Início Notícias Movimento “Pede pelo Zap” traz de volta a lista telefônica e digitaliza...

Movimento “Pede pelo Zap” traz de volta a lista telefônica e digitaliza microempreendedores do país

1159
0

Criado para concentrar o contato dos micro e pequenos negócios por todo o Brasil, o movimento Pede pelo Zap está auxiliando fornecedores e consumidores a sobreviver durante a pandemia de Covid-19. A partir de uma plataforma gratuita, é possível cadastrar um pequeno negócio, encontrar um produto ou serviço, inscrever-se para fazer o delivery e até mesmo escolher um entregador.

O Pede pelo Zap já conta com mais de 18 mil lojas e empreendedores de todo o Brasil. As categorias mais pesquisadas são as de Alimentação (lanchonetes, alimentação saudável e restaurantes), variedades e vestuário. A plataforma já conta com mais de 50 mil pessoas que entraram em contato com os pequenos negócios no primeiro mês de existência.

Na plataforma, o cliente tem acesso ao nome e descrição do fornecedor, além do “zap”. Basta clicar no ícone para ser redirecionado ao aplicativo de mensagens e iniciar o contato. Quem preferir pode ligar para o profissional.

Tanto o cadastro do pequeno negócio quanto a busca são gratuitos. O cliente combina a demanda via WhatsApp diretamente com o fornecedor, inclusive a melhor forma de pagamento e de entrega. A plataforma não se responsabiliza pelas transações.

O Pede pelo Zap resgata o advento das listas telefônicas, populares até os anos 90, nas quais era possível encontrar o contato de qualquer fornecedor da cidade. No início da quarentena circularam planilhas colaborativas com os dados dos fornecedores locais, mas agora, com a iniciativa, o match entre cliente e profissional foi facilitado.

Fred Rocha, especialista em varejo e idealizador do
movimento Pede pelo Zap

Fred Rocha, consultor e palestrante especialista em vendas, é o idealizador do movimento. Para ele, a iniciativa permite que empresas que ainda não tem presença digital possam ser encontradas pelo público. “Estamos encurtando o caminho entre consumidores e os micro e pequenos negócios brasileiros, que não têm caixa para investir em marketing digital para aparecer nessa crise”, afirma o especialista.

Nas próximas semanas, o serviço terá novidades: o Mercado Central de Belo Horizonte e o Bom Retiro, em São Paulo, vão ganhar um espaço exclusivo para um funcionamento ainda mais assertivo. Além disso, o Pede pelo Zap vai disponibilizar QR codes com o número do WhatsApp para que os fornecedores fixem nas portas de seus estabelecimentos a mais nova opção de contato.

O site para acessar o serviço é www.pedepelozap.com.br.

Artigo anteriorSENAI presta consultoria gratuita à indústria para fabricação de equipamentos de proteção contra o novo coronavírus
Próximo artigoPif Paf Alimentos doa respiradores
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui