Início Notícias MetrôRio e Visa inovam e passam a aceitar pagamento por meio de...

MetrôRio e Visa inovam e passam a aceitar pagamento por meio de celular, cartão de crédito, pulseira e relógio

761
0
Divulgação

O MetrôRio, empresa do grupo Invepar, deu mais um passo importante no mundo digital. A concessionária começou a aceitar hoje (29), em todas as suas 41 estações, o pagamento de passagens por meio de celular, cartão de crédito, pulseira e relógio com a tecnologia NFC (Near Field Communication). A iniciativa, desenvolvida pelo MetrôRio e pela Visa, conta ainda com a parceria do Banco do Brasil, Bradesco e Cielo e proporcionará mais agilidade aos clientes de qualquer emissor que possuem dispositivos por aproximação.

Com a nova forma de pagamento, o passageiro não vai mais precisar comprar ou recarregar um bilhete específico do metrô. Basta ir a um dos validadores sinalizados para o uso da nova tecnologia e aproximar o cartão de crédito pessoal ou o dispositivo móvel com a tecnologia NFC. A novidade vai permitir economia de tempo para o cliente e maior fluidez no embarque. A cobrança da tarifa será debitada diretamente na fatura, sem custo adicional ou taxas, ao final de cada dia de uso. Em um primeiro momento, somente os cartões de crédito da Visa estarão habilitados para utilização. Os clientes também podem usar seu cartão Visa em carteiras digitais como Apple Pay e Samsung Pay para conseguirem realizar o pagamento por aproximação.

“No MetrôRio, nosso objetivo é inovar para facilitar a vida de nossos clientes. Queremos oferecer conveniência e praticidade. A aceitação de pagamento por aproximação, permitindo o ingresso no sistema com o uso do cartão de crédito ou celular do próprio cliente, que é mais um passo fundamental nessa direção, pois elimina filas e torna a viagem mais rápida e simples. Acreditamos que a mobilidade urbana deve ser cada vez mais integrada e de fácil utilização. Estamos empolgados em oferecer essa inovação de forma pioneira para os cariocas e turistas que visitam a nossa cidade”, ressalta o presidente do MetrôRio, Guilherme Ramalho.

O MetrôRio será a primeira operadora no mundo a usar a nova solução global Visa Secure Access Module (SAM), que permite a aceitação de qualquer cartão, celular ou dispositivo com a tecnologia de pagamento por aproximação, sem a necessidade de trocar sua atual infraestrutura de validadores. Esta solução, em teste desde o ano passado, foi desenvolvida em parceria com Planeta Informática, Ingenico Group e Digicon. A Cielo é a adquirente parceira na implementação do projeto nas catracas do metrô do Rio de Janeiro.

“Acreditamos que o uso da tecnologia de pagamentos por aproximação no metrô é uma oportunidade de digitalizar bilhões de transações de baixo valor, melhorando a experiência do passageiro e reduzindo despesas do transporte público”, explica Fernando Teles, presidente da Visa do Brasil. “Estamos trabalhando com bancos, fintechs e varejistas para massificar a distribuição e uso dos cartões por aproximação no Brasil. Hoje, além de serem aceitos no Metrô Rio, os cartões e as carteiras digitais – disponíveis nos celulares de milhares de brasileiros – já podem ser utilizados em mais de 3 milhões de estabelecimentos em todo o país*”, explica o executivo.

Os pagamentos por aproximação estão substituindo principalmente o dinheiro. Na Austrália, por exemplo, foi observada uma queda de 16% no uso do dinheiro em espécie*. No Brasil, desde o final do ano passado, o número de pagamentos por aproximação chega a mais de 1 milhão de transações por mês. Já no Rio de Janeiro, o crescimento registrou uma alta de 2000%** em um ano, segundo levantamento da Visa.

O Banco do Brasil esteve entre os primeiros bancos do mundo a emitir cartões com tecnologia por aproximação, ainda em 2009. Desde então, a instituição disponibiliza cartões com pagamento por aproximação para clientes específicos. Além disso, qualquer cliente BB que possua um Ourocard Visa pode pagar por aproximação, ao cadastrar o número do seu plástico nas principais carteiras digitais do mercado. O BB pretende emitir mais de 5 milhões de cartões por aproximação só neste ano, aproveitando-se da maior disseminação dessa forma de pagamento.

Edson Costa, diretor de meios de pagamento do BB, comenta a participação no projeto MetrôRio com a Visa. “Temos uma história de pioneirismo, que vem desde a inclusão do chip no cartão e que passa por todas as soluções de pagamento mais modernas do mercado de meios de pagamento. Anunciar mais essa solução demonstra que estamos na vanguarda. É nosso intuito apoiar a inclusão digital e dar ao cliente a opção de escolher como quer fazer seus pagamentos”.  

“Hoje, 95% do nosso parque de maquininhas em todo o Brasil já está apto a aceitar pagamentos por aproximação, seja qual for a tecnologia”, explica Danilo Caffaro, Vice-Presidente de Produtos e Novos Negócios da Cielo. “Estamos trabalhando fortemente com os parceiros do ecossistema para expandir a modalidade a outros serviços, como o transporte público, ajudando o pagamento por aproximação a se popularizar entre os usuários. Também temos atuado com os lojistas para que saibam operar no dia a dia, tornando a experiência de compra a mais fluida possível”, acrescenta o executivo da Cielo.

O Bradesco foi o pioneiro na emissão de cartão Visa com a tecnologia de pagamento por aproximação no Brasil. O Banco tem mais de 600 mil plásticos emitidos com essa tecnologia aptos para uso, além de milhares de cartões cadastrados nas 3 carteiras digitais – também conhecidas como Pays. “O segmento de transporte é fundamental na nossa estratégia de fomentar a utilização de meios de pagamento digitais e por aproximação, como também de ampliar o uso do cartão para todas as necessidades do dia-a-dia dos nossos clientes”, afirma Vinicius Favarão, Diretor do Bradesco Cartões.

Os passageiros ainda poderão adquirir, em breve, cartões por aproximação na estação Central do Metrô em caixas automáticos da Saque e Pague. Os plásticos, emitidos pela BPP, serão pré-pagos, aceitos em qualquer estabelecimento Visa e podem ser recarregados.  

O projeto ainda teve a participação da Software Express, uma empresa da First Data, que foi responsável pelo roteamento e processamento das transações por aproximação. Confira mais informações sobre a tecnologia.

*dados estimados da Visa do Brasil

 ** dados da Visa Consulting & Analytics

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here