Início Notícias TSE cria estratégias com parceiros para enfrentar à desinformação

TSE cria estratégias com parceiros para enfrentar à desinformação

55
0

Representantes do grupo gestor do Programa de Enfrentamento à Desinformação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) começaram a se reunir com dirigentes das instituições parceiras para traçar estratégias de enfrentamento a informações falsas voltadas às atividades da Justiça Eleitoral e às Eleições Municipais de 2020. Os encontros servirão para definir ações conjuntas capazes de reduzir os efeitos negativos que a desinformação pode causar em temas que dizem respeito à Justiça Eleitoral, como o sistema eletrônico de votação.

As primeiras reuniões envolveram o Ministério Público Eleitoral (MPE), representado pelo vice-procurador-geral eleitoral, Humberto Jacques de Medeiros, e o Departamento de Polícia Federal, representado pelo delegado federal Milton Rodrigues Neves.

Nesta terça-feira (8), o juiz auxiliar do TSE e coordenador do grupo gestor do programa, Ricardo Fioreze, e a assessora-chefe de Comunicação do TSE, Ana Cristina Rosa, reuniram-se com representantes da Associação Nacional dos Jornais (ANJ) e da Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel). Amanhã (9), será a vez da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) e da Associação Brasileira de Imprensa (ABI).

Segundo Ricardo Fioreze, tanto o diretor-geral da ANJ, Ricardo Pedreira, como o diretor-geral da Abratel, Álvaro Vasconcelos, e o coordenador de relações governamentais da Associação, João Camilo Júnior, reiteraram a intenção das instituições de colaborarem efetivamente com o TSE em ações compartilhadas de interesse da sociedade. “Os encontros foram proveitosos para o estabelecimento de algumas atividades conjuntas”, afirmou.

O Programa de Enfrentamento à Desinformação do TSE prevê uma série de iniciativas para capacitar as pessoas a identificar e checar uma desinformação, estimular a compreensão sobre o processo eleitoral, incluindo o funcionamento da urna eletrônica, desestimular ações de proliferação de informações falsas e aperfeiçoar métodos de identificação de possíveis práticas de disseminação de conteúdos falaciosos.

Parcerias

O programa foi instituído pela Presidência do Tribunal para combater os efeitos negativos provocados pela desinformação no processo eleitoral brasileiro com foco nas Eleições Municipais de 2020. Atualmente, ele conta com 35 instituições parceiras, entre partidos políticos e entidades públicas e privadas.

Ao lançar o programa, no dia 30 de agosto deste ano, a presidente do TSE, ministra Rosa Weber, afirmou que o enfrentamento à desinformação exige a adoção de ações de curto, médio e longo prazos, apoiadas em diversas áreas do conhecimento humano.

O programa recebeu a adesão de segmentos da imprensa, telecomunicações, tecnologia da informação, provedores de internet, agências de checagem, partidos políticos, entre outros.

Confira abaixo a lista das instituições que já assinaram o termo de adesão:

  1. Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão – Abert
  2. Associação Brasileira de Imprensa – ABI
  3. Associação Brasileira de Internet – Abranet
  4. Associação Brasileira de Rádio e Televisão – Abratel
  5. Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações – Abrint
  6. Associação Nacional dos Jornais – ANJ
  7. Agência Aos Fatos
  8. Associação Acredito
  9. Associação Brasileira das Agências de Comunicação – Abracom
  10. Associação InternetLab de Pesquisa em Direito e Tecnologia
  11. Boatos.org
  12. Conselho Gestor da Internet – CGI.br
  13. Instituto Palavra Aberta
  14. Instituto Update
  15. Ministério da Justiça e Segurança Pública
  16. Ministério Público Federal
  17. Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil
  18. Partido Avante
  19. Partido Comunista do Brasil – PCdoB
  20. Partido Democracia Cristã – DC
  21. Partido Democratas – DEM
  22. Partido Renovador Trabalhista Brasileiro – PRTB
  23. Partido Solidariedade
  24. Partido Progressistas
  25. Partido Republicanos
  26. Partido Trabalhista Brasileiro – PTB
  27. Politize!
  28. Safernet Brasil
  29. Sociedade Brasileira de Computação – SBC
  30. Secretaria Executiva do Comitê Nacional do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral
  31. Agência Lupa
  32. Partido Social Cristão – PSC
  33. Partido Podemos
  34. Partido Democrático Trabalhista – PDT
  35. Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here