Início Notícias ALE Combustíveis doa R$ 1 milhão para alimentação de famílias impactadas pela...

ALE Combustíveis doa R$ 1 milhão para alimentação de famílias impactadas pela Covid-19 no Nordeste e em Minas Gerais

Companhia destinou o valor para a ONG Ação da Cidadania, que vai entregar o equivalente a 1 milhão de refeições a 6 mil famílias durante três meses; empresa também doou 40 mil litros de álcool 70 graus para comunidades no Rio Grande do Norte

271
0

Para auxiliar famílias carentes que foram afetadas pela crise social gerada pela pandemia de Covid-19, a ALE Combustíveis doou, neste mês, R$ 1 milhão para a ONG Ação da Cidadania. O recurso será destinado à aquisição de cestas básicas equivalentes a 1 milhão de refeições, que serão entregues a moradores de comunidades de baixa renda no Nordeste e em Minas Gerais. A estimativa é fornecer 250 toneladas de alimentos a aproximadamente 6 mil famílias, durante três meses, em 15 cidades.

A doação da ALE integra a “Ação contra o Coronavírus” criada pela Ação da Cidadania, ONG fundada em 1993 pelo sociólogo Herbert de Souza (Betinho) e um dos movimentos sociais mais reconhecidos do Brasil. A proposta é levar alimentos para os mais atingidos pela crise em várias localidades do país. O recurso será revertido em cestas básicas, que serão distribuídas para as famílias por comitês locais. Além da higienização das cestas, durante a entrega, será reforçada com as pessoas beneficiadas a importância de lavar as mãos e os itens antes de armazená-los. Serão atendidas, prioritariamente, famílias de comunidades próximas às bases de distribuição de combustíveis da ALE.

Segundo dados do Ministério da Saúde, até 26 de maio, das 20 cidades com maior mortalidade por Covid-19 no país, quatro são do Nordeste. Além disso, tanto na região quanto no Norte de Minas, há uma grande quantidade de pessoas abaixo da linha da pobreza. “Por isso, a proposta é levar o alimento para essas comunidades de baixa renda, onde se concentram muitas pessoas que precisam de ajuda para poder ficar em casa sem passar fome”, afirma o presidente da ALE, Fulvius Tomelin. Ele conta que a definição dos locais a serem beneficiados foi motivada também pelas origens regionais da ALE, que é fruto da união de uma empresa do Rio Grande do Norte e uma de Minas Gerais.

O diretor-executivo da Ação da Cidadania, Rodrigo “Kiko” Afonso, considera “incrível uma doação desse porte, principalmente num momento em que muitas famílias, que já viviam com muito pouco, estão sem nada”. Ele destaca que, antes da pandemia de Covid-19, cerca de 20 milhões de pessoas estavam em situação de grave ou extrema pobreza no Brasil. “Com os impactos da pandemia, esse número hoje é de, pelo menos, 40 milhões.”

O presidente da ALE afirma que a iniciativa da ONG está alinhada ao trabalho de responsabilidade social desenvolvido pela companhia. “Estamos todos juntos, mais uma vez, por uma causa nobre. A Ação da Cidadania sempre desempenhou um grande trabalho no combate à fome com o lema ‘Quem tem fome tem pressa’. Temos a certeza de que estamos apoiando uma iniciativa séria e que vai prover alimentação para famílias duramente impactadas pela crise”, afirma.

Outras doações

Em abril, a ALE doou 40 mil litros de álcool líquido a 70 graus para o Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado da Saúde. A iniciativa, promovida em parceria com a indústria de sorvetes Ster Bom, beneficiou moradores de comunidades de baixa renda em Natal e outras cidades do estado.  A distribuição aos municípios foi realizada por agentes comunitários e de saúde que atuam no dia a dia com os moradores das comunidades beneficiadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui