Início Notícias Retomada dos negócios na construção civil é tema de webinar

Retomada dos negócios na construção civil é tema de webinar

Empresários e entidades discutem futuro do setor em evento nesta sexta-feira

379
0
Instagram

A ANAMACO (Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção) irá promover, nesta sexta-feira (17), um webinar com empresários e entidades da construção civil para discutir os desafios do setor diante da pandemia do novo coronavírus e como é possível manter o mercado aquecido neste momento. A transmissão será feita ao vivo pelo YouTube, às 15h.

Entre os convidados para o debate estão o presidente da ANAMACO, Geraldo Defalco; o superintendente da ANAMACO, Waldir Abreu; o diretor do banco Santander, André Novaes; o especialista em construtechs Wanderson Leite, da Prospecta Obras; o deputado federal e líder da FPCS, Efraim Filho; o economista da Fecomércio SP e assessor econômico do Sincomavi SP, Jaime Vasconcelos; os advogados José Couto Maciel e Pedro Maciel (direito trabalhista) e Daniel França (direito do consumidor); o diretor superintendente da Astra, Manoel Flores; e o especialista tributário Ricardo Castagna.

A construção civil é um dos maiores motores da economia, representando 10% do PIB brasileiro e empregando cerca de 2 milhões de trabalhadores com carteira assinada. Tamanha é sua importância que, mesmo diante da pandemia do Covid-19, essa atividade foi considerada essencial em muitos estados, e, portanto, não suspensa.

Levantamento “Raio-X da Construção Civil” – A Prospecta Obras, startup que mapeia as obras em andamento no Brasil, fez um levantamento do cenário atual. Segundo a pesquisa, realizada no dia 30 de março de 2020, há 468.765 obras em andamento no país. Dentre elas, o segmento residencial unifamiliar (casas) deve ser o menos impactado, representando 42% do total de obras em andamento. Em seguida, aparece o residencial multifamiliar (prédios), com 18%. As obras comerciais, industriais e de infraestrutura têm os maiores índices de interrupção, representando 11%, 8% e 6%, respectivamente. As demais obras representam 15% do total.

Além disso, outros dados coletados em 6 de abril de 2020 apontam a redução nas vendas como o principal problema apontado pelas empresas da construção civil no momento, com 67% das respostas. A paralisação das obras aparece em segundo lugar, com 51%, seguido pela falta de crédito (30%) e recebimento/faturas (30%).

O CEO da Prospecta Obras, Wanderson Leite, aponta a informatização como uma das soluções para que o setor continue forte neste momento. “É preciso entender que o cliente mudou. Ele já não vai mais tanto às lojas, a pesquisa dos produtos e serviços começa online e espera uma assertividade no que vai comprar, se planeja mais para gastar menos”, afirma. “Isso muda a relação entre empresas e consumidores, que devem ser mais proativas nas vendas e oferecer uma experiência de compra positiva.”

O empresário cita exemplos de como muitos negócios têm se reinventado durante a crise. “Muitos passaram a oferecer entrega de materiais a domicílio, abriram e-commerce, estruturaram melhor seus canais digitais para facilitar a comunicação com o cliente. Não dá para ficar parado e esperar a situação passar, é preciso agir com rapidez e transmitir segurança para o comprador”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui