Início Notícias NBA apresenta novo layout da quadra para Finals 2020, apresentada por YouTube...

NBA apresenta novo layout da quadra para Finals 2020, apresentada por YouTube TV

1159
0
NBA Finals 2020, apresentada por YouTube TV (Divulgação NBA)

Piso vai receber aplicação da logo do YouTube TV no centro assim como a inscrição icônica de Walt Disney World dentro das linhas de três pontos em pontos opostos de quadra. Áreas dos fundos de quadra vão receber pintura especial com alusão ao Troféu Larry O’Brien nas cores vermelha e azul.

As Finals 2020 da NBA, apresentadas por YouTube TV, começam nesta quarta-feira, dia 30, a partir das 22h (horário de Brasília). Os fãs brasileiros podem acompanhar a série decisiva da temporada 2019-2020 na TV Bandeirantes, na ESPN e na Vivo, além do app NBA League Pass.

A bola vai subir nesta quarta-feira, dia 30, a partir das 22h (horário de Brasília), para o confronto entre o Miami Heat, campeão da Conferência Leste, e os Los Angeles Lakers, campeões da Conferência Oeste, nas Finals 2020, apresentados por YouTube TV. A série decisiva da temporada 2019-2020 vai alcançar fãs em 215 países em 48 línguas e, no Brasil, será possível assistir aos jogos ao vivo na TV Bandeirantes, na ESPN e pelo app NBA League Pass.

YouTube TV renovou a parceria de marketing com a liga em acordo de longo prazo como parceiro apresentador da NBA, da WNBA e da NBA G League Finals. Os planos do YouTube TV para as Finals da NBA incluem o lançamento de um novo spot de TV, apresentando aplicações de marcas na arena e levando experiências por meio de integrações inovadoras com o público.

Abaixo alguns números sobre a retomada da temporada da temporada e NBA Finals 2020, apresentada por YouTube TV.

Miami Heat vs Los Angeles Lakers
4 – Miami está em busca do quarto título de NBA
5 – Heat é a primeira equipe da quinta posição da temporada regular a chegar às finais da NBA desde que o formato atual de Playoffs foi implementado na temporada 1983-1984
10 – Miami e Los Angeles chegaram à mesma 10ª posição em suas respectivas conferências na última temporada, configurando a primeira final de NBA com duas equipes que não chegaram à pós-temporada na temporada anterior
17 – Os Lakers estão em busca do 17º título da NBA e, caso consigam, empatam com o Boston Celtics como a franquia com mais títulos na história da liga

Jogadores, Técnicos e Executivos
4 – Pat Riley, presidente do Heat, foi treinador dos Lakers em quatro títulos durante os anos 80
5 – Erik Spoelstra, técnico do Miami, chega pela quinta vez às finais da NBA como técnico
10 – LeBron James vai disputar as Finals pela 10ª vez se juntando a Bill Russell (12), Sam Jones (11) e Kareem Abdul-Jabbar (10) como únicos jogadores a terem 10 ou mais aparições
29,6 – Anthony Davis, dos Los Angeles Lakers, tem média de 29,6 pontos em sua carreira nos Playoffs. Apenas dois jogadores tem médias maiores (mínimo de 25 partidas): Michael Jordan (33,4) e Allen Iverson (29,7)
2000 – Tyler Herro, calouro do Miami, será o primeiro jogador nascido nos anos 2000 a disputar as finais da NBA

NBA Campus na Disney
3 – Três hotéis do complexo Walt Disney estão sendo usados por atletas, técnicos, staff das franquias, imprensa, equipes de TV e profissionais da liga no campus em Orlando
12/85 – Tanto Lakers quando Miami estão na 12ª semana hospedados no Gran Destino Tower no Coronado Springs. O jogo 1 das finais da NBA será disputado no dia 30 de setembro e marca o 85º dia consecutivo no campus para ambas as equipes
22 – Vinte e duas equipes da NBA chegaram à Flórida em julho para a retomada da temporada 2019-2020
115 – Mais de 115 veículos foram usados para transporte de jogadores, técnicos, arbitragem, equipes de apoio, profissionais das arenas, jornalistas e membros das emissoras de TV
150/100 – Cerca de 150 profissionais da NBA de diversos departamentos estão no campus há mais de 100 dias
525 – Mais de 525 excursões de pesca agendadas no campus ao longo do período
700 – Cerca de 700 pacotes chegam diariamente ao campus que possui um centro de distribuição de 2.700 m² em Coronado Springs, incluindo um recorde de cerca de 1.200 pacotes no mesmo dia
1.800 – Segundo números da liga, foram mais de 1.800 partidas de pickelball (espécie de combinação entre badminton, tênis e tênis de mesa) disputados no campus da NBA na Disney
3.600 – A NBA promoveu mais de 3.600 sessões de videoconferência via Zoom com transmissão de aproximadamente 1,9 milhão de minutos de entrevistas com atletas e técnicos
106 mil – Cerca de 106 mil noites de hotel foram reservadas para a retomada

ESPN Wide World of Sports
7 – O NBA Campus apresenta sete equipamentos, o que inclui quadras de treinamento e academias, assim como as quadras fornecidas por Heat, Indiana Pacers e Orlando Magic
30 – Entre 22 de junho até o primeiro amistoso, em 22 de julho, foram 30 dias para preparação das quadras de treinamento e das arenas de jogo
66 – As arenas de basquete do ESPN Wide World of Sports apresentam 66 microfones posicionados estrategicamente dentro e ao redor das quadras de jogo
92 – Ao todo, 92 familiares estão assistindo aos jogos na AdventHealth Arena, onde as Finals 2020 serão disputadas
145 – ABC, TNT, ESPN e NBA TV combinam para 145 jogos transmitidos ao vivo (16 amistosos + 52 jogos restantes da fase de classificação + 77 partidas de Playoffs) desde a retomada
199 – O complexo ESPN Wide World of Sports sediou 199 partidas desde o reinício da temporada
320 – Serão 320 fãs virtuais assistindo a cada partidas das Finais de casa, sendo vistos dentro da arena como parte do Michelob ULTRA Courtside
805 – O NBA Campus foi sede de 805 treinamentos desde que foi aberto em 9 de julho
1.120 – Parceiros nacionais e regionais da NBA nos EUA exibiram 1.120 horas de jogos na TV em mais de 428 transmissões
4.627 – Foram necessários 4.627 painéis de madeira para a montagem das quadras de treinamento e de jogos
16.780 – Quarenta caminhonetes percorreram 16.780 milhas para entregar as quadras em Orlando
265 – Total do peso das quadras do NBA Campus: 265 toneladas

Transmissões NBA Finals nos Estados Unidos
1 – Doris Burke será a primeira mulher a trabalhar como analista nas Finals da NBA considerando qualquer plataforma, estando ao lado do narrador Marc Kestecher e do analista Jon Barry na cobertura da rádio ESPN
1 – Rachel Nichols será a repórter de quadra das Finals da NBA  pela primeira vez durante a cobertura da ABC
12 – A equipe de transmissão ABC/ESPN formada por Mike Breen, Jeff Van Gundy e Mark Jackson vai trabalhar juntar em Finals pela 12ª vez
12 – Jackson e Burke vão trabalhar pela 12ª vez em Finals da NBA
– – Jackson tem o maior número de participações para um analista afro-americano em qualquer evento de finais de qualquer liga nacional de esportes
– – Burke tem o maior número de aparições de uma mulher em papel de destaque no ar em finais
14 – Jeff Van Gundy vai analisar as NBA Finals pela 14ª vez consecutiva, um recorde para os analistas de TV cobrindo o evento
15 – Mike Breen chega à 15ª edição consecutiva de Finals NBA – a maior de um narrador na NBA
18 – A ESPN vai produzir as Finals na ABC pelo 18º ano consecutivo

NBA Digital
18 – Analistas da NBA TV de Finals (Charles Barkley, Kevin McHale, Shaquille O’Neal, Kenny Smith, Steve Smith e Isiah Thomas) combinam para 18 aparições em finais da NBA durante suas carreiras de atletas
– – ‘Lendas’ Grant Hill e Chris Webber vão completer a equipe da NBA TV pela Turner Sports

NBA Finals pelo Mundo
5 – Cinco jogadores internacionais estão entre os que disputarão as Finals: Kyle Alexander (Miami / Canadá), Kostas Antetokounmpo (Los Angeles Lakers / Grécia – BWB África 2015), Goran Dragić (Miami / Eslovênia), Kelly Olynyk (Miami / Canadá – BWB Américas 2009) e Chris Silva (Miami / Gabão)
66 – Sessenta e seis veículos de imprensa de 23 países e territórios participaram das videoconferências via Zoom desde o início dos Playoffs da NBA
215/48 – As Finals da NBA vão alcançar 215 países e territórios em 48 línguas por meio da TV, de computadores, celulares e tablets

#NBATogether
61 – Até o momento, a NBA, ao lado de jogadores do Orlando Magic e Disney, doou 61 pequenos containers com bebidas, comida, roupas e equipamentos esportivos depois da partida das equipes do campus para organizações locais sem fins lucrativos e escolas da comunidade de Orlando

NBA Social Media
3 milhões – Mais de 3 milhões passaram a seguir as redes sociais da NBA desde 1º de julho
5,3 bilhões – Desde a retomada em 30 de julho, os canais da NBA nas redes sociais geraram mais de 5,3 bilhões de visualizações em vídeos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui