Início Notícias Renault lança nova etapa rumo à descarbonização de Fernando de Noronha

Renault lança nova etapa rumo à descarbonização de Fernando de Noronha

Parceria com a Neoenergia Pernambuco e com o Governo do Estado de Pernambuco contempla dez unidades do Renault Zoe E-TECH Electric, instalação de duas plantas solares e 12 carregadores ao redor da ilha.

362
0
Divulgação

A Renault do Brasil participou nesta segunda-feira (21), no Recife (PE), do lançamento do Projeto Trilha Verde, que está alinhado ao programa Noronha Carbono Zero, em evento realizado no Palácio do Campo das Princesas, sede administrativa do Governo do Estado de Pernambuco. A marca fez a entrega de dez unidades do Renault Zoe E-TECH Electric, que serão utilizadas em Fernando de Noronha pelo projeto de Pesquisa e Desenvolvimento da Neoenergia Pernambuco, companhia energética do estado.
A nova frota do modelo 100% elétrico atende o objetivo do projeto de reduzir a emissão de CO2 na ilha, bem como preservar o seu meio ambiente, e será utilizada pela equipe da Neoenergia, administração da ilha, bem como por turistas. Além da Renault e da Neoenergia, o programa conta com a participação do Governo de Pernambuco, da administração distrital da Ilha de Fernando de Noronha e outros parceiros.
O conjunto de ações do projeto contempla ainda a instalação de duas usinas de geração de energia limpa por meio de placas solares, construídas pela Neoenergia, além do desenvolvimento e avaliação de soluções e modelos de negócios aderentes à realidade da ilha.
“Para a Renault, é um grande privilégio dar continuidade à nossa parceria que visa contribuir com o programa Noronha Carbono Zero, e assim ajudar na preservação da ilha de Fernando de Noronha, um patrimônio ecológico da humanidade”, destacou Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil.
A solenidade de lançamento contou ainda com a presença do governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara, do presidente da Neoenergia Pernambuco, Saulo Cabral, e do administrador da ilha de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha, entre outras autoridades.
Noronha com trânsito sustentável a partir de 2030
A entrega de dez unidades do Zoe E-TECH e a construção de novas usinas solares fotovoltaicas são mais um passo para reduzir a emissão de gases de efeito estufa e contribuir para o processo de descarbonização do arquipélago.
Pela Lei Estadual nº 16.810/20, baseada nos termos do programa Noronha Carbono Zero, a partir de 12 agosto de 2023 não será mais permitida a entrada na ilha de motos, carros, ônibus e caminhões movidos a gasolina, álcool e óleo diesel. E de 10 de agosto de 2030 em diante, o trânsito e a permanência no local serão definitivamente restritos a veículos com emissão zero de poluentes.
Novas plantas fotovoltaicas
As novas plantas fotovoltaicas são compostas por módulos policristalinos de 345 Wp. Elas serão construídas nos locais conhecidos como Vacaria e Laboratório Noronha, próximo à usina de tratamento de resíduos. As duas áreas somam cerca de 2.300 m².
As estações terão capacidade de gerar 155 MWh de energia por ano, quantidade que cobre em até três vezes o consumo elétrico de todos os veículos do projeto que circulam pela ilha.
Isso representa a possibilidade de cada automóvel rodar aproximadamente 16 mil quilômetros ao ano, evitando a emissão de CO2 no meio ambiente.
Com o desembarque de mais dez unidades do Zoe E-TECH, a frota da Renault em Noronha chegará a 46 veículos no total.
“Mais que simplesmente ampliar veículos elétricos, ecopostos e sistemas de geração de energia limpa na ilha, o Trilha Verde tem o propósito de avaliar a viabilidade de modelos de negócios sob os aspectos ambientais, técnicos e econômicos em Fernando de Noronha. Acreditamos que o projeto de Pesquisa e Desenvolvimento irá impulsionar a sustentabilidade em um ecossistema preservado como Noronha e contribuir de forma determinante com o processo de descarbonização nos variados segmentos econômicos do arquipélago”, comenta Saulo Cabral, presidente da Neoenergia Pernambuco,
O projeto prevê ainda a instalação de 12 carregadores pela Neoenergia ao longo de toda a extensão da ilha. Serão pontos de recarga de 7,4 e de 22 kW. O início da montagem dos carregadores inicia logo após a conclusão da obra da primeira usina.
Mobilize conectada com o Brasil
A circulação de veículos elétricos da Renault em Noronha, bem como a criação de uma infraestrutura para a mobilidade sustentável e a produção de energia limpa, está conectada às ações promovidas pela Mobilize.
A marca é a mais nova unidade de negócios do Grupo Renault, lançada em 2021, que oferece serviços de mobilidade, energia e dados para consumidores finais, empresas, cidades e órgãos públicos.
As unidades do Zoe E-TECH que serão utilizadas no Projeto Trilha Verde são resultado dessas soluções inteligentes da Mobilize para fomentar parcerias e ecossistemas energéticos sustentáveis.
Os carros servirão às atividades do trade turístico, administração distrital e operação local da companhia, além da realização de pesquisas de mobilidade envolvendo os veículos 100% elétricos.
Descarbonização de Fernando de Noronha
A presença de veículos Renault E-TECH Electric em Fernando de Noronha começou em junho de 2019, na ocasião do lançamento do Projeto Noronha Carbono Zero. De lá para cá a frota eletrificada da marca na ilha só tem crescido e ajudado na preservação do ecossistema.
Em 2021, em conjunto com parceiros, foi instalada uma garagem fotovoltaica, que gera energia limpa para o abastecimento dos veículos elétricos, e o excedente é disponibilizado para uso da comunidade local.
O lançamento do projeto Trilha Verde faz parte da terceira etapa das ações realizadas pela Renault para contribuir com a descarbonização de Fernando de Noronha.
Serão 46 carros Renault E-TECH em circulação no arquipélago. Modelos que vão desde o modelo de dois lugares Twizy, passando pelo premiado veículo de passeio Zoe E-TECH, até o Kangoo E-TECH, um utilitário elétrico de carga que caiu no gosto dos empresários locais na realização das tarefas do dia a dia.
“Na Renault do Brasil, mais do que fabricar automóveis, queremos ser reconhecidos como uma empresa de tecnologia, serviços e energia limpa. E aqui no Brasil, nós estamos totalmente conectados com a Mobilize! A chegada da nova marca, no início de 2021, vem ao encontro da nossa estratégia. Vamos juntos construir o futuro da mobilidade sustentável”, observa Ricardo Gondo.

Sobre a Neoenergia
Companhia de capital aberto com ações (NEOE3) negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. Parte do grupo espanhol Iberdrola, a empresa atua no Brasil desde 1997, sendo atualmente uma das líderes do setor elétrico do país. Presente em 18 estados e no Distrito Federal, seus negócios estão divididos nas áreas de geração, transmissão, distribuição e comercialização. As suas distribuidoras, Neoenergia Coelba (BA), Neoenergia Pernambuco (PE), Neoenergia Cosern (RN), Neoenergia Elektro (SP/MS) e Neoenergia Brasília (DF) atendem a mais de 15 milhões de clientes, o equivalente a uma população superior a 37 milhões de pessoas.
A Neoenergia possui 4 GW de capacidade instalada em geração, sendo 88% de energia renovável, e está implementando mais 0,7 GW com a construção de novos parques eólicos. Em transmissão, são 2,3 mil km de linhas em operação e 4,3 mil km em construção. Por meio do Instituto Neoenergia, fomenta o desenvolvimento sustentável a partir de ações socioambientais e, assim, contribui para a melhoria da qualidade de vida das comunidades onde a empresa atua, sobretudo, pessoas mais vulneráveis, visando sempre pelo desenvolvimento sustentável. A companhia é a primeira empresa no País a patrocinar exclusivamente a Seleção Brasileira de Futebol Feminino, dando nome à competição nacional, que passa a se chamar Brasileirão Feminino Neoenergia. Desde janeiro de 2021, integra a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 – Brasil, Bolsa, Balcão – que reúne companhias que possuem as melhores práticas de governança e sustentabilidade corporativa.

Sobre a Mobilize
A Mobilize gerencia serviços de mobilidade, energia e dados. Ela faz parte do Renault Group. Criada em torno de ecossistemas abertos, a Mobilize fornece soluções de mobilidade flexíveis, promovendo uma transição energética sustentável, de acordo com o objetivo do Renault Group de atingir a neutralidade de carbono e sua ambição de desenvolver o valor da economia circular.

Sobre a Renault do Brasil
Produzindo no Brasil há mais de 23 anos, a Renault do Brasil conta com quatro fábricas no complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR): a de veículos de passeio (CVP), a de comerciais leves (CVU), a de motores (CMO), além da fábrica de injeção de alumínio (CIA).
Oferecendo uma gama completa veículos como o Kwid, Sandero, Stepway, Logan, Duster, Oroch, Captur e Master e, ainda, o Zoe E-Tech, veículo 100% elétrico, a Renault inovou ao lançar a venda de produtos 100% on-line, entre outras soluções para facilitar a vida dos clientes. Com o Renault On Demand, serviço de aluguel de veículos a longo prazo, a Renault traz novas soluções de mobilidade, juntamente com vários projetos de compartilhamento de veículos. Desenvolvemos, ainda, soluções de geração de energia limpa com parceiros, como, por exemplo, o projeto de Fernando de Noronha onde foi construída uma garagem fotovoltaica que abastece os mais de 45 veículos elétricos que rodam por lá.
O Instituto Renault, responsável pelas ações socioambientais da marca no país, vem colaborando com o desenvolvimento da sociedade e já impactou cerca de 830 mil pessoas ao longo dos seus 11 anos nos eixos de Inclusão e Segurança.

 

Artigo anteriorEm campanha, Americanas apresenta Big Boss das Ofertas com Juliette Freire
Próximo artigoLATAM Pass sorteia passagens para Paris, Nova York e Miami, além de um iPhone 13 PRO
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party. Twitter: @ThalesBrandao

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui