Início Notícias UberEats e 99Food anunciam ações de apoio e prevenção ao coronavírus

UberEats e 99Food anunciam ações de apoio e prevenção ao coronavírus

527
0

No 99Food, entregadores parceiros receberão kits de prevenção e orientações para entregas sem contato, empresa também disponibilizará lacres aos restaurantes para fechamento das embalagens. Fundo de suporte de US$ 10 milhões foi criado para apoiar entregadores parceiros afetados. Já a Uber Eats vai oferecer aos usuários gratuidade na taxa de entrega para pedidos feitos a milhares de pequenos e médios restaurantes parceiros independentes do Brasil

O fundo especial DiDi Chuxing, dona da 99Food e da 99, criou um fundo de ajuda especial para motoristas e entregadores parceiros afetados pelo COVID-19. Esse fundo chegará a US$ 10 milhões para apoiar os mercados internacionais em que a empresa opera. Com base nas recomendações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS), a 99Food criou e compartilhou guias preventivos de higiene para entregadores parceiros, restaurantes e consumidores. As informações podem ser acessadas neste link

Para reduzir a probabilidade de contágio nas entregas solicitadas pela 99Food, os entregadores poderão retirar, nas próximas semanas e gradualmente, kits contendo máscaras da categoria N95/FFP2 e álcool em gel 70% para higienização de mãos, bolsas e guidão. Ainda pela 99Food,os restaurantes parceiros poderão retirar, nas próximas semanas e gradualmente, lacres de segurança para incentivá-los a embalar adequadamente os alimentos e protegê-los das partículas do ambiente durante o transporte.

Uma das recomendações de prevenção da OMS é manter uma distância social de pelo menos 1 metro entre as pessoas. Portanto, a 99Food está implementando a opção de entregas de comida sem contato direto. Basta o consumidor informar no chat com o entregador parceiro a forma de entrega. Para que a opção de entrega sem contato esteja disponível, o consumidor deve realizar o pagamento dentro da plataforma. No caso de um diagnóstico positivo de COVID-19 ou se algum usuário da plataforma estiver em quarentena por recomendação das autoridades de saúde, sua conta será temporariamente bloqueada como uma medida para impedir a propagação da doença. os entregadores estão segurados contra acidentes do momento do aceite da entrega até a finalização.

Pagamentos semanais para restaurantes

Para ajudar a criar uma fonte de fluxo de caixa mais confiável e imediata, mesmo em tempos incertos, a empresa irá continuar a fazer os pagamentos semanalmente para restaurantes. Esse recurso permite que restaurantes tenham acesso às suas receitas semanalmente, ao invés do ciclo de faturamento tradicionalmente mensal.

Uber Eats

Já a Uber Eats, a partir desta sexta-feira (20), vai oferecer aos usuários gratuidade na taxa de entrega para pedidos feitos a milhares de pequenos e médios restaurantes parceiros
independentes do Brasil e da América Latina. Além disso, todos os restaurantes cadastrados na plataforma também serão isentos da taxa de retirada quando os usuários fizerem um pedido pelo aplicativo e optarem por buscar a refeição pessoalmente. A empresa ainda vai intensificar seus esforços de marketing para esses restaurantes, com o objetivo de aumentar a visibilidade de empreendimentos locais para os usuários, via aplicativo e por email marketing. A Uber espera que essas medidas beneficiem mais de 30.000 restaurantes em toda a América Latina.

“Ouvimos de entidades do setor, como Abrasel e Sebrae, além dos nossos próprios parceiros, que os restaurantes estão preocupados com o que a crise da saúde acarretará
nas vendas, seu impacto no fluxo de caixa e sua capacidade de pagar fornecedores e funcionários”, afirmou Fabio Plein, diretor geral do Uber Eats no Brasil. “É por isso que vamos dar a esses pequenos restaurantes a opção de receber pagamentos diários, em vez de esperar até o final da semana, o que pode ser ainda mais importante à medida
que o delivery se torna uma parcela maior de suas vendas durante esse período”.

Além disso, a empresa permite que restaurantes que cumpram os requisitos obrigatórios de qualidade se inscrevam na plataforma mais rapidamente e iniciem operações sem a
necessidade de um tablet. O Uber Eats também está trabalhando em colaboração constante com os governos locais para respeitar medidas e restrições obrigatórias durante esse
período.

Orientações e ações de prevenção para restaurantes

Segundo as autoridades de saúde, ainda não há evidências de que o vírus possa ser transmitido através de alimentos, no preparo ou no consumo, estejam eles crus, cozidos ou congelados. De qualquer forma, como prevenção, é importante sempre lavar bem as mãos com água e sabão antes de preparar os alimentos e garantir que o ambiente de preparo está higienizado de acordo com as regras da Vigilância Sanitária.

Confira alguns cuidados básicos:

1) Orientar a equipe da cozinha a lavar as mãos antes e depois do manuseio de alimentos, crus ou cozidos, bem como ao entrar e sair do estabelecimento;
2) De preferência, orientar a todos na cozinha a usar uma máscara para evitar qualquer tipo de infecção alimentar;
3) Priorizar o uso de diferentes tábuas de corte e facas ao manusear carne crua e alimentos cozidos;
4) Para proteger os alimentos das partículas do ambiente durante o transporte, fechar bem a embalagem e, se possível, colar um lacre de segurança em cada pedido;
5) Orientar que a equipe em contato direto com mais pessoas ou com dinheiro lave as mãos ou use um desinfetante entre cada transação;
6) Disponibilizar um desinfetante para as mãos ao alcance dos clientes e funcionários para promover uma higiene consistente;
7) Certificar-se de limpar e desinfetar qualquer objeto ou superfície em contato constante com as pessoas.

CidadeMarketing com informações da Abrasel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui