Início Notícias Pesquisa de Mercado Coronavírus: Consumo de papel higiênico aumenta 211%, aponta pesquisa da Kantar

Coronavírus: Consumo de papel higiênico aumenta 211%, aponta pesquisa da Kantar

578
0

Um estudo apresentado pela Kantar, líder global em dados, insights e consultoria, nesta quarta-feira, 8 de abril, mostra os primeiros resultados do confinamento devido ao coronavírus no Brasil.

Primeiramente é importante contextualizar a nova pandemia em comparação com a anterior. Enquanto a Covid-19 recebeu este status apenas 101 dias depois do surgimento do primeiro caso, a H1N1 levou 455 dias. Além disso, passados 125 dias, já foram infectadas mais de 1,4 milhão de pessoas, contra as 575 mil durante os 510 dias de duração da H1N1. A letalidade, ao menos na América Latina, também já é mais alta: 3,2% frente aos 2,5% registrados.

Nesse cenário, o volume de compras aumentou 25% na cidade de São Paulo no período de 16 a 22 de março, em comparação com o anterior, entre os dias 9 e 15, e os responsáveis por esta corrida para abastecimento foram principalmente os mais jovens e as famílias de classe média, motivados pelo medo do risco de contágio.

O aumento de alguns gastos é relevante, principalmente com produtos para higiene pessoal, limpeza e cuidados com a casa. Foi registrado um crescimento de 211% na compra de papel higiênico, 98% de produtos para cuidados com a casa, 79% de detergentes e 73% de cereais.

Considerando faixas etárias, menores de 29 anos fizeram 71% mais compras nesse mesmo período do que no anterior.

No Brasil como um todo, mais de 1 milhão de ocasiões por semana de consumo de produtos para cuidados pessoais está em risco devido ao isolamento social, sendo 973 milhões relacionadas com a ida ao trabalho ou instituição de ensino e outras 356 milhões que geralmente acontecem antes de eventos sociais. No Reino Unido, já se observa uma queda de 20% nas ocasiões de consumo de higiene pessoal durante o período de confinamento.

“O distanciamento social já mostra sinais significativos de mudança na rotina dos brasileiros e a presença online fica cada vez mais forte à medida que ele continua. Mais de 10% dos brasileiros já compram seus produtos de cuidados pessoais pelo comércio eletrônico e apenas em 2020 este segmento atraiu mais de 1,2 milhão de novos lares, no que se refere à aquisição de bens de consumo massivo (FMCG)”, afirma Marcela Botana, Diretora Regional de Atendimento da Kantar Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui