Início Notícias Digital No mês da Consciência Negra, Via incorpora Feira Preta ao marketplace

No mês da Consciência Negra, Via incorpora Feira Preta ao marketplace

Companhia apoia e valoriza o afroempreendedorismo no e-commerce da Casas Bahia; promove a aceleração de startups lideradas por negros com o Distrito e lança manual antirracista

266
0
Adriana Barbosa, Amanda Ferreira e Natália Menezes. Créditos: divulgação

Em celebração ao Dia da Consciência Negra, a Via está incorporando a Feira Preta, tradicional evento que reúne microempreendedores negros, no e-commerce da Casas Bahia, a partir do dia 19/11. Por meio do marketplace, e com o apoio da Fundação Casas Bahia, a Via incorpora produtos de empreendedores negros, trazendo a diversidade para o seu negócio e levando até seus clientes a oportunidade de conhecer e consumir a potência criativa e cultural afro do Brasil.

Entre outras ações do mês, a companhia apoia o Black Scale, programa de aceleração de startups fundadas por negros em parceria com a plataforma de inovação, Distrito, reforçando a importância da representatividade e inclusão de empreendedores negros no ecossistema de startups. Além disso, a Via lança um Manual Antirracista para conscientizar colaboradores e clientes.

Feira Preta
No dia 19 de novembro, a tradicional Feira Preta, que completa 20 anos, lança sua página no marketplace da Via. A ação é desenvolvida pela Via e Feira Preta, em conjunto com a Fundação Casas Bahia, e foi criada para fomentar a inclusão de microempreendedores negros no e-commerce.

Essa parceria dá acesso aos empreendedores a todo o nosso ecossistema de serviços, incluindo cursos preparatórios, logística e campanhas para visibilidade de seus produtos. “Queremos oferecer nossa experiência em e-commerce para empoderar empreendedores que enfrentam barreiras para vender os seus produtos e a Feira Preta é nosso primeiro grande parceiro que, com toda sua experiência, nos ajudará a contribuir para o letramento digital dessas pessoas”, afirma Helisson Lemos, vice-presidente de Marketplace e Inovação da Via.

A Fundação Casas Bahia também apoia o plano Anual da Preta Hub com investimento de R$ 100 mil para compra de produtos de microempreendedores. “Essa verba é um aporte inicial que fizemos na cadeia para apoiar a inclusão produtiva digital. Nosso objetivo é dar ferramentas para que os empreendedores prosperem e impactem as comunidades onde vivem.”, destaca Hélio Muniz, diretor de Comunicação e ESG da Via e diretor-presidente da Fundação Casas Bahia.

A Feira Preta está em sinergia com a iniciativa da Via e, neste ano, deve contar com mais de 70 atividades, no espaço físico e, agora, também no e-commerce. “Essa parceria com a Via é muito importante para apoiar o processo da transformação digital, ela objetiva a inclusão de empreendedores negros no mundo da tecnologia que é tão necessário hoje em dia. Além de dar visibilidade para histórias de quem está produzindo os produtos, o que humaniza o consumo, mostra quem produz”, destaca Adriana Barbosa, CEO da PretaHub e fundadora da Feira Preta.

Black Scale
Outra grande iniciativa em prol da equidade racial no País é a Black Scale, plataforma de aceleração de startups fundadas por empreendedores negros, realizada pelo Distrito, em parceria com a Via, Unilever e Inventivos. Os empreendedores podem se inscrever no site Black Scale até o dia 17 de dezembro.

Para participar do programa, os interessados passam por um processo de duas etapas: seleção e aceleração. Entre os inscritos, 50 startups serão chamadas para entrevistas. Dessas, a equipe Scale irá selecionar 20 empresas para a fase de imersão, uma pré-aceleração intensiva com duração de um mês. Ao final, 10 serão escolhidas para o plano de aceleração completo ao longo de três meses.

Manual Antirracista
A Via também lançará um Manual Antirracista com informações sobre os tipos de racismo, explicações sobre colorismo, privilégio e branquitude, além de trazer a reflexão e propor a desconstrução do uso de diversas palavras e expressões presentes em nosso vocabulário.

A empresa ainda conta com grupos de afinidade para discussão sobre representatividade negra e o projeto Lapidar, que capacitou 34 colaboradores negros para assumirem cargos de liderança. Atualmente, a empresa tem 27% de negros em cargos de gerência acima e tem como meta alcançar 45% de negros nessas posições até 2025.

“Queremos contribuir com um mundo diferente para todos no Brasil, e isso só é possível com o compromisso na agenda da equidade racial. Estamos construindo uma empresa com base no respeito, e que a diversidade seja algo natural, para isso, cada pessoa é importante. Dialogar e conscientizar sobre preconceito é uma das principais formas de combatê-lo”, destaca Amanda Ferreira, Gerente e Embaixadora de Diversidade e Inclusão da Via.

Artigo anteriorNa Black Friday do Burger King clientes compram um combo e ganham pontos no Clube BK para trocar por um Whopper Grátis
Próximo artigoGames: Brahma fez nevar fora de época no maior servidor de GTA RP do Brasil
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui