Início Notícias Preços dos alimentos sobem menos que inflação em julho

Preços dos alimentos sobem menos que inflação em julho

562
0

Os preços dos alimentos consumidos em domicílio subiram 0,14% em julho, um ritmo menor que a inflação geral, que teve alta de 0,36% no mês passado. Os dados do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do governo, foram divulgados na sexta (7) pelo IBGE.

Segundo Comunicado Técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), as quedas dos preços de alguns itens consumidos em casa pelas famílias brasileiras, como tubérculos, raízes e legumes, por exemplo, caíram 15,6% em julho, em razão do aumento sazonal de oferta.

As maiores quedas de preços em julho foram: batata inglesa (-24,8), cenoura (-20,7), tomate (-16,8), cebola (-6,8), laranja-lima (-12,9) e feijão carioca ( -6,0).

Já a alta de outros produtos são reflexo da menor oferta, aliada à retomada da demanda com o início da flexibilização das medidas de isolamento social. No caso da carne bovina, a quantidade reduzida de animais para abate provocou valorizações sucessivas da arroba do boi gordo, explica a CNA.

O limão teve a maior alta no mês passado, de 22,6%, seguido por alface (7,8), leite longa vida (3,8%), carnes (3,7%) e arroz (2,2%).

Acesse aqui o Comunicado Técnico

CidadeMarketing com informações da CNA.

Artigo anteriorNo Mundo da Bola estreia cenário com volta do debate esportivo ao vivo na TV Brasil
Próximo artigoRenault do Brasil recebe selo de mantenedor do Cubo Itaú
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui