Início Notícias Banco digital next cria projeto artístico de representatividade em parceria com artistas...

Banco digital next cria projeto artístico de representatividade em parceria com artistas LGBTI+

395
0

Na ação Orgulho de fazer acontecer, o next cria, em parceria com artistas LGBTI+, projeto artístico inspirado na diversidade de gênero. Cada artista vai criar um poster com a letra que representa a comunidade da qual faze parte e, juntos, formarão uma única obra. O objetivo é usar a arte para dar visibilidade aos protagonistas do movimento. A ação está sendo divulgada nas redes e o resultado final será divulgado no dia 28.

“Sabemos o poder que a arte tem em potencializar narrativas e acreditamos nela como meio de conectar as pessoas com a mensagem. Usamos a arte para iniciarmos, junto da audiência, nossa jornada de aprendizado e escuta, abrindo espaço aos protagonistas do movimento”, comenta Paulo Aguiar, Head de Marketing do next.

Através de depoimentos dos artistas, o next também convida a audiência a conhecer mais a história e o processo de criação de cada um. Os conteúdos são divulgados nas redes do next e podem ser conferidos no @instadonext e @falanext.

 Arte e Representatividade 

L. Thais Oliveira é uma ilustradora de São Paulo, (@thahahais), em seu depoimento ela conta que começou a ilustrar para pagar o vestibular e, desde então, a arte faz parte de sua vida. “A arte é o que eu respiro, o que eu vivo, o que me alimenta”.

G. O artista multidisciplinar Lucas Sanper (@lucas_sanper) é soterapolitano e busca enaltecer, através da arte, corpos negros e a cultura africana. Essa representação está em todos os detalhes e pode ser conferida também no @soul_sanper.

B. “Gosto de representar sempre o que está fora do padrão, corpos, ideias, relacionamentos. Tudo fora da ótica tradicional”, comenta Ariane Freitas (@lovemaltine), ilustradora, escritora e comunicadora.

T. Ilustrador e designer, o paulista Lune (@lunecornio) busca, em sua arte, retratar a beleza na diversidade. “Tento representar corpos e vivências, mas principalmente levar um olhar sensível sobre corpos marginalizados”.

I. “Busco colocar o assunto da intersexualidade em voga, ser didática, falar abertamente sobre, tornando a intersexualidade um assunto natural”, comenta Patrick Rigon (@patrickrigon), modelo e multi-artista sulista com carreira internacional. 

+. Limão (@limaocomvodka) é um ilustrador e artista visual carioca, em seu depoimento ele conta a importância da representatividade na arte. “O quão revolucionário é um final feliz para um personagem gordo, negro, ou LGBTI+? Eu precisava disso e, hoje, eu faço”.

No mês do Orgulho, next e Bradesco também foram patrocinadores da Parada LGBTI+ que, nesse ano, aconteceu em formato de Live e foi transmitida pelo Youtube, no dia 14 de junho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui