Início Notícias Pesquisa de Mercado 37,8% dos gamers brasileiros desejam comprar consoles da nova geração no lançamento

37,8% dos gamers brasileiros desejam comprar consoles da nova geração no lançamento

498
0

Realizada pelo Sioux Group, através da unidade de negócios Go Gamers, ESPM e Blend New Research, a PGB considera jogadores (ou gamers) todos aqueles que afirmam possuir o hábito de jogar jogos digitais. É um público de 73,4% em todo o Brasil, e que está animado com a nova geração de consoles, mas o que vai definir a compra no lançamento será o preço: 73% dos gamers afirmam que esse será o ponto mais importante para a aquisição.

Além disso, 47,1% deles consideram relevante que os novos aparelhos tenham um bom preço. Por isso, 50,4% definem que R$ 2.000 seria o preço justo a se pagar, com uma parcela menor disposta a desembolsar até R$ 3.000 (28,2%). Em caráter de aposta, uma parcela considerável dos consumidores acredita que os valores se manterão entre R$ 2.000 e R$ 3.000 (31,8%), enquanto outros especulam que chegarão até os R$ 5.000 (27,4%).

“Preço sempre é um assunto sensível para os brasileiros. A geração atual dos videogames, por exemplo, foi marcada por uma interessante guerra de preços, com o Xbox One sendo lançado no país por R$ 2.299.00 e o Playstation 4 por R$ 3.999.00, e a expectativa para esta nova geração de consoles é por um preço ainda superior”, conta Guilherme Camargo, CEO do Sioux Group e professor na pós-graduação da ESPM.  

Impactos na decisão a compra

O segundo ponto de maior importância para o gamer brasileiro em relação à nova geração de consoles, segundo a PGB, é a experiência cross-platform. Este é um conceito pouco explorado pelos consoles, onde jogadores em plataformas diferentes podem jogar online juntos. Apesar disso, 72,1% do público gamer no país considera que ter essa possibilidade disponível nos próximos videogames vai influenciar a decisão de compra, embora apenas 38,4% defina-a como relevante.

A retrocompatibilidade — jogar games antigos, de gerações anteriores, nos novos consoles — aparece como terceiro principal influenciador para a aquisição, com 69,7%, sendo considerada relevante por 42,9% do público. Esse aspecto vai ao encontro do comportamento de consumo de jogos no Brasil, já que a relação entre preços de jogos e salário médio torna as compras mais difíceis, motivando o mercado a se manter apegado às versões menos novas dos títulos por mais tempo.

Desta forma, os jogos jogos exclusivos não figuram entre os principais fatores para a decisão de compra, sendo prioritários para 53,2% dos gamers e considerados relevantes para 27,8%. Até mesmo uma boa experiência em Realidade Virtual (VR), por exemplo, está à frente dos exclusivos em fator para decisão de compra (68,5%) e relevância (38,4%).

PlayStation ou Xbox? 

De acordo com a PGB, a opinião dos gamers brasileiros inclina bastante para o PlayStation 5, com 54,4% dos consumidores acreditando que o console da Sony será o melhor da nova geração. Questionados em relação ao desejo de compra, 42,3% optaria pelo PlayStation 5, enquanto 24,5% escolheria um Xbox Series X — 33,3% não têm interesse em comprar nenhum deles.

A conclusão não chega a ser uma surpresa, pois a PGB já aponta a preferência dominante do gamer brasileiro pelo PlayStation na atual geração de consoles, na qual  PS4 é a principal plataforma do gamer que joga em console (38,4%). Na sequência, estão dois aparelhos de gerações passadas: o Xbox 360, com 29,4%, e o PlayStation 2, com 23,6%.

Além disso, segundo dados do estudo, 35,7% dos entrevistados dizem que o PS4 oferece a melhor experiência para jogos, seguido pelo PS4 Pro, com 22,5%, e somente depois pelo concorrente Xbox One, com 11,3%.  A PGB ouviu 5.830 pessoas em 26 Estados e no Distrito Federal, no mês de fevereiro. A 7ª edição da pesquisa ainda oferece um Painel LATAM que busca traçar o perfil geral do jogador latino-americano, com 3.229 participantes de México, Argentina, Colômbia e Chile.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui