Início Notícias População do Amapá volta a ter energia elétrica, afirma Ministério de Minas...

População do Amapá volta a ter energia elétrica, afirma Ministério de Minas e Energia

No dia 03/11/2020, às 20h47min, houve explosão seguida de incêndio no Transformador (TR1 - 230/69 kV) da Subestação – SE Macapá, causando blecaute na capital e demais cidades.

212
0
Reprodução

A população do Amapá voltou a ter atendimento elétrico desde a madrugada do dia 7 de novembro, após intensos esforços coordenados pelo Gabinete de Crise, instituído pelo Ministério de Minas e Energia (MME), em conjunto com organizações do setor elétrico brasileiro, do Governo Federal e do Governo do Estado do Amapá.

O sistema elétrico de Macapá voltou a ser conectado ao Sistema Interligado Nacional – SIN, com a conclusão de reparos em 1 dos transformadores da Subestação Macapá (230/69 kV) que havia sido danificado com a explosão em outro transformador daquela subestação.

Em síntese, até o momento, foram realizadas as seguintes ações:

  • Instituição imediata do Gabinete de Crise pelo Ministério de Minas e Energia (Portaria MME nº 403, de 4 de novembro de 2020), com a participação de instituições e empresas relacionadas à ocorrência, de modo a coordenar os esforços para restabelecimento da energia o mais breve possível; e apurar tempestivamente os fatos ocorridos e as responsabilidades pela interrupção do suprimento de energia elétrica.​​
  • Criação, por meio da Resolução nº 25/2020/PR/EPE, de 9 de novembro de 2020, de Grupo de Trabalho no âmbito da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) para avaliação de propostas de planejamento que visam ao aumento da segurança de suprimento de energia elétrica ao Estado do Amapá.
  • Presença do Ministro de Minas e Energia, dirigentes e equipes do Ministério de Minas e Energia (MME), Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) no Amapá;
  • Envio de equipamentos de outros estados, com apoio da Força Aérea Brasileira, para reparo do transformador na Subestação Macapá;
  • Retorno à operação do transformador da Subestação Macapá, que está suprindo atualmente cerca de 120 MW para o Estado do Amapá;
  • Realização de reuniões do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico, que deliberaram pela necessidade de contratação, de forma célere, excepcional e temporária, de geração de energia elétrica no montante de até 150 MW, no Município de Macapá, Estado do Amapá até que haja condição satisfatória de atendimento ao Estado;
  • 237ª reunião (ordinária) no dia 04 de novembro;
  • 238ª reunião (extraordinária) no dia 06 de novembro;
  • 239ª reunião (extraordinária) no dia 07 de novembro.
  • Autorização, pelo Ministério de Minas e Energia, de contratação emergencial para atendimento ao Amapá (Portaria MME nº 406, de 6 de novembro de 2020) de até 60 MW de forma imediata (deliberação do CMSE);
  • Providências para contratação de geração de energia elétrica local pela Eletrobras Eletronorte no menor prazo;
  • Esforços para antecipação do retorno à operação de unidade geradora da Usina Hidrelétrica Coaracy Nunes estimado para o dia 11 de novembro, que agregará mais 25 MW de fornecimento de energia ao Estado do Amapá;
  • Providências para transporte de mais 2 transformadores para a Subestação Macapá, com energização do 2º transformador na Subestação Macapá, até o dia 26 de novembro;
  • Atendimento permanente às cargas prioritárias, como hospitais e abastecimento de água;
  • Estabelecimento de rodízio para os demais consumidores, considerando a atual restrição à capacidade de atendimento.

Somados os fluxos pela subestação Macapá e pela UHE Coaracy Nunes, foi possível alcançar, até o momento, cerca de 70% do atendimento ao Estado do Amapá.

O Gabinete de Crise tem atuado, diuturnamente, desde a manhã de quarta-feira (04/11), para restabelecer a energia no Amapá, o mais breve possível, cumprindo a determinação do Presidente Jair Bolsonaro.

Descrição da ocorrência:

No dia 03/11/2020, às 20h47min, houve explosão seguida de incêndio no Transformador (TR1 – 230/69 kV) da Subestação – SE Macapá, causando blecaute na capital e demais cidades supridas por esta subestação, com corte de cerca de 244 MW, que representa cerca de 95% da carga do Estado, além de avaria de outro Transformador (TR3).

CidadeMarketing com informações do Ministério de Minas e Energia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui