Início Notícias Digital Deezer e End to End se unem para explorar mercado do esporte

Deezer e End to End se unem para explorar mercado do esporte

Empresa de streaming de áudio busca novos nichos para conteúdo e captação de usuários

182
0

Esporte e música é uma mistura que funciona muito bem, afinal de contas, quem não tem aquela playlist pensada especialmente para sua atividade física? Pensando nisso, a Deezer se uniu ao Grupo End to End, especialista em engajamento de fãs, que auxiliará a companhia em ativações de marca relacionadas ao tema, buscando estreitar os laços do serviço de streaming com o esporte brasileiro em 2021.

A gigante do mercado de áudio quer utilizar a paixão que o esporte (principalmente o futebol) brasileiro desperta na população e trazer novos usuários para sua base, aproveitando uma afinidade histórica entre bola e música, além do crescente número de podcasts sobre o tema no país.

Segundo Beatriz Oliveira, diretora de marketing da Deezer, a End to End se apresentou como a parceira ideal por sua proximidade com o universo do esporte e a expectativa da empresa é conectar a marca Deezer com os fãs de esportes. “A Deezer sempre olhou para o esporte como uma forma de expressão que tem tudo a ver com a música, já que os dois se conectam de forma muito íntima com a emoção das pessoas. Temos pesquisas internas que mostram uma sinergia muito grande entre música e futebol. Por exemplo, 72% das pessoas no Brasil consomem esses dois tipos de conteúdo. Já fizemos investimentos no mercado esportivo globalmente e também no Brasil e entendemos que era a hora de retomar essa iniciativa”, explica Beatriz.

O Grupo End to End será o responsável por executar as estratégias para buscar o crescimento da base de assinantes do serviço de streaming entre os fãs de esporte. A empresa traz na bagagem cases como o Manto da Massa (venda de 100 mil camisas do Atlético-MG em uma semana) e da Loja Virtual do Fluminense, que quintuplicou o faturamento durante a pandemia.

“Ficamos extremamente honrados pela Deezer nos escolher para essa parceria. É o reconhecimento de uma grande empresa de que é possível olhar para o esporte brasileiro como um vetor de negócios”, afirmou Bruno Brum, CMO do Grupo End to End. “A pandemia faz os clubes olharem cada vez mais para além do campo, e o mercado reconhece isso”, finaliza.

Artigo anteriorProdutores integrados da BRF apresentam caminhos da sustentabilidade no campo
Próximo artigoGuaraná Antarctica cria lata comemorativa no ano de seu centenário
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui