Início Notícias Claro expande projeto de energia renovável

Claro expande projeto de energia renovável

410
0

A Claro acaba de inaugurar a 35ª. usina de geração de energia dentro do programa “A Energia da Claro”, que prevê o uso de fontes renováveis e ações de proteção ao meio ambiente em todas as suas operações e instalações no Brasil. O objetivo do programa é cobrir 80% do que a empresa utiliza em suas operações no país, mais de 600.000 MWh/ano.

Instalada na cidade de Timon, no Maranhão, é a maior planta solar do Estado na modalidade de Geração Distribuída. A usina tem capacidade de 5,1 MW, o suficiente para abastecer 4,5 mil lares brasileiros. O Complexo Solar ocupa uma área de aproximadamente 17,6 hectares, com 15.692 módulos fotovoltaicos de 325 Wp cada um.  A geração estimada é de 10.500 MWh/ano.

A energia utilizada pela Claro já é proveniente de diversas fontes renováveis, (solar, hidrelétrica, eólica, biogás e cogeração qualificada) por meio do maior projeto de Geração Distribuída e o primeiro entre organizações de telecomunicações no país. O projeto prevê a geração de energia limpa para as concessionárias de eletricidade e engloba ainda ações de mobilidade elétrica e de eficiência energética, possibilitando a redução no consumo de energia e a diminuição de impactos ambientais.

“A Energia da Claro” mantém operações em 12 estados (BA, DF, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PE, PI, PR e SP) e tem instalações em fase final de implantação em outros quatro, além de projetos em construção nas demais unidades federativas. “O programa transformou a matriz energética da Claro e reflete nosso compromisso com a inovação, o meio ambiente e a sustentabilidade”, afirma Hamilton Silva, diretor de Infraestrutura da empresa.

Daniely Gomiero, diretora de Comunicação, Responsabilidade Social Corporativa da Claro e vice-presidente de Projetos do Instituto Claro, ressalta a importância da ação. “Com isso, a Claro garante a geração sustentável de energia e o uso racional de recursos. A energia renovável é custo relativamente baixo e reduz a produção de gases de efeito estufa, com menor impacto no meio ambiente do que fontes de origem fóssil”, diz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui