Início Notícias Kingston está entre os 10 maiores compradores de semicondutores do mundo

Kingston está entre os 10 maiores compradores de semicondutores do mundo

336
0

A Kingston, líder global de produtos de memória e soluções de tecnologia, é a oitava maior compradora de semicondutores do mundo, com uma receita estimada em US$ 7,8 bilhões em 2018. Os dados são do Gartner e consolidam a Kingston como líder das fornecedoras terceirizadas de módulos de memória DRAM e como uma das maiores fabricantes de SSDs e outras soluções de memória do mundo.

O bom resultado também pode ser atribuído ao envolvimento da empresa no segmento de dispositivos inteligentes, já que a Kingston é fornecedora de memórias para muitos OEMs (fabricante do equipamento original) e ODMs (fabricante do design original) que desenvolvem produtos nesse segmento. Em 2018, a Kingston produziu mais de 14 trilhões de megabytes de memória para todas as suas linhas, incluindo DRAM, SSDs (unidade de estado sólido) e soluções embarcadas, reforçando sua força, posição e importância na indústria.

“As memórias para sistemas e servidores seguem sendo a base do sucesso da Kingston. Em paralelo, ao longo dos últimos 15 anos temos diversificado o portfólio de produtos para atender as demandas da indústria e se adaptar às necessidades do mercado, em constante evolução”, disse Craig Tilmont, diretor de marketing da Kingston. “Somos um dos principais fornecedores de SSDs via canal de distribuição e oferecemos soluções de memória embarcadas há quase uma década em diversos mercados, como o de dispositivos médicos, equipamentos de diagnóstico e sistemas de entretenimento em voo. As soluções de memória da Kingston também estão em diversos produtos de consumo, como rastreadores de condicionamento físico, relógios inteligentes, aspiradores de pó robóticos, e campainhas de vídeo de segurança.”

Segundo o Gartner, a utilização de semicondutores nos últimos anos foi impulsionada principalmente pelo crescimento do consumo de computadores e smartphones. Como resultado, os principais OEMs dos segmentos aumentaram suas participações no mercado e seu poder de compra de chips. O Gartner também avalia que outros mercados em crescimento irão ampliar a demanda futura, caso das novas oportunidades de negócios na China relacionadas a servidores em nuvem e internet das coisas, que terão maior destaque a partir de 2022. Graças ao seu poder de compra, parcerias globais e fábricas localizadas na China e região da Ásia-Pacífico, a Kingston está preparada para aproveitar ao máximo essas oportunidades de crescimento. Há mais de 30 anos, a Kingston cria produtos de memória e soluções de armazenamento que acompanham a inovação do setor. Hoje, a Kingston vende para 125 países, emprega mais de 3.500 pessoas em todo o mundo e desenvolve produtos para aumentar a produtividade e o desempenho geral de sistemas, com soluções para servidores, desktops e dispositivos IoT. Além disso, fabrica soluções tecnológicas que atendem as necessidades diárias das pessoas e oferece suporte técnico local em qualquer lugar. Mais informações sobre a Kingston e seus produtos estão disponíveis em www.kingston.com.br.

Artigo anteriorMarina Ruy Barbosa loira no teaser da nova campanha da Renault
Próximo artigoPetrobras assina contratos para venda de ativos em águas rasas somando US$ 1,5 bilhão
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui