telemetria nos caminhões para reforçar a importância da segurança das operações em toda a cadeia.

As diferentes ações da BRF rumo à granja do futuro
Plataforma Digital Agro (AgroBRF)
Reúne informações como o peso das aves, status do lote, acompanhamento da saúde dos animais, programação de ração, programação de apanha, jejum pré-abate, notícias, previsões de remuneração que podem ser acessadas em tempo real, ganhou uma nova funcionalidade. O produtor integrado também pode negociar grãos diretamente com a BRF, eliminando burocracia, facilitando o contato e otimizando o processo de comercialização. Outra possibilidade é gerenciar, com apoio de inteligência artificial e armazenamento em nuvem, a climatização do ambiente interno dos aviários.

Entrega com drone
Em maio deste ano, a BRF fez a primeira entrega de material genético a produtor integrado com um drone. No teste, o drone entregou doses de sêmen suíno para inseminação em uma granja integrada na zona rural do município paranaense de Toledo. A iniciativa verificou tempo, praticidade e segurança do transporte. Com rota predefinida, a aeronave decola de forma automatizada e usa softwares de navegação, câmeras e sensores para voar até o destino, onde a carga, refrigerada, é desacoplada e deixada na área de entrega. A seguir, retorna ao ponto de origem. Foram testados dois drones, com capacidade de transporte de 2kg a 5kg e autonomia de até 50 quilômetros.

Energia solar
No início de 2021 a BRF reforçou seus investimentos para aumentar a eficiência econômica e energética dos produtores integrados. A meta é ampliar em 50% a autoprodução de energia elétrica provenientes de fontes limpas ou renováveis nos próximos 10 anos. Em janeiro, a empresa firmou um convênio com o Banco do Brasil para disponibilizará R$ 200 milhões em limites de crédito para financiar investimentos na instalação de painéis de energia solar nas granjas. Com a ação, a BRF está fazendo um pool de compras no mercado de modo que o produtor tenha acesso a um equipamento com tecnologia de ponta, garantia estendida e um custo menor do que se fosse comprar diretamente do fornecedor.

Artigo anteriorRenault do Brasil é tricampeã no Prêmio WEPs – empresas empoderando mulheres
Próximo artigoJBS doa 7.000 oxímetros para unidade de saúde do Estado de São Paulo
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui