Início Notícias Vale proíbe advogado de falar e diretor Jurídico da mineradora apresenta resultados...

Vale proíbe advogado de falar e diretor Jurídico da mineradora apresenta resultados preliminares de sindicância interna com as autoridades

236
0
Reprodução/Youtube

A equipe jurídica da Vale iniciou ontem, no primeiro dia útil após o rompimento da barragem I da Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), a primeira fase de uma sindicância interna para apurar as causas do ocorrido. Os resultados preliminares foram compartilhados hoje com as autoridades federais e estaduais que estão acompanhando o caso.

“A Vale é a maior interessada no esclarecimento das causas do rompimento da barragem,” afirma Alexandre D’Ambrosio, consultor geral e diretor Jurídico da empresa. “Antes mesmo da expedição de mandados judiciais, estive pessoalmente em reunião com os Ministérios Públicos Federal e Estadual em Minas Gerais para reafirmar o compromisso da Vale com a apuração dos fatos. Além disso, nos colocamos à disposição das autoridades para prestarmos qualquer informação.”

video resultados sindicancia

O diretor da empresa relata que, durante a busca e apreensão de documentos na mina de Águas Claras, em Minas Gerais, a autoridade policial solicitou que a empresa permitisse a extensão da diligência à mina de Mutucua, o que foi prontamente providenciado. A medida não constava da ordem judicial.

Ainda segundo o diretor Jurídico da Vale, “a orientação é e sempre foi de colaboração total e irrestrita, de todos os empregados, com as autoridades”. “A minha prioridade e a dos demais integrantes da Diretoria da Vale é de fazer todos o possível para atenuar o sofrimento das vítimas e de seus familiares”, completou.

Sobre o advogado Sérgio Bermudes


O comunicado foi divulgado à imprensa depois que Bermudes disse aos jornais Folha de São Paulo e Estado de São Paulo que a Vale não via responsabilidade pela tragédia. A empresa diz que não reconhece as declarações e “reitera o compromisso de reparação total dos impactos decorrentes do rompimento (da barragem).” Confira abaixo na íntegra a nota da assessoria de imprensa da Vale:

“A Vale não reconhece as declarações feitas à mídia pelo advogado Sergio Bermudes e afirma que seu mandato não o autoriza a dar quaisquer declarações sobre a Vale, seja em nome da empresa, seja para expressar a sua opinião pessoal sobre o tema do rompimento da barragem em Brumadinho (MG). A Vale volta a ressaltar, de forma enfática, que permanecerá contribuindo com todas as investigações para a apuração dos fatos e que esse é o foco da sua diretoria, juntamente com o apoio incondicional às famílias atingidas. A Vale reitera o compromisso de reparação total dos impactos decorrentes do rompimento. “

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here