Início Notícias Pesquisa de Mercado Nordeste possui a menor renda domiciliar do país e alimentos e bebidas...

Nordeste possui a menor renda domiciliar do país e alimentos e bebidas comprometem 26% do orçamento doméstico

292
0
Fotografia: Thales Brandão/Pelourinho-Salvador/BA

O levantamento da Kantar sobre o Nordeste analisa as principais características e diferenças comportamentais da região. De acordo com a pesquisa, oNordeste representa 25% dos domicílios brasileiros, porém contribui com apenas 15% do PIB do país. Segundo o IBGE, enquanto o PIB nacional cresceu 1,1%, em 2018 versus 2017, o Nordeste teve aumento de 0,6%, número abaixo do restante do país.

A região Norte + Nordeste se diferencia do restante do país pela alta concentração de domicílios da classe DE, 47% versus 24% no Brasil, esse retrato muda toda a dinâmica de consumo na região. Com relação ao perfil dos consumidores, os domicílios se destacam com presença de crianças de até 12 anos e famílias numerosas, de 5 ou mais pessoas, com donas de casa mais jovens.

Apesar da região ter a menor renda média domiciliar mensal do país, R$ 2.489 versus R$ 3.173 do total Brasil, ela é uma das únicas que consegue equilibrar o orçamento doméstico, ficando atrás apenas do estado de São Paulo.

Em relação ao consumo, alimentos e bebidas têm um peso importante dentro dos lares no Nordeste e comprometem 26% de todo o orçamento doméstico. As cestas que mais se destacam são Mercearia Doce e Higiene e Beleza que, além de elevada importância, apresentam o maior gasto médio por domicílio. Categorias como café solúvel, cereal tradicional, deo colônia, leite em pó, caldos e cremes e loções são destaques na região.

O Nordestino também se diferencia do restante do país ao apresentar menos idas ao ponto de venda e menos mixidade entre os canais. Enquanto no Brasil são usados, em média, 7 canais de compra, mais da metade da população do Nordeste acessa, em média, apenas 4 canais. O varejo tradicional é bastante relevante na região, porém quem mais cresceu no último ano, em comparação ao restante do país, foram autosserviços e os atacarejos. O levantamento aponta também que 44% das unidades compradas se concentram nos dez primeiros dias de cada mês. Durante a semana, destacam-se o sábado (21%) e, diferente do restante do país, a segunda-feira exerce uma importância relevante (17%).

“O regionalismo é uma tendência forte no Nordeste e podemos ver como essa identidade é distinta do restante do país pelas escolhas dos consumidores da região, marcas locais são líderes em 16% das 110 categorias auditadas no Nordeste e chegam a ganhar importantes posições no ranking por regiões da Kantar, o Brand Footprint”, comenta Giovanna Fischer, Diretora de Marketing e Insights da Kantar.

Ranking Brand Footprint 2019 Norte e Nordeste

1 Maratá
2 Vitarella
3 Ypê
4 Colgate
5 Soya
6 Fortaleza
7 Santa Clara
8 Deline
9 Italac
10 Nissin

Ranking Brand Footprint 2019 Brasil

1 Coca-Cola
2 Ypê
3 Colgate
4 Italac
5 Tang
6 Nissin
7 Nescau
8 Soya
9 Piracanjuba
10 Vitarella
Artigo anteriorBrandili cria ação de endomarketing no Dia dos Pais
Próximo artigoTecBan apresenta seu modelo de plataforma com conexão digital para Open Banking
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui