Início Notícias No Dia Mundial da Alimentação, JBS anuncia doação de mais 130 toneladas...

No Dia Mundial da Alimentação, JBS anuncia doação de mais 130 toneladas de proteína em 2021, o equivalente a 1,3 milhão de refeições

Programa Fazer o Bem Faz Bem, da JBS, tem auxiliado instituições e ONGs desde 2019

213
0

Para celebrar o Dia Mundial da Alimentação, comemorado em 16 de outubro, a JBS, por meio de seu programa de responsabilidade social Fazer o Bem Faz Bem, anuncia a doação de mais de 130 toneladas de proteínas até o final de 2021, o que equivale a 1,3 milhão de refeições. 

As doações são encaminhadas a ONGs e instituições do terceiro setor e têm como foco auxiliar famílias em situação de vulnerabilidade social. Em 2021, as instituições beneficiadas pela companhia são Ação Cidadania, Amigos do Bem, Child Fund, Escola de Gastronomia Social, Grupo Sol, Instituto Capim Santo, Gastromotiva e G10 Favelas. 

“Por meio do programa Fazer o Bem Faz Bem, investirmos R$ 400 milhões no enfrentamento da Covid-19 e seus impactos, o que inclui iniciativas em saúde pública, pesquisa científica e ações de combate à fome”, conta Fernando Meller, gestor do programa. As doações estão realizadas nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Piauí, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Maranhão, Pernambuco, Pará e Paraíba, além de Distrito Federal. 

Considerando o biênio 2020/2021, a companhia terá doado 533 toneladas de alimentos até o final do ano, o que equivale a 5,3 milhões de refeições. Até o momento, 483,9 toneladas de proteínas foram entregues às instituições do terceiro setor, volume equivalente a 4,83 milhões de refeições. 

Fazer o Bem Faz Bem  

Desde o início da pandemia no ano passado, o programa da JBS destinou R$ 400 milhões para o enfrentamento da Covid-19 no Brasil, aplicados em três frentes: saúde, assistência social e ciência. O Fazer o Bem Faz Bem já viabilizou a construção de dois hospitais permanentes, além da entrega de 88 ambulâncias, 561 respiradores, 1.612 monitores multiparâmetros, 19,5 milhões de EPIs, 2.022 camas clínicas e de UTI, 1,4 milhão de litros de produtos de higiene e limpeza e 575 mil cestas básicas. Também foram realizadas 15 obras de reforma e expansão de unidades de saúde, bem como apoiadas 39 pesquisas científicas e tecnológicas sobre a Covid-19. Mais de 2 milhões de pessoas já foram beneficiadas pelas ONGs que fazem parte do programa. 

Além disso, a JBS contribuiu com R$ 5 milhões para a construção da nova fábrica de vacinas do Instituto Butantan, em São Paulo, e doou 400 cilindros de oxigênio para o enfrentamento da crise de saúde pública que afetou Manaus no início de 2021. 

Em agosto de 2020, o programa Fazer o Bem Faz Bem realizou doação para projeto de telemedicina que tem levado atendimento médico a 25 comunidades ribeirinhas da Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns (Resex), em Santarém-PA. Com a doação de infraestrutura de banda larga de internet e notebooks para as unidades básicas de saúde (UBS) de São Pedro e de Parauá, a população local tem agora acesso a atendimento médico sem precisar se deslocar para regiões mais distantes da reserva. Cerca de 4.500 moradores das comunidades de São Pedro, Parauá e das comunidades próximas têm acesso aos atendimentos. 

Para mais informações sobre o programa Fazer o Bem Faz Bem, acesse o site: jbs.com.br/fazerobemfazbem

Artigo anteriorFCA Fiat Chrysler anuncia recall do Jeep® Wrangler por risco de incêndio
Próximo artigoAme oferece até 100% de cashback em cervejas e drink no Carrefour
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui