Início Notícias USP confirma estudante de geografia com coronavírus; Reitoria emite nota e aulas...

USP confirma estudante de geografia com coronavírus; Reitoria emite nota e aulas são mantidas

296
0

Depois de o Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP) suspender as aulas de hoje (11) devido à informação de que um aluno do curso foi oficialmente diagnosticado com o novo coronavírus (Covid-19), a universidade informou que as aulas do departamento voltarão ao normal amanhã (12). Ainda segundo a USP, caso haja uma nova decisão, os alunos serão informados da mesma maneira como foram hoje, por meio de mídias sociais e de outros meios digitais disponíveis. Os alunos do curso de geografia têm aulas apenas nos períodos vespertino e noturno.

Segundo informações da FFLCH, esse foi o único caso comunicado à instituição e o fato foi reportado imediatamente à reitoria. A faculdade afirmou que manterá suas aulas e demais atividades enquanto aguarda a manifestação da Superintendência de Saúde da USP e do Centro de Gestão do Coronavírus no Estado de São Paulo, que vão estabelecer os protocolos necessários à segurança de todos.  

“Havendo qualquer alteração desse quadro e, amparados pelos profissionais de saúde competentes, toda a comunidade da nossa Faculdade será informada imediatamente. Contamos com a colaboração da comunidade acadêmica para evitar o alarmismo e a disseminação de boatos. Lembramos que todos devem ficar atentos às práticas de prevenção contra este vírus”, diz a FFLCH por meio de nota.

De acordo com a universidade, o caso reportado já está contabilizado nos dados divulgados pelo Ministério da Saúde que, atualmente, confirma 52 casos no país.

Também hoje (11), a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o surto do novo coronavírus como uma pandemia. 

Confira a nota completa da Reitoria da USP:

“A Reitoria informa que foi criado o Comitê Permanente USP Covid-19, que tem como objetivo acompanhar permanentemente a evolução da presença do vírus entre alunos, professores e servidores técnicos e administrativos da Universidade, em todos os campi da USP, bem como realizar atualizações periódicas das recomendações da autoridade sanitária.

O Comitê é formado por profissionais de saúde do Hospital Universitário (HU), por representantes da Unidade de Vigilância em Saúde do Butantã e da Coordenadoria de Vigilância em Saúde e é presidido pelo superintendente de Saúde da USP e do HU, Paulo Ramos Margarido.

O órgão também é responsável pela interface de comunicação com as autoridades sanitárias estaduais e federais.

A USP esclarece ainda que, até o momento, houve um caso confirmado de coronavírus de um aluno, no campus de São Paulo, que foi contaminado pela parceira que viajou à Itália e não faz parte da comunidade universitária.

A Unidade de Vigilância em Saúde do Butantã faz o acompanhamento das pessoas que tiveram contato mais próximo com o estudante (contactantes), que não apresentaram nenhum sintoma da doença até o momento.

Em relação aos outros campi, cabe à Vigilância Epidemiológica Municipal a responsabilidade de comunicar aos investigados os resultados positivos e negativos para covid-19, fazer as orientações necessárias para os casos suspeitos e confirmados e a busca ativa dos casos contactantes.

A Universidade também reitera que, por ora, além do caso confirmado, não há nenhuma ocorrência suspeita que atenda aos critérios estabelecidos pela Secretaria Estadual de Saúde, pelo Centro de Contingência do Coronavírus do Estado e pelo Ministério da Saúde.

A USP manterá as atividades didáticas e administrativas em todas as suas Unidades de Ensino e Pesquisa, conforme orientação da autoridade sanitária.

A decisão da suspensão das aulas no Departamento de Geografia foi uma decisão unilateral e somente pelo dia de hoje (11/3).

Por fim, a USP gostaria de tranquilizar a comunidade interna e externa, reforçando que a instituição segue todos os protocolos estabelecidos pela Secretaria Estadual de Saúde, pelo Centro de Contingência do Coronavírus do Estado e pelo Ministério da Saúde em relação ao tema, que são atualizados de acordo com o avanço da doença no País.”

CidadeMarketing com informações da USP e Agência Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui