Início Notícias TIM assina princípios da ONU Mulheres e fixa meta de igualdade de...

TIM assina princípios da ONU Mulheres e fixa meta de igualdade de gênero em sua liderança

Operadora faz ações educativas no Mês da Mulher, lança campanha criada com influenciadoras digitais e estreia no ClubHouse com reflexões sobre sexualidade, mercado de trabalho, racismo e feminismo

227
0

A TIM tornou-se signatária dos Princípios de Empoderamento das Mulheres, da ONU Mulheres e do Pacto Global das Nações Unidas. A adesão confirma o compromisso da operadora com a igualdade de gênero no mercado de trabalho, em linha com as recentes metas de diversidade e inclusão apresentadas em seu plano estratégico. Até 2023, a empresa quer ter 35% de representatividade feminina em sua liderança e incentivar a presença de mais mulheres em áreas tecnológicas.

Para isso, a empresa investirá ainda mais em ações que garantam essa equidade nos processos seletivos, de sucessão e em projetos para desenvolvimento de carreira, como um novo programa de mentoria que será lançado ao longo do ano.

O valor e a importância de se comprometer com metas vai além das metas em si. Está em desenhar e implementar políticas, práticas e ações efetivas que nos permitem alcançar os objetivos traçados, contribuindo para a evolução da sociedade e para uma cultura interna mais inclusiva”, comenta Maria Antonietta Russo, vice-presidente de Recursos Humanos da TIM.

A executiva destaca os avanços da companhia em 2020, com iniciativas como a nova política interna e o acordo coletivo de trabalho com cláusulas orientadas para diversidade e inclusão, a criação do comitê de Diversidade & Inclusão com a participação do CEO e da alta liderança, um plano de comunicação e treinamento que gera conhecimento e reflexão para rever preconceitos aberto também à sociedade, além da atuação dos grupos de afinidade formados por cerca de 500 colaboradores: “Uma cultura inclusiva se desenvolve com a contribuição das pessoas, valorizando os diferentes pontos de vista, independentemente de cargo ou atividade. É importante também ouvir o ambiente externo, como fonte de informação para entendimento das necessidades do contexto social, onde as empresas de fato podem e devem contribuir para a evolução da inclusão na sociedade”.

A TIM utilizará os sete princípios da ONU Mulheres como direcionador para diversas ações ao longo do mês de março. Internamente, os destaques são o lançamento do manual antimachista e a campanha #ElasTransformam, que vai abordar questões como empoderamento feminino e combate à violência contra a mulher. Todos os colaboradores participarão de uma ação para reconhecer mulheres que influenciam suas vidas com a hashtag #marqueumamulherqueteinspira na rede social interna, o Yammer.

Imagine as possibilidades de ser mulher

Nas redes sociais, a operadora lança a campanha #ImagineAsPossibilidadesDeSerMulher, com narração e criação de influenciadoras reconhecidas na promoção dos direitos e lutas feministas. Majur, Pequena Lo, Tia Má, Nath Araújo e Izzy Cerullo falarão sobre suas experiências e estimularão a reflexão sobre as diferentes realidades das mulheres no Brasil. “Queremos dar visibilidade às mais diversas histórias. Nosso time para essa ação já traz grande representatividade e, ao longo da campanha, elas vão se juntar a outras vozes para todas juntas compartilharem suas vivências e noções de subjetividade sobre a identidade de ser mulher”, detalha Ana Paula Castello Branco, diretora de Advertising & Brand Management da TIM.

Patrocinadora oficial do Comitê Olímpico do Brasil, a operadora destacará também as mulheres no esporte, contando as histórias de atletas do Time Brasil. Além disso, a TIM faz sua estreia na rede social do momento: o ClubHouse. Na quinta-feira (11), @Majur e @IzzyCerullo vão conversar, com mediação de @Transpreta e @Hellobioelo, sobre identidade de gênero e sexualidade no TIM Convida especial ClubHouse.

A ação irá se repetir nos dias 16 e 18, com uma discussão sobre a participação das mulheres no mercado de trabalho, que terá a participação de @_PequenaLo, @Babimsss e @MairaMedeiros_, tendo como mediadoras @Nanaths e @LauraSerahim2; e sobre racismo e feminismo, com @TiaMa, @PretaRara e @Lorrayne_carolyne, e mediação de @Carlinha.

Por fim, no dia 25, a partir de 16h30, acontece o TIM Convida Equidade de Gênero. Aberto à toda sociedade, o bate-papo digital é realizado no canal do YouTube da operadora (www.youtube.com.br/timbrasil) e busca dialogar sobre os aspectos mais atuais e desafiadores das mulheres dentro e fora da empresa. Em breve, a companhia divulgará as pessoas participantes da roda de conversa.

Artigo anteriorTOTVS compra RD Station por R$ 2 bilhões na maior transação privada do mercado de software no Brasil
Próximo artigoUnilever lança novo movimento global e diz ‘não’ aos padrões de beleza
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui