Início Notícias Instituições da Paulista Cultural comemoram 128 anos da Avenida Paulista

Instituições da Paulista Cultural comemoram 128 anos da Avenida Paulista

Casa das Rosas, Centro Cultural Fiesp, IMS Paulista, Itaú Cultural, Japan House São Paulo, MASP e Sesc Avenida Paulista oferecem diversas atividades culturais no dia 8 de dezembro

223
0
Itaú Cultural - Outros - Grupo Galpão Guto Muniz

Para comemorar os 128 anos da Avenida Paulista, completados no dia 8 de dezembro de 2019, as instituições integrantes da Paulista Cultural – evento anual que celebra o potencial artístico e turístico da avenida Paulista – preparam uma diversa agenda de atividades especiais e gratuitas, que promete intensificar a natureza deste corredor cultural, considerado um dos principais do país. A homenagem será realizada pela Casa das Rosas, Centro Cultural Fiesp, IMS Paulista, Itaú Cultural, Japan House São Paulo, MASP e Sesc Avenida Paulista.

Concentrada no domingo, dia 8 de dezembro, a programação apresenta atividades voltadas à linha do tempo da Avenida Paulista, promovidas pela Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura; o Centro Cultural Fiesp destaca uma série de shows de música e dança em parceria com o Consulado da Argentina; o IMS oferece oficina de desenho de observação inspirada na Avenida; peças teatrais compõem a programação do Itaú Cultural; memórias da Paulista serão resgatadas em atividades na Japan House São Paulo; a história e curiosidades do MASP serão retratados em visita guiada especial no museu e, para finalizar, o  Sesc Avenida Paulista destaca passeio pela paisagem urbana da Avenida.

Sobre a Paulista Cultural

A Paulista Cultural é uma iniciativa pioneira que propõe intercâmbios entre sete instituições da avenida Paulista: a Casa das Rosas, o Centro Cultural Fiesp, o IMS Paulista, o Itaú Cultural, a Japan House São Paulo, o MASP e o Sesc Avenida Paulista. A segunda edição da iniciativa, com apoio do Itaú, foi realizada em abril e reuniu cerca de 46 mil pessoas.

Abaixo, a programação completa:

CASA DAS ROSAS

Exposição temática da “Avenida Paulista” – Associação Paulista Viva

Obras em cerâmica feitas pela artista paulistana Má Ferreira.

Curadoria de Fernando Zelman

A partir das 10h.

*Não precisa de inscrição.

Roda de Conversa 1: Janela da História – 11h30 às 12h30

Por Marcus Vinicius Uchoa, publicitário e produtor audiovisual

Este projeto visa a reconstrução digital da Avenida Paulista e seus casarões do início do século XX, entre as décadas de 1900 a 1935. Ao resgatar a arquitetura, o estilo de vida e as histórias dos moradores e financiadores das construções, a atividade traz histórias das pessoas que criaram as bases da São Paulo que temos hoje.

*Não precisa de inscrição.

Roda de Conversa 2: Série Avenida Paulista – 15h00 às 16h00

Por Luciana Cotrim, consultora em planejamento de comunicação, professora de pós-graduação no Senac e mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP

Por meio de artigos, a Série Avenida Paulista conta as histórias dos casarões e das famílias que moravam neste endereço. Outro aspecto abordado é de edifícios construídos em seus lugares ao longo do tempo. Escrita por Luciana Cotrim, a série conta a história de mais de 80 casarões do século XX e como sucedeu as construções atuais.

*Não precisa de inscrição.

CENTRO CULTURAL FIESP

Exposição Alphonse Mucha: o legado da Art Nouveau

Galeria de Arte

Das 10h às 20h

A primeira exposição de Alphonse Mucha (1860-1939) no Brasil traz ao público a obra do principal expoente do movimento Art Nouveau. Ao todo, são cerca de 100 obras, entre cartazes, desenhos, pinturas, gravuras, objetos, livros e fotografias, provenientes da Fundação Mucha, em Praga, e de outras coleções internacionais. Dividida em quatro seções temáticas a mostra percorre a história do artista e também sua influência no mundo contemporâneo, a exemplo dos pôsteres psicodélicos dos anos 1970 e das ilustrações de mangás e histórias em quadrinhos.

Exposição Kurt Klagsbrunn: Faces da Cultura, Retratos de Um Tempo

Galeria de Fotos

Das 10h às 20h

Mostra inédita do fotógrafo refugiado austríaco Kurt Klagsbrunn (1918-2005) apresenta um panorama artístico e cultural do Rio de Janeiro e São Paulo nas décadas de 1940 e 1950. Nesse período, o Brasil passava por profundas transformações políticas e econômicas que desencadearam mudanças significativas na arte e na cultura. As fotografias cobrem este amplo e diversificado circuito artístico e cultural da época – ateliês, exposições, solenidades diversas – evidenciando a existência de redes organizadas e ativas de artistas e intelectuais. As obras mostram, ainda, a ampliação e profissionalização do setor cultural, por meio da criação de importantes espaços de exibição, da implantação de museus e da abertura de galerias de arte.

Exposição Olá, Mauricio!

Espaço de Exposições e Galeria de Arte Digital (fachada do prédio)

Das 10h às 20h

Além dos vários espaços instagramáveis, em que o público pode se sentir dentro do Bairro do Limoeiro e outros cenários presentes nas histórias dos gibis, a mostra traz novos quadros da coleção História em Quadrões (que exibe releituras das mais importantes e conhecidas pinturas de artistas mundialmente consagrados, atuando na popularização da história da arte e das histórias em quadrinhos) e até esculturas da dupla Franjinha e Bidu, saídas diretamente da primeira tirinha, publicada em 18 de julho de 1959, no jornal Folha da Tarde.

A exposição ainda se estende para a Galeria de Arte Digital do Centro Cultural Fiesp, à noite, a partir das 19h, exibindo episódios curtos das séries Mônica Toy e Biduzidos na fachada do prédio.

Erêndira – A Incrível e Triste História da Cândida Erêndira e Sua Avó Desalmada

Teatro do Sesi-SP
Capacidade: 456 lugares

Duração: 120 min.

Dia 8: duas sessões, às 15h e às 19h
Temporada: até 8 de dezembro (quinta a sábado, 20h | domingo, 19h)

No espetáculo, uma trupe de saltimbancos conta a história de uma avó singular e nada parecida com as de conto de fadas, que obriga a sua neta, Cândida Erêndira, uma menina quase impúbere, a prostituir-se para ressarcir as perdas de um incêndio que supostamente provocara. O amor poderá salvar Cândida do seu triste fardo?

A tragicomédia é baseada na obra homônima de Gabriel García Márquez, de 1972, com direção de Marco Antonio Rodrigues e adaptação de Augusto Boal. Criada a partir da segunda metade do século XX, A Incrível e Triste História de Cândida Erêndira e Sua Avó Desalmada é resultado de um mundo pós-guerra e pós-revolucionário, que se reconhece mais cruel, menos ingênuo, mas ainda potencialmente utópico em suas capacidades.

Ingressos: reservas antecipadas de ingressos online liberadas sempre às segundas-feiras, às 8h, para as apresentações da semana no site www.centroculturalfiesp.com.br. Ingressos remanescentes são distribuídos 15 minutos antes do início de cada sessão na bilheteria do Teatro. Cotas para público espontâneo são liberadas para retirada de acordo com o horário de abertura da bilheteria: de quinta a sábado, às 13h, e aos domingos, às 11h.

Domingo na Paulista especial Tango
Teatro do Sesi-SP
Capacidade: 456 lugares

9h às 9h40 – Quarteto Tango 4 + Juan Moreno

9h45 às 10h15 – DJ Capitan Billie + Tango na Rua

10h20 às 11h – Julieta Laso

11h às 11h20 – DJ Capitan Billie (Set Live)

11h20 às 12h – Cata Raybaud

Em parceria com o Consulado da Argentina, o Centro Cultural Fiesp traz ao palco o compasso dois por quatro em comemoração ao dia do tango. Para abrilhantar a apresentação, sobem ao palco do Teatro do Sesi-SP o Quarteto tango 4 e Juan Moreno, DJ Capitan Billie e Cara Raybaud. Também haverá intervenções dança de Julieta Laso e tango na Rua.

Ingressos: reservas antecipadas de ingressos online pelo site www.centroculturalfiesp.com.br. Remanescentes são distribuídos 15 minutos antes do início do show na bilheteria do Teatro.

IMS PAULISTA

Família em Foco: Um desenho para a Avenida Paulista

com Paulo Von Poser

Das 15h30 às 17h

20 vagas, para adultos e crianças a partir de 6 anos

Distribuição de senhas 60 minutos antes do evento. Limite de 1 senha por pessoa.  

Atividade de desenho de observação desenvolvida em duas etapas, individual e coletiva. Na primeira, os participantes farão um aquecimento gráfico pelo entorno do edifício do IMS criando desenhos sobre as relações entre os espaços públicos da cidade, os cidadãos e a paisagem da Avenida Paulista. Logo após, serão realizados desenhos coletivos em grandes formatos, em que cada grupo terá a liberdade de inventar sua própria dinâmica de interação, observação e participação. Desenhar na cidade transforma o lugar e o desenhista ao mesmo tempo. Para participar não é preciso ter experiência anterior de desenho. 

Santa Melodica Orchestra

de Andreas Trobollowitsch

13h, 14h e 15h (performances de aproximadamente 15min)

Entrada livre. Sujeito a lotação dos espaços.

Santa Melodica Orchestra é uma performance sonora para 9 artistas, escaletas, tubos e balões. Enquanto tocam, os artistas balançam seus instrumentos em uma determinada velocidade. Juntos, criam um efeito de arpejo que se altera constantemente, fazendo do grupo um organismo cinético em transformação. Andreas Trobollowitsch é um compositor e artista sonoro austríaco que trabalha com música eletroacústica, performances e instalações sonoras. Utiliza objetos do dia a dia modificados e instrumentos preparados. A performance será realizada em três apresentações de aproximadamente 15 minutos cada em diferentes locais do IMS Paulista. 

ITAÚ CULTURAL

OUTROS | Grupo Galpão

Às 19h

Duração:  90 minutos

Capacidade: 193 lugares

Classificação Indicativa: 14 anos

Distribuição de ingressos: Regra do IC

*Essa atividade contará com interpretação em Libras. 

OUTROS traduz teatralmente as inquietações contemporâneas resultantes do trabalho do Grupo Galpão com o diretor Marcio Abreu, iniciado com o espetáculo Nós. Trata do hoje, do momento em que vivemos e das questões que o tornam não mais viável. É um espetáculo sobre a construção da memória e o impacto do agora no porvir. Sobre a necessidade de ruptura com pensamentos e estruturas arraigadas que já não devem nos representar, mas sim abrir caminho para a possibilidade de novos horizontes, paisagens, reflexões. Em cena, a instabilidade desse momento transborda e vai além do que a palavra dá conta de expressar, reverberando nos corpos dos atores e das atrizes em cena, as inquietações, possibilidades e impossibilidades do hoje.

História sem tempo que conta o tempo | Cia. Patética

Às 15 horas
Local: Sala Multiuso

Duração: 50 minutos
Capacidade: 70  lugares

Classificação Indicativa: livre
Distribuição de ingressos: Regra do IC
*Essa atividade contará com interpretação em Libras. 

Cecília, uma menina alegre e muito esperta, adora brincadeiras de meninos… que também podem ser brincadeiras de meninas… Oras bolas! Por que essa divisão? Nesse mundo há muitas coisas difíceis de entender. Por isso mesmo Cecília prefere imaginá-lo do seu jeito. Melhor mesmo, né? O mundo adulto é muito complicado. Como é que pode ter sol, chuva, ventania, frio e calor tudo num mesmo dia? E por que parece que todos estão sempre correndo o tempo todo? O que é esse tal de tempo? Quem controla, quem faz o tempo?

Nessa busca entre tantas perguntas, Cecília resolve consultar sua avó, pois como ela já viveu muito tempo, quem sabe tenha a resposta. Na verdade, a avó não conhece uma resposta, mas ela sabe que o tempo é feito de histórias. E quantos vão passar por essas histórias… Será que alguém terá a resposta?

História sem tempo que conta o tempo é um espetáculo que se utiliza da linguagem do Teatro de Bonecos para mostrar que a nossa inteligência e os nossos sentimentos só têm valor e poder quando cada um aproveita melhor o tempo que tem.


intervenção |(COM) FLUÊNCIA

Com Discípulos do Ritmo

Às 14 e 16 horas

Local: calçada

Duração: 20 minutos 

Classificação Indicativa: livre

** atividade com libras


Música e dança numa relação interdependente. Uma comunhão de artes que convergem em uma criação única e espontânea. A improvisação é a maior ferramenta nesta ação.

JAPAN HOUSE SÃO PAULO

Ação interativa Memórias da Paulista

Às 15h

Participação Livre

Em comemoração ao aniversário da Avenida Paulista e inspirados pelo trabalho da artista Chiharu Shiota, a Japan House São Paulo convida o público a compartilhar suas memórias da Avenida Paulista em uma ação que resultará em um quadro de memórias conectadas por fios vermelhos que simbolizam os encontros e conexões entre as histórias e as pessoas. Nos dias 06 e 07/12, os visitantes poderão escrever suas memórias e depositá-las na caixa de coleta, no térreo da instituição. No dia 08/12, a partir das 15h, as memórias serão lidas e fixadas no quadro pelo público, construindo com os fios um quadro de memórias que contará a história das pessoas pela Avenida Paulista.

MASP

Visita guiada sobre o edifício do museu

Às 15h

Inscrições no link abaixo: https://maspoficinas.byinti.com/#/ticket/eventInformation/WTXb-L2tndcKYcQ4vLN-

35 vagas

Participação livre

Para celebrar o aniversário da avenida Paulista, o MASP realizará, no domingo, 8/12, uma visita guiada gratuita sobre o edifício do museu, criado em 1968. O passeio começa às 15h e será comandado por Guilherme Giufrida, assistente curatorial no MASP, que levará ao público temas como a história do edifício do MASP na avenida Paulista, curiosidades sobre os diferentes espaços do prédio e os vários significados deste projeto icônico presente há mais 50 anos na cidade de São Paulo.

Depois da visita, os participantes ficarão à vontade para ver as exposições em cartaz do museu “Anna Bella Geiger: Brasil nativo/Brasil alienígena”, “Acervo em Transformação: Museum of Contemporary Art Chicago no MASP” e “Sala de vídeo: Laure Prouvost”.

Durante todo o dia 8/12, o livro “O MASP de Lina”, lançado recentemente, terá desconto e sairá de R$ 139 por R$ 100. A publicação bilíngue traz textos de autores nacionais e internacionais, especialistas no trabalho de Lina Bo Bardi, arquiteta que projetou o prédio do museu, além de ensaios fotográficos inéditos de artistas brasileiras.

SESC AVENIDA PAULISTA 

Exposição Anna Bella Geiger: Brasil Nativo/Brasil Alienígena 

Numa correalização entre Sesc e MASP, a exposição panorâmica sobre a obra de Anna Bella Geiger aborda diversos períodos de sua trajetória, incluindo trabalhos desde 1950 até 2000. O trabalho “Brasil Nativo/Brasil Alienígena” é utilizado como eixo condutor da mostra. O Sesc Avenida Paulista apresenta a remontagem de três instalações audiovisuais históricas da artista: “Friso, Mesa e Vídeos Macios”, de 1981; “Circumambulatio”, de 1972; e “Indiferenciados”, elaborado em 2001. As instalações são complementadas com vídeos que exibem trabalhos de diferentes períodos da artista. Curadoria: Adriano Pedrosa e Tomás Toledo.

Agendamento de grupos: [email protected]

Livre. Grátis – sem necessidade de ingresso

Até 1/3. Terça a sábado, 10h às 21h30. Domingos e feriados, 10h às 18h30


Das Histórias Engavetadas

Programação integrada à exposição. A oficina convida os participantes a criarem suas próprias histórias a partir de objetos encontrados em gaveteiros.

Com Caroline Ramos.
14h às 16h.

A partir de 5 anos.

Grátis – Entrega de ingressos no local com 30 minutos de antecedência.
5º andar – Arte I.

Bolo de Rolo

Inspirado na tradição das festas populares brasileiras, espetáculo convida o público a dançar junto ritmos como forró, coco, maracatu, baque virado e ciranda.
Criação e direção: Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira.

17h30 às 18h30.

Livre.

Grátis – Sem retirada de ingressos.

13º andar – Arte II.

Ô Lá em Casa

Cursos, oficinas e outras atividades para criar, costurar e construir objetos para usar em casa.

Programação para Sistemas de Automação 

Curso com Maraiza Adami.
10h30 às 13h.

16 anos.

Grátis. Inscrição com 1h de antecedência no local.

4º andar – Tecnologias e Artes.

Origami Utilitário 

Oficina com Daniel Seda.
14h30 às 16h30.

16 anos.

Grátis – Entrega de ingressos no local com 30 minutos de antecedência.

4º andar – Tecnologias e Artes.

Customização de utilitários para crianças 

Oficina.

(Turma 1) 15h às 16h.

(Turma 2) 17h às 18h.

5 anos.

Grátis – Entrega de ingressos no local com 30 minutos de antecedência.

4º andar – Tecnologias e Artes.

Semana Modos de Acessar

Discute a acessibilidade atitudinal e a sua importância para o pleno exercício da cidadania das pessoas com deficiência.

Poemas e outros bichos 

Espetáculo musical criado para as crianças surdas, cegas, ouvintes e videntes se divertirem com os poemas musicados e coreografados do livro homônimo, de Cintia Alves. Com Grupo Grão.

17h30 às 18h30.

Livre.

Grátis – Retirada de convites com 1h de antecedência.

Térreo – Praça.
Acessibilidade com libras.

Literatura

Alerta de Spoiler! 

Autores e artistas dão dicas de livros aos leitores por meio de “spoilers” literários. Curadoria de Jorge Filholini.

10h às 18h30.

16 anos. Grátis – Sem retirada de ingressos.

15º andar – Biblioteca.

Turismo Social

Paisagem Urbana Pela Avenida Paulista 

Ações Patrimoniais Artísticas: Uma Paulista, Diferentes Vistas.

O passeio apresentará um recorte da paisagem urbana da avenida com guia bilíngue.

14h30 às 17h30.

10 anos.

Grátis – Vagas limitadas, entrega de ingressos no local com 1 hora de antecedência na Loja Sesc (2º andar).

Passeio. Encontro no Térreo.

Ação para Cidadania

Linhas e Traçados

Mostra resultante do curso “Encontros de Criação Eles e Elas”.

10h às 22h.

Livre.

Grátis – Sem retirada de ingressos.

2º andar – Central de Relacionamento.

SERVIÇO:

Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura

Avenida Paulista, 37

Telefone: (11) 3285-6986 / 3288-9447

Horários: de terça-feira a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos e feriados, das 10h às 18h

www.casadasrosas.org.br/

Centro Cultural Fiesp

Endereço: Av. Paulista, 1313

Telefone: (11) 3146-7439

Horários: terça a sábado, das 10h às 22h; domingo, das 10h às 20h

centroculturalfiesp.com.br/

Instituto Moreira Salles

Endereço: Av. Paulista, 2424

Telefone: (11) 2842-9120

Horários: terça a domingo e feriados (exceto segundas), das 10h às 20h; quintas (exceto feriados), das 10h às 22h

ims.com.br/unidade/sao-paulo/

Itaú Cultural

Endereço: Av. Paulista, 149

Telefones: (11) 2168-1776 / 1777

Horários: terça a sexta, das 9h às 20h; sábado, domingo e feriados, das 11h às 20h 

www.itaucultural.org.br/

Japan House São Paulo

Endereço: Av. Paulista, 52

Telefone: (11) 3090-8900

Horários: terça a sábado, das 10h às 20h; domingo e feriados, das 10h às 18h

www.japanhouse.jp/saopaulo/

MASP

Endereço: Av. Paulista, 1578

Telefone: (11) 3149-5959

Horários: quarta a domingo, das 10h às 18h (bilheteria aberta até as 17h30); terça, das 10h às 20h (bilheteria até 19h30)

masp.org.br/

Sesc Avenida Paulista

Endereço: Av. Paulista, 119

Telefone: (11) 3170-0800

Horários: terça a sábado, das 10h às 22h (bilheteria aberta até as 21h30); domingos e feriados, das 10h às 19h (bilheteria até 18h30)

www.sescsp.org.br/unidades/9_AVENIDA+PAULISTA/#/uaba=programacao#/fdata=id%3D9

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui