Início Notícias JBS inicia construção de fábrica de fertilizantes em Guaiçara-SP

JBS inicia construção de fábrica de fertilizantes em Guaiçara-SP

Empresa se tornará a primeira produtora brasileira de alimentos a utilizar resíduos orgânicos gerados nas fábricas para produção de fertilizantes

340
0
Divulgação

A JBS Novos Negócios deu início à construção de sua fábrica de fertilizantes em Guaiçara, no interior de São Paulo. Com investimento de R$ 91 milhões, a obra vai gerar 450 postos de trabalho. A planta terá 51 mil m² e 150 colaboradores diretos quando estiver em operação, o que deve ocorrer dentro de 1 ano.

Por meio do investimento, a JBS se tornará a primeira empresa de alimentos no Brasil a utilizar resíduos orgânicos gerados em nossas fábricas para produção de fertilizantes. “Com isso, passaremos a atuar no mercado agrícola”, explica Nelson Dalcanale, presidente da JBS Novos Negócios.

Susana Martins Carvalho, diretora da unidade de fertilizantes, avalia que o segmento trará ainda mais inovação à Companhia. “Nosso processo industrial é altamente tecnológico, e vai agregar alto valor aos fertilizantes e colaborar com a agricultura do país”, explica a executiva. “Atualmente, cerca de 75% dos fertilizantes são importados. Seremos fornecedores de produto para grandes culturas, como soja, milho, café e algodão, assim como em hortícolas e frutíferas”, completa.


JBS Novos Negócios

No Brasil, por meio da JBS Novos Negócios, a JBS mantém negócios correlacionados ao setor de alimentos. São 11 unidades de negócio que, em sua maioria utilizam o que seria coproduto da produção de alimentos para a fabricação de outros produtos — entre os quais biodiesel, colágeno, insumos fármacos, itens para higiene pessoal e limpeza, ingredientes para nutrição animal e envoltórios naturais, contribuindo para métodos de produção mais sustentáveis em toda a Companhia. A JBS Novos Negócios também oferece serviços e produtos complementares à cadeia de valor da Companhia, como embalagens metálicas, trading, soluções em gestão ambiental e serviços de transportes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui